Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Geral

PMA aguarda laudo pericial para autuar fazendas por crime ambiental no Pantanal

21 setembro 2020 - 10h16Sílvio de Andrade, Portal do Governo de MS

Policiais militares ambientais, cadetes da Policia Militar com especialização em veterinária e peritos da Polícia Civil e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de MS) realizaram minucioso levantamento da área queimada no Pantanal, paralelamente à Operação Maitáá, da Polícia Federal. O trabalho de campo investigou a origem dos focos de calor e os impactos do fogo aos nos pantanais da Nhecolândia, Nabileque e Jacadigo, em Corumbá, maior município da planície.

 “Ficou muito claro que alguns focos de calor registrados na região começaram nas fazendas vistoriadas”, informa o 1º tenente Anderson Ortiz Dias, comandante da unidade da PMA em Dourados e coordenador da perícia. Ele acrescentou que aguarda o laudo pericial para fundamentar o que foi constatado in loco. “O fogo não surgiu apenas por ação humana, a seca que castiga a região contribuiu muito”, aponta o policial ambiental.

Fauna castigada

No monitoramento da fauna, os dados são alarmantes: muitos animais mortos pelos incêndios, a maioria jacarés e capivaras. Foi montada uma central de atendimento na unidade da Polícia Ambiental de Corumbá, porém não houve registro de animais resgatados porque o período de maior intensidade dos focos de calor ocorreu entre junho e agosto, explicou a veterinária Beatriz Ramos Bertoldo, cadete da Polícia Militar.

Veterinários da PM analisaram carcaça de jacaré encontrada em fazenda, a questão é se morte foi ocasionada pelo fogo ou pela seca. Foto: Divulgação/PMA

“Acompanhamos a perícia da PMA e aproveitamos o trabalho de campo para fazer um levantamento dos impactos à fauna. Verificamos um grande número de animais atingidos pelo fogo, com alguns morrendo também devido a intensidade da seca que castiga a região”, disse Beatriz. Ela informou que, ao lado da veterinária e cadete Aline Correa Bezerra e da soldado PMA Aline Barros, realizou atendimento aos animais domésticos das fazendas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Evento
“Mulheres podem fazer ciência?” encerra programação do 1º Ciclo de Webconferências da UFGD
Encerramento domingo
Criatividade e atividades virtuais marcaram Outubro Rosa na pandemia
Despedida e Agradecimento
Bombeiros do Paraná e Distrito Federal encerram participação na Operação Pantanal II
Salvo
Tucano ferido é resgatado por moradora do Universitário
Colaborativo
MPT recebe sugestões de ações de combate à discriminação de pessoas negras no mercado de trabalho
Atualização Covid-19
MS registra 410 novos casos de coronavírus e 14 óbitos em 24 horas
Feliz Aniversário
Pelé 80 anos: vida longa ao rei do futebol
Trânsito
Motociclista fica ferido em colisão com moto e carro no Popular Velha
Leilão Encerrado
Aegea Saneamento vence leilão da PPP para universalizar esgotamento sanitário em MS
Violência Doméstica
Homem tenta invadir casa da ex e termina preso pela PM

Mais Lidas

Homicídio
Homem é encontrado morto no bairro Cristo Redentor
Flagrante
Traficante é preso com 16 quilos de maconha
Encerramento domingo
Criatividade e atividades virtuais marcaram Outubro Rosa na pandemia
Trânsito
Motociclista fica ferido em colisão com moto e carro no Popular Velha