Menu
segunda, 15 de agosto de 2022
Governo - Utilidade Pública - Agosto/22
Andorinha Institucional
Geral

Paciente com Covid-19 sai da UTI e dispensa respirador com uso de cloroquina e azitromicina

09 abril 2020 - 08h53Gesiane Sousa e Sylma Lima

A equipe médica da Santa Casa de Corumbá, dirigida pelo Dr. Manoel João, está conseguindo caminhar para a cura do paciente infectado por Covid-19. Internado no Hospital desde o dia 3 de abril, ontem, o homem de 48 anos, saiu do Centro de Tratamento Intensivo (UTI) e foi colocado num quarto, dispensando o uso de ajuda mecânica para respirar.

Hoje, dia 9, segundo informações do próprio Dr. Manoel João, o paciente completa cinco dias de tratamento com o uso de cloroquina e azitromicina. Apesar dos medicamentos ainda não possuírem eficácia comprovada cientificamente no combate ao Coronavírus, as drogas estão sendo usados em diversos países para combater o vírus e tem alcançado ótimos resultados.

O uso da cloroquina e hidroxicloroquina (versão menos tóxica da droga) está levantando polêmica no mundo inteiro, o medicamento utilizado no tratamento contra a malária e artrite, é apontado por especialistas com dúvidas quanto a sua eficácia no combate ao Covid-19. Segundo instituições científicas, há necessidade de estudos mais aprofundados para decidir se vale a pena utilizar a droga, mesmo com os riscos dos efeitos colaterais que podem causar arritmia cardíaca e infarto, em casos mais extremos. No Brasil, o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou durante coletiva ontem a noite, que o medicamento está liberado para médicos utilizarem em casos de complexidade média e grave, desde que o paciente autorize a administração formalmente, ele ressaltou o alerta para os prejuízos à saúde, mas considerou a eficiência da droga nos casos já apresentados pelo mundo.  

Em Corumbá, Dr. Manoel João defende o uso do remédio no tratamento contra o Coroavírus. “O medicamento é testado e aprovado e o paciente autorizou o uso, eu iria esperar pelo o quê?”, disse o médico que parabeniza seus colegas de trablaho e afirma precisar encorajar sua equipe todos os dias para vencer essa guerra.

"Um famacêutico da cidade, que prefere ficar no anonimato, nos doou de 12 tratamentos, são 200 comprimidos de hidroxicloroquina, a versão com menos risco de efeitos colaterais.", comemora Dr. Manoel João pela aquisição. 

Hoje o paciente completa cinco dias do tratamento com cloroquina e azitromicina, e segundo Dr. Manoel João, tudo caminhando bem como está, o homem poderá receber alta já no próximo sábado, 11, para seguir o período de observação (quarentena) em casa.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corumbá
Comemoração de Dia dos Pais termina com briga entre famílias no bairro Cristo Redentor
Nove pessoas foram conduzidas para Delegacia; um homem precisou ser algemado e uma mulher precisou de pontos no Pronto Socorro
Operação Pesca Legal
PMA reforça vigilância aos cardumes e apreende petrechos ilegais de pesca
Tempo
Semana começa com máxima de 38°C no estado e previsão de virada de tempo amanhã
Corumbá tem máxima prevista em 37°C para esta segunda (15)
Próximo a Agesa
Boliviano é socorrido com fratura após colidir em caminhão na Ramon Gomes
Ladário
Inscrições abertas para a Escola de Futsal Pérola do Pantanal
Implantada
Maternidade de Corumbá ganha farmácia exclusiva
Imunização
Encerrada vacinação nas escolas de Ladário; Segunda-feira inicia ação nas creches
Evento
Semana da Primeira Infância inicia segunda-feira com atividades até 19 de agosto
Na fronteira
Dono de fazenda é multado em R$ 29 mil por trânsito ilegal de gado
Capital
Feira Central de Campo Grande abre ao meio-dia para comemorações de Dia dos Pais neste domingo

Mais Lidas

Próximo a Agesa
Boliviano é socorrido com fratura após colidir em caminhão na Ramon Gomes
Destaque
Concursos públicos em Mato Grosso do Sul atraem candidatos de outros estados
Turismo
Requalificação da orla do Porto Geral terá investimento de R$ 87,4 milhões
Implantada
Maternidade de Corumbá ganha farmácia exclusiva