Menu
segunda, 26 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Projeto do IFMS em Corumbá aproxima estudantes da fronteira com a Bolívia

19 abril 2016 - 15h26Redação
Promover a interação entre as escolas da região de fronteira por meio de minicursos e palestras, a fim de estimular a conscientização nos aspectos sociais, culturais e linguísticos. É esse o principal objetivo do projeto de extensão desenvolvido pelo Campus Corumbá do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), iniciado neste mês. “Brasil Bolívia – Amigos sem Fronteiras” envolve dez estudantes dos cursos técnicos integrados em Informática e Metalurgia do IFMS e dez alunos do ensino médio da Escuela de La Frontera, da rede pública de ensino da cidade boliviana de Puerto Quijarro, situada na fronteira com Corumbá. A faixa etária dos participantes é entre 14 e 18 anos. “A iniciativa surgiu após o relato de estudantes bolivianos em escolas de Corumbá, sobre não haver um acompanhamento em relação à sua adaptação educacional, social e cultural, visto que muitos deles apresentam dificuldade na comunicação e na interação com os colegas”, afirmou a professora Paula Silva, coordenadora do projeto. Também integram a equipe executora da ação as docentes do campus Geórgia Ferraz e Fabrícia Santos, a pedagoga Elielma Maiolino, a assistente social Nádia Juzinkas, além da Fabiana Santos, ex-servidora do IFMS, atualmente docente do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).   Projeto – A primeira atividade, realizada nos dias 9 e 16 de abril, foi o minicurso de Informática, ministrado pela professora Fabrícia, juntamente com três estudantes do curso superior de tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Também estão previstos minicursos na área de metalurgia e empreendedorismo, além de palestras de conscientização sobre temas como preconceito, drogas, violência, educação sexual e saúde. A interação entre os estudantes se dá na execução das atividades. Eles são organizados em grupos sempre mistos – brasileiros e bolivianos. Qualificar os participantes, promover a reflexão sobre o cidadão fronteiriço e seus idiomas e despertar o espírito empreendedor dos estudantes também estão entre os objetivos do projeto. Outro intuito é apontar soluções para as dificuldades observadas. “O projeto é piloto porque limitamos o número de participantes para conseguir observar os aspectos de ensino e aprendizagem, culturais, e como será a interação entre eles. A partir daí, poderemos apontar as dificuldades e propor ações para auxiliar o desenvolvimento deles, por meio de informações a serem compartilhadas com os docentes nos conselhos pedagógicos, por exemplo”, pontuou a coordenadora Paula. Com duração prevista de quatro meses, os encontros são realizados nas tardes de sábado, das 13h30 às 17h30. A previsão é que as atividades ocorram alternadamente no Campus Corumbá e na Escuela de La Frontera. Fronteira – Em Ponta Porã, que faz fronteira com o Paraguai, algumas ações do IFMS também têm o tema como pano de fundo. A doação de hortaliças orgânicas para entidades do município e comunidades de baixa renda da região de fronteira é um dos resultados do projeto Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS), desenvolvido pelo campus do Instituto Federal, que teve suas atividades expandidas no final de 2015. O Campus Ponta Porã também promoveu no ano passado a I Mostra Cultural Galeria Fronteiriça. Além da exposição fotográfica dedicada ao tema “Trabalho e cultura na fronteira entre Brasil e Paraguai”, ocorreram exibição de vídeos, palestras, oficinas e workshops voltados a estudantes e servidores. As atividades tinham como enfoque o trabalho e a cultura na fronteira a partir de expressões como cinema, literatura, música e fotografia.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo
Empreendedorismo
Cinco erros que o empresário deve evitar no Marketing e Vendas
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Investigaçã
Famosos em MS, grupos de venda estão 'recheados' de produtos roubados
Saúde
Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil
Sorte
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada

Mais Lidas

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo