Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Projeto de Lei prevê instalação de equipamento eliminador de ar na rede de água

06 junho 2019 - 10h02Câmara de Corumbá

Instalação de um equipamento para eliminar ar na tubulação da rede distribuidora de água em Corumbá, é o que prevê Projeto de Lei do vereador João Mário para atender consumidores locais, evitando que o ar presente no encanamento de água, eleve o valor das faturas.

Ao apresentar a proposta, João Mário citou que o equipamento, que é instalado próximo ao hidrômetro, elimina o ar que faz os ponteiros girarem como se fosse água. “Isso tem gerado aumento da conta de água e o consumidor acaba sendo penalizado”.

O Projeto de Lei obriga a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), a instalar o equipamento, atendendo solicitação do consumidor. Conforme João Mário, o aparelho deverá estar de acordo com a Portaria n° 246 do INMETRO, item 9.4, e estar devidamente patenteado.

A proposta prevê também uma ampla divulgação por meio de informação impressa na conta mensal de água, emitida pela empresa, nos três meses subsequentes à publicação da lei, bem como em seus materiais publicitários.

Além disso, obriga também que os hidrômetros a serem instalados, após a promulgação da lei, deverão ter o eliminador de ar instalado conjuntamente, sem ônus adicional para o consumidor.

“É de conhecimento de todos que, a água fornecida aos consumidores é distribuída sob pressão nas redes de abastecimento. Como a água é bombeada por ar, é comum e perfeitamente compreensível a presença de ar dentro das tubulações. O que não podemos aceitar é o fato de que o consumidor pague por este ar, como se água fosse, e no preço desta, uma vez que o ar representa, pelo menos, cerca de 20% a 30% do consumo cobrado”, afirmou.

João Mário ressaltou que a sua proposta vai beneficiar principalmente aos moradores da parte alta da cidade que sofrem constantemente com a falta de água. “E que mesmo sem ter água no encanamento, os moradores observam o relógio marcando o consumo, ou seja, o ar. Por isso mesmo estamos apresentando esta proposta, para evitar que o problema continue”, reforçou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Bombeiros
Incêndio urbano atinge vegetação em morraria com difícil acesso
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19
Decisão Popular
Servidores optaram por receber o 13° salário de forma integral em dezembro
Previsão
Sancionada LDO que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Esperança
Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Tempo
Final de semana continua com alerta para tempo seco em Mato Grosso do Sul
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde

Mais Lidas

Briga de Família
Idoso é socorrido com três perfurações de faca no abdômen
Crime Ambiental
Fazendeiro é multado em R$ 246 mil por incêndio em 821 hectares no Pantanal
Combate
Incêndio atinge 3 hectares de vegetação na área urbana de Corumbá
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde