Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Andorinha Abril
Andorinha Abril
Geral

Nova Lei Eleitoral abre brecha para propaganda antecipada

24 junho 2016 - 11h12Gesiane Medeiros

Em tempos em que o país se organiza para eleger novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, vale a pena relembrar as mudanças da Lei Eleitoral promovidas pela reforma de 2015, Lei n° 13.165/2015. Mudanças importantes dividem opinião principalmente quando relacionado a propaganda. O que antes era liberado somente a partir do período eleitoral, agora é autorizado. A nova Lei da propaganda eleitoral já causa discussões na capital, onde grande número de adesivos já começam a circular em carros, mostrando apoio a políticos não explicitamente, mesmo antes do período eleitoral, que inicia em 16 de agosto. A nova Lei estabelece que os políticos poderão se apresentar como pré-candidatos sem que isso seja considerada propaganda eleitoral, desde que a divulgação não peça o voto do eleitor diretamente. Com a nova regra, os candidatos estão autorizados inclusive a expor opiniões pessoas sobre politica em redes sociais ou em eventos com cobertura da imprensa.

Saiba das demais mudanças

Financiamento Eleitoral
A partir deste ano, fica proibido o financiamento de campanhas com verba proveniente de pessoas jurídicas, somente pessoas físicas podem doar dinheiro para candidatos, que também podem utilizar recursos do Fundo Partidário. Esta é uma tentativa para diminuir ou exterminar as campanhas milionárias e propinas.

Prazo de filiação partidária
O candidato deve ter pelo menos seis meses de filiação para concorrer as eleições 2016. Este ano, o prazo encerrou em 2 de abril, já que as eleições ocorrem em 20 de outubro. Pela Lei anterior, o politico deveria ter um ano de filiação.

Realização de Convenções
As convenções devem acontecer de 20 de julho a 5 de agosto de 2016. O prazo antigo determinava que as convenções partidárias deveriam ocorrer de 10 a 30 de junho do ano da eleição.

Registro de candidatos
Outra alteração diz respeito ao prazo para registro de candidatos pelos partidos políticos e coligações nos cartórios, o que deve ocorrer até às 19h do dia 15 de agosto de 2016. A regra anterior estipulava que esse prazo terminava às 19h do dia 5 de julho.

Campanha Eleitoral
A reforma também reduziu o tempo da campanha eleitoral de 90 para 45 dias, começando em 16 de agosto. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias, com início em 26 de agosto, no primeiro turno. Assim, a campanha terá dois blocos no rádio e dois na televisão com 10 minutos cada. Além dos blocos, os partidos terão direito a 70 minutos diários em inserções, que serão distribuídos entre os candidatos a prefeito (60%) e vereadores (40%). Em 2016, essas inserções somente poderão ser de 30 ou 60 segundos cada uma.

Do total do tempo de propaganda, 90% serão distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que os partidos tenham na Câmara Federal. Os 10% restantes serão distribuídos igualitariamente. No caso de haver aliança entre legendas nas eleições majoritárias será considerada a soma dos deputados federais filiados aos seis maiores partidos da coligação.  Em se tratando de coligações para as eleições proporcionais, o tempo de propaganda será o resultado da soma do número de representantes de todos os partidos.

Por fim, a nova redação do caput do artigo 46 da Lei nº 9.504/1997, introduzida pela reforma eleitoral deste ano, passou a assegurar a participação em debates de candidatos dos partidos com representação superior a nove deputados federais e facultada a dos demais.

Confira aqui a íntegra da Lei nº 13.165/2015

 

Informações do Tribunal Superior Eleitoral

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Coudet salva campeonato do Celta de Vigo e ganha destaque como treinador
JUSTIÇA
181 é ferramenta para denuncia anônima em Mato Grosso do Sul
EDUCAÇÃO
Reforma de escolas municipais é solicitada por vereador durante sessão da Câmara
ESPORTE
Vereador sugere transformar o Marina Gattass em espaço para esportes radicais
LÍNGUA DE SINAIS
Projeto de Lei obriga instituições a disponibilizar intérpretes de Libras na cidade
ECONOMIA
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto
COVID-19
Polícia investiga empresa por fraude em oferta de vacina
CIDADE
Prefeito decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de Dom Martinez
POLICIAL
PM de Corumbá prende foragido da justiça e apreende arma branca
POLICIAL
Homem é preso por porte de drogas no bairro Popular Nova

Mais Lidas

POLÍTICA
Câmara aprova projeto de lei que torna escolas serviços essenciais
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção
GERAL
Vereador solicita recuperação da 21 de Setembro, após intervenções da Sanesul
SEGURANÇA
Tiradentes: no dia do patrono das polícias, Governo destaca investimentos na segurança