Menu
quarta, 24 de abril de 2024
Governo - Fazer Bem Feito - Abril 24
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

PF desmantela organização voltada ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

02 dezembro 2020 - 11h00Assessoria de Imprensa

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta, 02/12/2020, a Operação Areia Branca, com vistas a desarticular uma organização criminosa voltada ao tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro.

Aproximadamente 77 policiais federais cumprem 5 mandados de prisão preventiva e 19 mandados de busca e apreensão nas cidades de Corumbá/MS, Campo Grande/MS, Vitória/ES, Serra/ES e Itapemirim/ES, além do sequestro de mais de R$ 11 milhões em bens móveis e imóveis da organização criminosa. Os mandados foram expedidos pela 5ª Vara Federal de Campo Grande/MS.

As investigações tiveram início em 2018 após a Polícia Federal em Corumbá/MS receber informações acerca da atuação de um traficante internacional, listado à época como um dos seis narcotraficantes mais procurados no Brasil, o qual estava foragido na Bolívia e de lá comandava o envio de aproximadamente 3 toneladas mensais de cocaína para o Brasil, a partir da região do Chapare boliviano. O investigado principal e sua esposa, também foragida das autoridades brasileiras, foram localizados e presos durante as apurações.

As informações obtidas pela PF apontaram que a droga chegava em solo brasileiro principalmente por meio de aeronaves de pequeno porte e, posteriormente, era transportada em caminhões que seguiam para cidades do interior do país. A cocaína destinada à Europa era embarcada ilegalmente em portos brasileiros dentro de navios de carga.

Durante as investigações, também foi possível vincular o comando da organização criminosa como o responsável por diversos carregamentos de cocaína, entre eles um flagrante realizado em 06/11/2017, com a apreensão de 529 Kg de cocaína em Viana/ES e a prisão de duas pessoas que transportavam a droga em uma carreta com carga de milho.

Ainda no curso da investigação, houve outra grande apreensão de cocaína, num total de 458 Kg, realizada em 23/04/2018, na cidade de Carauari/AM, oportunidade em que se efetuou a prisão em flagrante de quatro pessoas transportando o entorpecente em uma aeronave vinda da Bolívia.

O nome da operação faz referência a um areeiro em Corumbá/MS, de propriedade da organização criminosa, que servia de fachada, entre outras empresas, para a lavagem de ativos decorrentes do tráfico internacional de drogas.

A Polícia Federal reforça que a atual pandemia não afetou as investigações e ações da instituição, principalmente na repressão aos crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro nas regiões de fronteira.

Em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção  ao  contágio,  com  distribuição  de  EPIs  a  todos  os  envolvidos  na  missão,  a  fim  de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Causa Animal
Projeto de Lei cria o Dia Municipal de Adoção Animal em Corumbá
Assembleia Geral
Professores da UFMS decidem por paralisação a partir de 1º de maio
Cidade Limpa
Vereador cobra instalação de lixeiras na cidade com intensa campanha educativa
Boletim
Com mais 1 morte confirmada, MS já tem 15 vítimas da dengue
Por 30 dias
Morte de cão extraviado faz Gol suspender transporte de animais
Saúde
Anvisa publica resolução que proíbe cigarro eletrônico no Brasil
Economia Nacional
Beneficiários do INSS começam a receber o 13º a partir desta quarta-feira (24)
Administração
Lajotas retiradas da rua Ladário serão reaproveitadas em alamedas e vias de menor movimento
Saúde Pública
Vereador pede agilidade nas cirurgias ginecológicas para reduzir fila de espera em Corumbá
Administração
Convênio com o Estado garante R$ 34,5 milhões para infraestrutura urbana e rural em Corumbá

Mais Lidas

Eleições 2024
PL apresenta pré-candidatos a vereadores em Ladário
Oficial
Prefeitura divulga gabaritos do concurso público; prazo para recursos abre dia 24
Travessia Reestabelecida
Embarcação brasileira apreendida ilegalmente na Bolívia é devolvida após quatro dias
Profissão
Voucher Transportador já atendeu 990 motoristas e pode ganhar novas vagas