Menu
sexta, 19 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Organização e gestão da orla portuária será feita em parceria com ANTAQ e União

29 janeiro 2016 - 12h25Gesiane Medeiros
A vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, Márcia Rolon, recebeu nesta quinta-feira, 28, a analista técnica da Secretaria dos Portos da Presidência da República (SEP), Maricélia Pereira da Silva. A visita é uma das etapas do trabalho de organização e gestão da orla portuária, desenvolvido pela Prefeitura desde 2013. “Hoje todo o funcionamento do Porto Fluvial está fora dos padrões determinados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), órgão federal responsável por essa fiscalização”, esclareceu Márcia Rolon, explicando que essa é uma situação que persiste há quase 20 anos. “O convênio firmando em 1998 entre a Prefeitura e o Ministério dos Transportes classificou a região como Porto Organizado. Ou seja, temos a mesma finalidade do Porto de Santos, um dos maiores do Brasil, por exemplo, mas nunca tivemos essas características de embarque e desembarque de grandes cargas como acontece lá”, completou a diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente. “Por determinação da ANTAQ, precisamos organizar o Porto Fluvial de Corumbá, problema que se arrasta há anos e agora na gestão do prefeito Paulo Duarte, estamos conseguindo minimizar as multas, estabelecer um diálogo e trabalhar de forma integrada com a SEP, a Fundação de Turismo, os Conselhos do Turismo e do Meio Ambiente, além do trade. Queremos melhorar a estrutura tanto para os turistas que visitam a cidade quanto para a população local que utiliza a Prainha Vermelha para carga e descarga”, completou. A vice-prefeita apresentou à representante da SEP toda a estrutura do Centro de Convenções, onde atualmente funciona a sede do Sesc em Corumbá, a Prainha Vermelha, o Parque Marina e toda a Orla Portuária de Corumbá. “Viemos ver como está a situação do Porto porque existem algumas irregularidades. Na verdade, ele não está funcionando exatamente como deveria. Ou seja, a ANTAQ, que fiscaliza, tem que apurar isso e a gente, como poder concedente, tem que regularizar esse convênio. Viemos para ver o que é possível fazer para regularizar toda essa situação”, afirmou Maricélia Silva. Com status de ministério, a SEP é responsável por gerir todo o setor portuário no Brasil, exceto instalações IP4 (menor porte), que continuam com o Ministério dos Transportes. “Desde que a SEP foi criada ela assumiu toda a parte de portos organizados, de instalação de grande porte. E esse Porto de Corumbá foi criado como um Porto Organizado”, continuou a analista. “Então lá atrás, o Ministério dos Transportes fez um convênio com esse porto e delegou para a Prefeitura a administração, mas isso enquanto Porto Organizado, um local onde acontece um transporte principalmente de cargas, como por exemplo o Porto de Santos, onde chegam os navios e recolhem das devidas taxas. Aqui houve um desvio do convênio, uma mudança na finalidade do porto. Ele acabou sendo transformado em um Centro de Convenções e o porto mesmo não funciona. Então viemos para buscar uma alternativa”, detalhou. Ainda de acordo com a representante da Secretaria dos Portos, o convênio de 1998 foi descumprido e, provavelmente, deve ser cancelado. “Dado que não há demanda para se construir um Porto Organizado aqui e o que também foi feito há muitos anos, essa situação irregular está estabelecida e a gente está com interesse de tentar resolver essa situação”, finalizou Maricélia Pereira da Silva.         Texto da assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Corumbá        

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Operação conjunta recupera objetos furtados na Igreja Nossa Senhora da Candelária
Participação Popular
Responda a pesquisa que vai deixar o Capital do Pantanal com a sua cara
Mais do que informar, queremos estar presentes na vida dos leitores com pautas que sejam interessantes e importantes para o dia a dia
Oportunidade
Concurso público unificado da Justiça Eleitoral: prazo de inscrição termina hoje (18)
Em Campo Grande
Fazenda da família de Michel Teló é multada por desmatamento ilegal
Consumidor
Preço do etanol sobe média de R$ 0,40 em uma semana no estado
Empreendedorismo
Etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios está com inscrições abertas em MS
Moda
Estilista de MS cria coleção com famosas onças da artista visual Lúcia Martins
Direitos Humanos
Mortes violentas no Brasil diminuem 3,4% em 2023
Educação
Prouni 2º semestre: inscrições começam na próxima terça-feira
Gestão
Economista Cristiane Schmidt assume a presidência da MSGÁS

Mais Lidas

5 mandados
Operação da PF combate tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Corumbá
Últimas 24 horas
Óbito de motociclista em Ladário é destaque no plantão dos Bombeiros
Últimas 24h
Plantão registra facada, agressão física e resgate fluvial no Pantanal
Atualização
Equipes mantém monitoramento nas regiões Maracangalha e Morro do Urucum