Menu
quarta, 24 de abril de 2024
Governo - Fazer Bem Feito - Abril 24
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Prédio histórico sede da Ahipar vai virar hotel de trânsito do Exército

21 julho 2020 - 11h11Redação

O prédio coupado pela Administração da Hidrovia do Paraguai-AHIPAR nos últimos 30 anos, passará por uma importante mudança em sua utilização. A construção de 1904, localizada na rua 13 de Junho, nº 960, que já foi sede da importante estação telegráfica de Mato Grosso agora passa para as mãos do Exército Brasileiro, como informou um decreto Publicado no Diário Oficial da União, no último dia 16 deste mês.

A construção foi projetada por Cândido Mariano da Silva Rondon, ou só Marechal Rondon, engenheiro militar e grande figura histórica brasileira, famoso pela exploração do então Mato Grosso, da Bacia Amazônica Ocidental, e por seu apoio vitalício às populações indígenas brasileiras que, inclusive, estavam presentes em sua inauguração.

Segundo o extrato de entrega n°7/2020 publicado pelo Ministério da Defesa, o prédio será utilizado como hotel de trânsito na Guarnição de Corumbá. A publicação também informa que o terreno tem 1.444,00 m² e área construída de 471,26 m².

Segundo apurações da coluna Lado B, do site Campo Grande News, ainda não previsão por parte do exérccito sobre prazo para a mudança e quais adequações serão feitas. Na época de sua construção, Corumbá era o maior centro de comércio fluvial do País e contava com pelo menos 300 quilômetros de linha de postes para comunicação.

“É uma edificação de estilo eclético e tem um grande valor histórico para nossa cidade, foi a primeira sede dos telégrafos nosso aqui. A construção também abrigou, ao longo desses mais de 100 anos, várias repartições públicas, todas ligadas ao transporte”, explica Joanita Campos Ametlla, gerente do Patrimônio Histórico da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá.

Segundo Joanita, o prédio é um dos mais preservados da cidade. Apesar de não ser tombado, de estar na área do entorno apenas, podendo sofrer alteração, portando, ela não teme que isso aconteça de forma significativa. “O Exército é muito parceiro nesse sentido. Tenho certeza de que eles vão ajudar a preservar a história contida ali”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Causa Animal
Projeto de Lei cria o Dia Municipal de Adoção Animal em Corumbá
Assembleia Geral
Professores da UFMS decidem por paralisação a partir de 1º de maio
Cidade Limpa
Vereador cobra instalação de lixeiras na cidade com intensa campanha educativa
Boletim
Com mais 1 morte confirmada, MS já tem 15 vítimas da dengue
Por 30 dias
Morte de cão extraviado faz Gol suspender transporte de animais
Saúde
Anvisa publica resolução que proíbe cigarro eletrônico no Brasil
Economia Nacional
Beneficiários do INSS começam a receber o 13º a partir desta quarta-feira (24)
Administração
Lajotas retiradas da rua Ladário serão reaproveitadas em alamedas e vias de menor movimento
Saúde Pública
Vereador pede agilidade nas cirurgias ginecológicas para reduzir fila de espera em Corumbá
Administração
Convênio com o Estado garante R$ 34,5 milhões para infraestrutura urbana e rural em Corumbá

Mais Lidas

Eleições 2024
PL apresenta pré-candidatos a vereadores em Ladário
Oficial
Prefeitura divulga gabaritos do concurso público; prazo para recursos abre dia 24
Travessia Reestabelecida
Embarcação brasileira apreendida ilegalmente na Bolívia é devolvida após quatro dias
Profissão
Voucher Transportador já atendeu 990 motoristas e pode ganhar novas vagas