Menu
quarta, 20 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Professores da Rede Municipal de Ensino escolhem livros didáticos para 2019

06 setembro 2018 - 07h18Prefeitura de Corumbá

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Educação realizou uma reunião para a escolha do Livro Didático do PNLD, para o Ciclo 2019-2022 das escolas municipais. O encontro aconteceu no auditório da Escola Municipal Padre Ernesto Sassida CAIC, na segunda-feira, 03 de setembro, e contou com a presença dos Coordenadores Pedagógicos e professores que atuam nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental e Educação Infantil.

O PNLD, Programa Nacional do Livro Didático é destinado a avaliar e a disponibilizar obras didáticas, pedagógicas e literárias, de forma regular e gratuita, às escolas públicas de educação básica das redes federal, estaduais, municipais e distrital. 

A escolha foi feita nas escolas que possuem a modalidade de Ensino fundamental I, do 1° ao 5° ano e de Educação Infantil. Os gestores se reuniram com a equipe de professores, analisaram os livros, considerando discussões e concepções definidas no Projeto Politico Pedagógico da Escola, para o ensino e aprendizagem da 1ª etapa do Ensino Fundamental.  A participação dos professores neste processo foi fundamental para a aplicação desse instrumento na gestão das práticas de ensino. 

Segundo o secretário Municipal de Educação, Genilson Canavarro de Abreu, “esse é um momento muito importante para a educação de nossa cidade. Todos os livros que chegaram  nas escolas para serem analisados já estão de acordo com a terceira versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com isso os professores têm a oportunidade de conhecerem melhor a Base e estudarem os livros. A Secretaria Municipal de Educação optou pela escolha unificada, para que o material escolhido seja adotado por toda a rede de ensino, pois quando o aluno trocar de escola dentro da rede municipal, ele não terá prejuízos quanto ao conteúdo”.  

Entre as novidades para o ciclo PNLD 2019 é que este será o primeiro ciclo de materiais didáticos alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A expectativa é que os materiais possam apoiar escolas no desenvolvimento de competências e novas habilidades. Outra inovação é que o PNLD oferecerá livros para os professores da etapa da Educação Infantil e para os professores do componente Educação Física. Além disso, os Manuais de todos componentes e etapas virão em um formato novo, mais adequado para a visualização dos professores. O PNLD 2019 ainda contemplará livros de Projetos Integradores, que são obras didáticas com propostas pedagógicas que integram no mínimo dois componentes curriculares.

Ainda a partir desta edição, todas as obras dos anos iniciais do Ensino Fundamental serão consumíveis, o que significa que os alunos não precisarão devolver os materiais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Justiça do Trabalho leva sinal de internet para guatós que vivem isolados no Pantanal
SAÚDE
Vacinação contra a covid-19 já teve início em quase todo o país
CLIMA
Chuva forte e volumosa e temporais em SC, no PR, em MS e em SP
CULTURA
Sesc Corumbá abre inscrições para cursos de música, dança e pintura à distância
POLICIAL
Empresário de MS é preso durante Operação da Polícia Civil contra crime organizado
SAÚDE
Servidora há 30 anos, Vitória aplicou primeiras doses da vacina contra COVID-19 em Corumbá
COVID-19
MS ultrapassa a marca de 2,7 mil mortes e 152 mil casos confirmados de coronavírus
PRIMEIROS IMUNIZADOS
Corumbá e Ladário já tem os primeiros imunizados contra a Covid-19
GERAL
Casa tem princípio de incêndio após vela de altar derreter
GERAL
Corpo de Bombeiro captura jacaré que estava andando na rua em Ladário

Mais Lidas

POLICIAL
Empresário de MS é preso durante Operação da Polícia Civil contra crime organizado
SAÚDE
Servidora há 30 anos, Vitória aplicou primeiras doses da vacina contra COVID-19 em Corumbá
PRIMEIROS IMUNIZADOS
Corumbá e Ladário já tem os primeiros imunizados contra a Covid-19
GERAL
Justiça do Trabalho leva sinal de internet para guatós que vivem isolados no Pantanal