Menu
sexta, 23 de fevereiro de 2024
Geral

Polícia prende quadrilha com 45 kg de cocaína de consórcio

18 setembro 2018 - 11h05Kamilla Marques
Foram identificados pelo menos cinco membros no "consórcio". Foto: Polícia Civil.

O SIG – Setor de Investigações Gerais se encontravaem  investigação desde 04 de Julho visando apurar participantes de um “consórcio de drogas” encabeçado por um “empresário” de Corumbá, assim como o local que os entorpecentes estariam escondidos.

Conforme minucioso Relatório Policial e Operação 'Bate Grade' anteriormente deflagrada pelo SIG, o organizador do “consórcio” se tratava de Albenez Evangelista (46), conhecido como “Bocão”. Os Policiais  se atentaram a alvos conhecidos, dentre eles o veículo VW/AMAROK de cor cinza, a qual coletara entorpecentes em diversos pontos da cidade de Corumbá, para posteriormente guarda-los na residência de Narly Evangelista Sorrilha (44) localizada na Alameda F, Corumbella.

A equipe conseguiu durante o monitoramento do suspeito, realizar o acompanhamento do veículo conduzido por Albenez por diversos dias se deslocando em vários pontos da cidade, coletando sacolas de entorpecentes e as levando até o endereço de Narly.

Droga encontrada na residência. Foto: Polícia Civil.

Na manhã desta terça-feira,18, por volta das 08h, a polícia se encontrava em monitoramento, quando percebeu movimentação nas proximidades da residência de Narly, bem como que o veículo VW/AMAROK tinha acabado de sair novamente do local. Dessa maneira, a equipe de polícia procedeu a entrada tática na residência e rapidamente encontraram embaixo da cama do quarto desta, uma bolsa contendo entorpecentes da espécie cocaína. Em outro quarto, pertencente a Gabriel Evangelista Sorrilha (22) e Elielson da Silva de Oliveira (23), embaixo das respectivas camas, mais duas bolsas contendo entorpecentes da espécie cocaína.

Após contados, os entorpecentes das três bolsas totalizaram 44 tabletes de substância análoga à cocaína pesando aproximadamente 45,25 quilogramas. Ao serem indagados, Narly e Gabriel foram uníssonos em confirmar que seu irmão e tio, respectivamente, Albenez Evangelhista deixara as malas na residência para que guardassem os entorpecentes, e que este seria o verdadeiro proprietário dos entorpecentes. Imediatamente, o a polícia deslocou até a residência de Albenez, tendo sido franqueada a entrada quando o encontraram e o prenderam.

Todos receberam voz de prisão e foram conduzidos para o SIG/DRP, sem lesões corporais, juntamente com entorpecentes e demais objetos, para as providências cabíveis. Já na sede do SIG, verificou-se que os entorpecentes se encontravam identificados pelas diferentes embalagens, identificando-se pelo menos cinco membros do “consórcio” comandado por Albenez Evangelhista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imunização
Vacinação contra dengue começa neste sábado (24) em Corumbá
Recuperação
Mineração retoma crescimento em MS com R$ 275,9 milhões de taxas de compensação em quatro anos
Variedades
Veja quais são as 5 seleções mais vitoriosas do futebol europeu
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Negociação
TJMS lança campanha de combate ao superendividamento nesta sexta-feira (23)
Destaque
Formação do Conselho de Pesca de MS é publicada no Diário Oficial
20 mil litros
Dois homens são presos por contrabando de combustível em Corumbá
Partidas Dobradas
Operação conjunta apura entrada ilegal de produtos estrangeiros pela fronteira de MS
Pagamento Especial
Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do RS e ES
Leão
Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

Mais Lidas

Plantão
Pessoa é encontrada morta em casa do Popular Velha
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Você viu?
Bailarinos de Corumbá se apresentaram no palco do Caldeirão com Mion
Incentivo
Academia de Jiu Jitsu mobiliza doações para participação de 25 atletas em campeonato