Menu
quinta, 29 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Preços de carne em dezembro variam até 192,05% em MS, afirma Procon

24 dezembro 2015 - 09h40G1
O preço das carnes neste fim de ano tem uma variação de até 192,05% em Campo Grande. É o que aponta pesquisa divulgada nesta quarta-feira (23), pelo Procon/MS. O levantamento foi realizado em oito redes de supermercados da cidade entre os dias 16 e 22 de dezembro e levantou os valores de 38 itens. O produto que teve a maior variação de preços na pesquisa, conforme o órgão de defesa do consumidor, foi o contra-filé - carne de primeira. Um quilo do produto foi encontrado em um estabelecimento cotado a R$ 11,95 e em outro a R$ 34,90, uma diferença de 192,05%. Ainda na lista das carnes de primeira, o coxão mole também apresentou uma diferença alta. O menor preço encontrado foi de R$ 11,95 e o maior de R$ 26,79, uma diferença de 124,18%. Já entre as carnes de segunda, a bisteca foi a que apresentou maior variação, de 131,93%. O menor preço encontrado foi de R$ 7,98 o quilo e o maior de R$ 18,50. Entre as carnes suínas, muito consumida no fim de ano, a paleta foi a que que teve maior diferença, de 87,84%%. O menor preço foi de R$ 7,98 o maior de R$ 14,99. Outro produto muito procurado nesta época é o bacalhau do porto que teve uma variação de 60,88%. O mais baratao sai por R$ 45,99 e o mais caro por R$ 73,99. Um tipo de carne de menor custo, alguns cortes do frango apresentaram uma diferença maior que o dodro. O peito, por exemplo, teve uma variação de 138%. O menor preço encontrado foi de R$ 5,29 e o maior de R$ 12,59. Coxa e sobre coxa teve uma variaçãode 110,02%, sendo R$ 5,19 e 10,90 os valores encontrados. De acordo com a pesquisa, de março a dezembro de 2015, houve uma variação no preço médio de 13,58%. O Procon/MS divulga a pesquisa de preços de carne e alerta por um comparativo. Para conferir a íntegra da pesquisa clique aqui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia mais frio do ano
MS registra geada em 26 cidades e tem sensação térmica de -6ºC
Operação Vostok
Polaco volta a MS para depor na PF sobre crimes fiscais
Alerta
Prazos para regularização de infrações, veículos e habilitação voltam a ser cobrados
Após 4 anos parada
Além de produzir energia, usina termelétrica reativada vai gerar empregos e ICMS
Investigação
Acusado ganhava confiança das vítimas para praticar crimes de estelionato
Tempo
Frio ganha força e aumenta chance de geada nesta quinta-feira
Agricultura
Colheita do milho deve sofrer queda de mais de 2 milhões de toneladas
Destaque
MS mantém liderança no ranking da OPAS como melhor Estado que vacina contra Covid-19 no país
Olímpiadas
Tóquio: seleção brasileira vence a Arábia Saudita e avança às quartas
Calendário
Comprovação para a primeira chamada do Prouni termina hoje

Mais Lidas

Na Capital
Júri absolve assassino confesso por ele ter agido em "ato de desespero"
Ilumina Pantanal
Projeto leva energia solar para sete municípios e mais de 2 mil famílias no Pantanal
340 vagas
Matrículas para cursos de línguas do IFMS começam nesta quarta (28)
Monitoramento
Ladário sai da bandeira vermelha e volta para laranja