Menu
terça, 30 de novembro de 2021
Cassems - Rede Amo
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

PL sobre contribuição previdenciária é tratada em encontro na Câmara

01 março 2021 - 15h38ASCOM Câmara

A adequação da Lei Complementar 87/2005 que reestrutura o regime próprio de Previdência Social do Município à Emenda Complementar 103/2019, está sendo discutida em Corumbá antes do encaminhamento à Câmara, por parte da Prefeitura, do Projeto de Lei que altera o percentual da alíquota de contribuição previdenciária.

Na manhã dessa segunda-feira, 01 de março, o secretário de Finanças e Gestão, Luiz Henrique Maia de Paula, juntamente com integrantes da sua equipe, se reunião com vereadores corumbaenses e com representantes do Conselho Municipal do Fundo de Previdência Social dos Servidores Municipais de Corumbá (FUNPREV), para debater o assunto.

O encontro foi no plenário da Câmara, oportunidade em que o secretário pode explanar o tema em questão, observando que o aumento da alíquota foi estabelecida pelo Governo Federal por meio da Emenda Constitucional 103/2019, estabelecendo inclusive um prazo de 2 anos para adequação do órgão ou entidade gestora do regime próprio de previdência social, o FUNPREV em Corumbá.

“A Emenda Constitucional estabeleceu o valor da alíquota de contribuição previdenciária em 14%, tanto para os servidores, como para o Município (Patronal). O prazo estabelecido foi de dois anos e temos que nos adequar, sob pena de perdermos a CRP (Certidão de Regularidade Previdenciária)”, explicou o secretário.

Ele citou que, hoje, o recolhimento previdenciário do servidor está em 11%, e do Município (Patronal), 13,79%. Reforçou que não se trata de uma medida própria do Município, mas sim, em cumprimento à legislação estabelecida pelo Governo Federal. “Se não nos adequarmos, podemos ficar sem receber recursos federais”, ressaltou.

O presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Roberto Façanha, argumentou que “é preciso que o Projeto de Lei seja discutido com todas as categorias de servidor público, antes de ser encaminhado para apreciação dessa Casa de Leis”.

Ele até sugeriu que a equipe da Prefeitura convoque representantes das categorias para tratar do tema, explicar as necessidades de se adequar à legislação federal vigente. “Nós vereadores, também participaremos dessas reuniões, importantes para uma tomada de decisão”, reforçou.

Além de Façanha, participaram também dessa reunião de hoje, os vereadores Manoel Rodrigues, Elinho Verde Fruti, Samyr Qualhada, Allex Dellas, Genilson José, Raquel Bryk, Nelsinho Dib, Ubiratan Canhete de Campos Filho (Bira) e Alexandre Vasconcellos.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Delegacia de Polícia Civil
Com emenda parlamentar de Evander, Ladário inaugura "Sala Lilás" em Dezembro
Cidade
Briga de casal termina com marido ferido por faca
Política
Paulo Duarte toma posse dia 03 com transmissão ao vivo
Transporte Coletivo
Vereador pede mais ônibus circulando para reduzir espera e evitar superlotação
Além de mais veículos circulando, a reivindicação incluiu a instalação de cobertura e banco no ponto de ônibus da Firmo de Matos
Sem festa
Depois de cancelar o Carnaval, Trad diz que Capital também não terá festa de Réveillon
Farsa
Bolivianos são presos ao tentavam ir para a Europa com documentos paraguaios
Doe Vida
Nesta terça e quarta Corumbá realiza campanha de doação de sangue
Economia Local
Servidores municipais recebem salário de novembro hoje e 13º no dia 15 de dezembro
Transporte Aéreo
Voo ligando Corumbá a Campo Grande é solicitado durante sessão da Câmara
Vigilância
Nota técnica alerta população para doença mão-pé-boca

Mais Lidas

Oportunidade
IFMS abre 482 vagas em cursos de graduação gratuitos
No Pantanal
Estrada que liga ponte do Naitaca a rodovia tem previsão de entrega antecipada para janeiro de 2022
Corumbá
Bombeiros evitam explosão de gás de cozinha em casa do centro
Corumbá
Motorista abandona condutor de moto ferido após colisão