Menu
sábado, 02 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Prefeito sanciona Lei que institui o Conselho Municipal Antidrogas

22 outubro 2018 - 11h38Câmara de Corumbá

A Lei que dispõe sobre o Conselho Municipal Antidrogas de Corumbá (COMAD) foi sancionada no último dia 16 pelo prefeito Marcelo Iunes, e se torna importante ferramenta para o desenvolvimento das ações voltadas à prevenção e repressão ao uso de drogas, assim como dos movimentos comunitários organizados e representações das instituições federais e estaduais existentes no município, dispostas a cooperar com esforço municipal.

A Lei é de autoria do vereador André da Farmácia e assegura ao COMAD, total integração às ações conjuntas e articuladas de todos os órgãos de nível federal, estadual e municipal que compõe o Sistema Nacional Antidrogas (SISNAD), previsto na Lei Federal nº 11.343, de 23 de agosto de 2006, e na fixação de políticas de prevenção e combate às drogas, por meio da instituição e desenvolvimento do Programa Municipal sobre Drogas (PROMAD).

O PROMAD tem por objetivo diagnosticar a conjuntura do perfil epidemiológico das drogas em Corumbá para equacionar as estratégias de enfrentamento do problema, definindo a logística necessária para o desenvolvimento das ações no campo da difusão socioeducativa, da saúde, da segurança comunitária e psicossocial da família, visando o controle do uso indevido de substâncias psicoativas, o tratamento, a recuperação e reinserção social dos dependentes e usuários.

O vereador André da Farmácia destacou que a cidade deixou de realizar uma série de ações voltadas ao combate e prevenção às drogas, inclusive no que se refere a aplicações de recursos financeiros e até mesmo de captação de verbas junto ao Governo Federal, para desenvolvimento de programas e projetos, como também de apoio as instituições que trabalham com este setor na região.

“A decisão do prefeito foi de extrema importância para a cidade”, destacou. “Tivemos prejuízos durante o período em que estava desativado, principalmente em relação ao desenvolvimento de uma política na cidade, como ações de repressão ao uso indevido, ao tráfico ilícito e à produção não autorizada de substâncias entorpecentes e drogas que causam dependência física ou psíquica, bem como de prevenção ao uso indevido desses mesmos produtos, e programas e projetos relacionados ao tratamento, recuperação, reinserção social de dependentes e acompanhamento de familiares”, completou o vereador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Imunização
Corumbá terá três postos de multivacinação neste sábado, 02 de março
Ranking
MS é destaque nacional na gestão de recursos federais e execução de projetos e convênios
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Campanha
Ladário expande vacinação contra dengue nas escolas da rede municipal
Evento
Corumbá sedia 3ª edição da Copa dos Campeões da Assomasul neste final de semana
Mudanças
Supremo derruba a regra sobre distribuição de sobras eleitorais em eleições proporcionais
Em processo
Reunião com novos diretores aborda habilitação de unidade de saúde exclusiva para presídios
Turismo ecológico
Encontro aborda aspectos da educação ambiental no turismo do Pantanal
Direito à saúde
DPU assegura que imigrantes sejam incluídos na fila de transplantes

Mais Lidas

10 vagas em MS
Inscrições estão abertas para concurso da Caixa com três vagas em Corumbá
Confirmado
Dupla sertaneja Henrique e Diego é a principal atração cultural do FIPEC 2024
Bombeiros
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nesta manhã em Corumbá
27 vagas
Inscrições para concurso de professores da UFMS seguem abertas até 7 de março