Menu
segunda, 27 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

MS recebe verba do Fundo Brasil para combate à violência contra a juventude

20 junho 2016 - 08h29Redação

Em um momento histórico em que os jovens assumem o protagonismo em várias lutas dos movimentos sociais, duas organizações do Mato Grosso do Sul terão projetos apoiados por meio do edital “Juntos/as contra a violência que mata a juventude brasileira”, do Fundo Brasil de Direitos Humanos.

Cada instituição selecionada receberá até R$ 40 mil e terá o prazo máximo de um ano para executar seus projetos. Uma delas é o Centro de Defesa da Cidadania e dos Direitos Humanos Marçal de Souza Tupã-I, com o projeto “Na trilha da esperança”, que promoverá a proteção à dignidade e aos direitos humanos de adolescentes em conflito com a lei em Campo Grande (MS). Também vai denunciar e combater a violência institucional manifestada na discriminação e negligência em relação à juventude e aos adolescentes; sensibilizar as famílias como forma de enfretamento à violência praticada contra a juventude adolescente.

A outra organização é o Núcleo de Assessoria Jurídica Popular – NAJUP, com o projeto “O despertar da juventude indígena para seus direitos”, que visa promover a formação jurídica e política da juventude Terena de Mato Grosso do Sul sobre seus direitos como cidadãos, despertando-os para seus direitos enquanto povo indígena.

O edital “Juntos/as contra a violência que mata a juventude brasileira”, do Fundo Brasil, está apoiando 15 projetos em dez estados brasileiros cujo que tenham como foco a juventude no enfrentamento à violência, principalmente a juventude negra. As doações deste Edital somam R$ 560 mil. A diversidade regional foi um dos critérios adotados na seleção. Os projetos chegaram de todas as regiões do país e passaram por um amplo e rigoroso processo, que incluiu comitê formado por especialistas sem qualquer laço com a fundação.

Fundo Brasil

O Fundo Brasil trabalha para promover os direitos humanos e sensibilizar a sociedade para que apoie iniciativas capazes de gerar novos caminhos e mudanças significativas para o país. A fundação disponibiliza recursos para o apoio institucional e para atividades de organizações da sociedade civil e de defensores de direitos humanos em todo o território nacional. Em quase dez anos de atuação, já destinou R$ 11,7 milhões a cerca de 300 projetos em todas as regiões do país. Além da doação de recursos, os projetos selecionados são apoiados por meio de atividades de formação e visitas de monitoramento.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Relatório da ONU sobre o clima responsabiliza a humanidade por aumento de fenômenos extremos
Facilidade
Mais de R$ 1,8 milhão em taxas judiciárias já foram pagos via Pix
Variedades
Cassinos Online: Sorte e estratégia na era digital
Reitoria
Colégio Eleitoral da UFMS mantém Camila Ítavo em primeiro lugar na lista tríplice
Meio Ambiente
Juiz mantém proibido o desmate no Parque dos Poderes
Crime
Na delegacia, assassino "confesso" diz que conheceu corretora em aplicativo
Educação
UEMS e Fundect investem R$ 4 mi para fortalecer ensino superior em Mato Grosso do Sul
Em Maracaju
Estudantes do IFMS levam tecnologia a maior evento agro do Estado
Destaque
Dia da Indústria: Longen destaca força do setor industrial de Mato Grosso do Sul
Extrema magreza
Polícia resgata cães em situação de maus-tratos no Popular Nova

Mais Lidas

Crime
Na delegacia, assassino "confesso" diz que conheceu corretora em aplicativo
Interdição
Ponte sobre o rio Paraguai fecha às 17 horas deste sábado; interdição deve durar 19 horas
Educação
UEMS e Fundect investem R$ 4 mi para fortalecer ensino superior em Mato Grosso do Sul
Tempo
Sábado tem probabilidade de chuvas e baixas temperaturas em grande parte de MS
Corumbá marca 14ºC pela manhã com máxima de 16ºC