Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

PMA encerra operação 'Pesca Legal' com R$ 95,6 mil em multas aplicadas

30 setembro 2022 - 12h42Redação

Hoje (30), a Polícia Militar Ambiental (PMA) conclui a “Operação Pesca Legal” com ações de prevenção e repressão à pesca predatória no Estado. A operação foi dividida pelas seis Companhias do Batalhão, dentro dos municípios sob suas responsabilidades fiscalizatórias. Com as 27 subunidades, as companhias desenvolveram operações com duração de 72 horas, pelo menos duas ao mês cada uma, com datas definidas por cada Comandante, conforme os levantamentos realizados pelo Serviço de Inteligência.

Números

Nesses quase três meses da operação, iniciada no dia 7 de julho, foram autuados 75 infratores e apreendidos 423,4 kg de pescado. Dos 75 autuados, 41 foram por crime de pesca predatória, 6 (seis) por pescarem utilizando iscas vivas silvestres ilegais da espécie minhocoçus, o que também é crime e 20 foram autuados por pescar sem a licença obrigatória, fato que não é crime, mas trata-se de infração administrativa, com previsão de multa e apreensão de todos os produtos, barcos, motores, petrechos e veículos utilizados na pesca ilegal.

Petrechos ilegais

Uma das maiores preocupações da Polícia Militar Ambiental relativamente à pesca predatória e que sempre é combatido nas operações da PMA, é o uso de petrechos com grande poder de depredação de cardumes como as redes de pesca (mais preocupante), anzóis de galho e espinheis. Dessa forma, a fiscalização nos rios serve para evitar que pescadores pratiquem pesca ilegalmente, pela presença das equipes e que armem os petrechos ilegais, ou pelo menos, fazer a retirada desse material sem que tenham prejudicado os cardumes.

Com relação aos petrechos ilegais de pesca foram apreendidas 211 redes de pesca (petrecho mais preocupante, pois tem maior poder de depredação), 674 anzóis de galho, 10 tarrafas, 23 boias (joão-bobo) e 18 cordas de espinhel, cada um com média de 20 anzóis, o que perfaz 360 anzóis.

Prejuízos financeiros aos pescadores

Os prejuízos aos pescadores também foram grandes. Além das multas, foram apreendidos 14 barcos, 13 motores de popa e 45 carretilhas e molinetes com varas.

Drones

Os drones têm funcionado como uma importante ferramenta nos trabalhos preventivos em todas as operações da PMA. Com os aparelhos, os infratores têm ficado com receio de serem identificados pelas imagens e os drones permitem que os Policiais possam fiscalizar grandes áreas de rios, inclusive, acampamentos de pescadores, ou outros crimes no entrono dos rios, sem serem percebidos, o que dificulta ainda os avisos via celular aos infratores, que são comuns quando as equipes estão nos rios, ou a campo.

RESUMO DA OPERAÇÃO 2022

Auto de Infração SEMA

75

Freezer/Caixas Isotérmicas

4

Prisão/ Autuados

75

Iscas (UN)

240

Pescado Apreendido

423,4 kg

Motor de popa

13

Anzóis de galho

674

Redes

211

Barcos

14

Veículos

3

Carretilhas/Molinetes

45

Tarrafas

10

Espinhéis

14

Multas R$

R$ 95.640,00

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá