Menu
domingo, 24 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

PF prende bolivianos com mais de 5k de cocaína no casaco

30 março 2016 - 18h09Sylma Lima
Em  fiscalização de rotina realizada na fronteira do Brasil com a Bolívia, nesta quarta -feira (30), a Polícia Federal prendeu em flagrante dois bolivianos que ingressavam no país com 5.190g de cocaína escondidas em cinco casacos. Os bolivianos estavam a pé quando foram abordados pela Polícia Federal. Eles demonstram nervosismo na entrevista e não souberam explicar o peso dos casacos. Após romperem o tecido de um dos casacos a Polícia Federal localizou os invólucros e confirmou que se tratava de cocaína através do exame de narcoteste. Os bolivianos  disseram  que  entregariam o entorpecente para uma pessoa em Corumbá. Não infromaram quanto receberiam pelo transporte da droga. Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal em Corumbá, onde está sendo lavrado o auto de prisão em flagrante.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19