Menu
domingo, 18 de abril de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

População ganha Associação Municipal de Saúde Mental

22 dezembro 2015 - 10h30
Inaugurada na última sexta-feira (18), a Associação de Saúde Mental do município tem por objetivo fortalecer os serviços, lutar pelos direitos dos usuários, familiares e funcionários. Os serviços passam a ter voz por direito, a ter subsídios para defesa de seus interesses e também desempenhar deus deveres enquanto cidadãos. A entidade possibilita buscar espaços, criar possibilidades, alternativas, parcerias para a constante luta na excelência ao tratamento da saúde mental. Não possui fins lucrativos e nem partidários, mas sim os direitos das pessoas portadores de transtornos mental e usuários de álcool e outras drogas. Nesta segunda-feira, 21, às 15 horas, a comissão provisória se reunirá para a elaboração do estatuto da associação que norteará e subsidiará a atuação da mesma. Estrutura Corumbá conta hoje com uma rede estruturada em saúde mental, atuando de acordo com a Portaria/GM Nº 3.088, que Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de saúde (SUS). A Rede de Atenção Psicossocial – RAPS vai além dos Caps, deve integrar todos os serviços de saúde, as unidades básicas de saúde, os Nasf, Consultório na Rua, os serviços de urgência e emergência incluindo o Samu, o serviço de residência terapêutica, os leitos em hospitais gerais, unidade de acolhimento que teve sua obra lançada no último dia 03/12 pelo prefeito Paulo Duarte e serviços de caráter residencial provisórios. Hoje o município conta com mais de 80% por cento da rede o que amplia o atendimento aos portadores de transtorno mental ou usuários de álcool e outras drogas. A associação vai fortalecer esse direito para que todos os serviços descritos na portaria desempenhem de fato o cuidado aos usuários do SUS. Os serviços de referencia para saúde mental são os Caps, hoje Corumbá conta com 3 modalidades: CAPS ad que atende usuários de álcool e outras drogas, CAPS II José Fragelli que atende pacientes com transtornos mentais severos e o CAPS i que atende crianças e adolescentes com transtorno mental e usuários de álcool e outras drogas. Os serviços são de livre demanda, e garantem atendimento médico, medicamentoso, atividades em grupo e a reinserção social.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

KIT INTUBAÇÃO
Cooperativa médica adota medidas emergenciais para otimizar uso de medicamentos em falta no mercado
GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
SAÚDE
Dia Mundial da Hemofilia: condição genética dificulta coagulação
UEMS
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19
GERAL
Dupla-Sena da Páscoa sorteia prêmio de R$ 30 milhões neste sábado
GERAL
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa
ECONOMIA
Prorrogação de imposto alivia orçamento de bares e restaurantes, avalia Abrasel
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
GERAL
Servidores da Agepen recebem primeira dose da vacina contra Covid-19

Mais Lidas

GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
CORONAVÍRUS
Coronavírus: variante P1 já é predominante em Mato Grosso do Sul
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19