Menu
terça, 11 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Plano estadual de ciência e inovação é pauta entre instituições

19 março 2016 - 12h55Gesiane Medeiros
O Plano estadual de ciência e inovação está em fase de construção pelo governo de Mato Grosso do Sul. O 1° Encontro Regional de Ciência, Tecnologia e Inovação aconteceram durante a Rota do Desenvolvimento. Equipe de pesquisadores da Embrapa Pantanal ministraram palestras sobre o tema e o assunto pode avançar com a participação de diferentes instituições educacionais e ambientais do estado. O encontro regional foi aberto com a palestra "Inovação e sustentabilidade. Local: território inovador", da professora Cleonice Alexandre Le Bourlegat, da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), de Campo Grande. Ela abordou a realização de arranjos e redes, afirmou que a força dessas redes está nas relações, e não nas pessoas, e reforçou a importância do diálogo entre os atores. Segundo ela, particularidades locais devem ser valorizadas em projetos de pesquisa, ainda que concebidos em rede. Depois da palestra, a Superintendência de Ciência e Tecnologia e Inovação da Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação de Mato Grosso do Sul organizou uma dinâmica para que os participantes pudessem ajudar na construção do plano. Foram formados quatro grupos, com representantes da Embrapa Pantanal, UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). Todos debateram as forças e fraquezas do sistema de ciência e tecnologia regional, por meio de uma visão interna. Em seguida, abordaram oportunidades e desafios regionais do ponto de vista externo ao sistema. Renato Roscoe, o superintendente, disse que os quatro trabalhos serão sistematizados e retornarão aos participantes. Antecipadamente, ele verificou itens comuns apontados pelos grupos, como a grande diversidade de atores altamente qualificados na região e a riqueza cultural exposta por todos. "Agora vem a pergunta-chave: onde somos bons? No que nos diferenciamos?", colocou. Agostinho Catella, pesquisador da Embrapa Pantanal, sugeriu que a sistematização dessas questões seja encaminhada não apenas aos participantes do encontro, mas a toda a rede de pesquisadores cadastrada pelo governo estadual.   Informações e contribuição Embrapa Pantanal  

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PRF apreende mais de 7 toneladas de maconha em MS
POLICIAL
PF realiza prisão por tráfico interestadual de drogas e apreende 200 kg de maconha
EDUCAÇÃO
IFMS investe no aprimoramento de atividades não presenciais
MEIO AMBIENTE
Parque Municipal de Piraputangas recebe observação de aves
HOMENAGEM
Câmara homenageia OAB de Corumbá pelo seu 63º aniversário de fundação
CIDADANIA
Abertas as inscrições para a 2ª edição do programa Juventude Empreendedora
GERAL
Após recomendação da Anvisa, Estados e prefeituras mudam vacinação de grávidas
GERAL
CPI da Covid questiona presidente da Anvisa sobre vacinas nesta terça
ECONOMIA
Produtividade cai 2,5% no primeiro trimestre de 2021, aponta pesquisa da CNI
GERAL
Maio da Diversidade LGBT+ terá mais de 100 ações do Governo MS

Mais Lidas

POLICIAL
PM encerra festa clandestina em casa abandonada e prende foragido da justiça
POLICIAL
Homem é preso por infração de medida sanitária e desobediência
POLICIAL
Casal é preso após briga no bairro Dom Bosco
POLICIAL
PRF recupera veículo e liberta homem que estava mantido em cárcere privado