Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Produção industrial de Mato Grosso do Sul inicia 2016 em baixa

03 março 2016 - 13h08Redação
A produção industrial de Mato Grosso do Sul iniciou 2016 como terminou 2015, isto é, sem apresentar crescimento em janeiro, mesmo diante do fraco desempenho apresentado no mês anterior, conforme a Sondagem Industrial realizada pelo Radar Industrial da Fiems junto às empresas sul-mato-grossenses. “O índice referente à produção fechou o mês marcando 38,4 pontos, enquanto para 59,7% dos respondentes a produção em janeiro foi menor, quando comparada com mês de dezembro”, analisou o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende. Ainda de acordo com a Sondagem Industrial, para 63,4% dos respondentes, a utilização da capacidade instalada ficou abaixo do usual para o mês, no levantamento anterior o resultado foi de 61,3%. “O índice marcou 32,7 pontos em janeiro, queda de 1,3 pontos no comparativo com igual mês de 2015, mantendo o resultado muito abaixo do patamar considerado adequado para o período, que é alcançado quando o indicador se situa em torno dos 50 pontos. Por fim, a ociosidade média no mês de janeiro foi de 37%”, pontuou. Ele acrescenta que os empresários da indústria estadual não acreditam em melhoras significativas em relação à demanda por seus produtos, quantidade exportada, número de empregados e compras de matérias-primas nos próximos seis meses. “Os índices que medem a expectativa em relação à demanda por seus produtos, número de empregados, compras de matérias-primas e quantidade exportada ficaram, mais uma vez, abaixo dos 50 pontos”, afirmou. ICEI Já o Índice de Confiança do Empresário Industrial em Mato Grosso do Sul (ICEI/MS) segue nos mais baixos patamares da série histórica. “O mês de fevereiro de 2016 marcou o 10º consecutivo com o índice inferior aos 50 pontos, marcando 35,4 pontos. O resultado permanece abaixo da linha divisória dos 50 pontos, principalmente, pelo pessimismo apresentado em relação às atuais condições da economia brasileira, sendo a variável de pior desempenho, marcando somente 20,5 pontos”, detalhou o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems. Em fevereiro, para 87,9% dos respondentes as condições atuais da economia brasileira pioraram, enquanto no caso da economia estadual, na mesma comparação, a piora foi apontada por 82,9% dos participantes. Com relação à própria empresa, as condições atuais estão piores para 65,9% dos respondentes, enquanto para 26,8% elas não se alteraram. Para os próximos seis meses, 62,7% dos respondentes mostraram-se pessimistas em relação à economia brasileira, enquanto no caso da economia estadual o pessimismo foi apontado por 54,9% dos participantes da pesquisa. Com relação ao desempenho da própria empresa, considerando os próximos seis meses, 39% dos respondentes mostraram-se pessimistas, patamar ainda próximo aos dos que acham que a situação permanecerá igual, que chegou a 36,6%. Além disso, 68% dos empresários industriais do Estado não pretendem investir nos próximos seis meses. “O industrial sul-mato-grossense mostra-se pouco confiante em relação aos investimentos, 68,2% dos respondentes disseram que não pretendem realizar investimentos nos próximos seis meses a partir de fevereiro. Já o indicador de intenção de investimento marcou 38,7 pontos, recuo de 22% sobre igual mês do ano passado”, afirmou Ezequiel Resende.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTA CLANDESTINA
Postura encerra festa clandestina com militares da Marinha
POLICIAL
Ação Policial entre as Polícias Civis de SP e do MS resultam na apreensão de 107 quilos de droga
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados
TEMPO
Tempo contribui para clima agradável com sol e friozinho no dia dos namorados
CORONAVÍRUS
Detran-MS suspende atendimento presencial em 43 cidades com bandeira cinza
POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no Ceac
POLICIAL
PM prende homem por invasão de domicílio no Popular Nova
GERAL
Presidente da Cassems faz alerta sobre o crescente número de casos de Covid-19 em MS
POLICIAL
Menina de 11 anos com DST diz ter sido estuprada pelo avô
GERAL
Com nova deliberação do Prosseguir, Governo restringe atendimento presencial em alguns setores

Mais Lidas

FESTA CLANDESTINA
Postura encerra festa clandestina com militares da Marinha