Menu
sábado, 19 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Operação desarticula organização criminosa especializada na ocultação de bens e valores do tráfico internacional

27 agosto 2020 - 08h13Redação Ascom PF

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (27), a terceira fase da denominada Operação Teseu, com o objetivo de desarticular organização criminosa composta por uma rede de empresas dedicadas à lavagem e ocultação de bens e valores para narcotraficantes atuantes na região de fronteira seca entre o Brasil e o Paraguai.

Ao todo, cerca de 40 policiais cumprem 7 mandados de Busca e Apreensão, expedidos pela 3ª Vara Federal de Campo Grande (MS), em endereços localizados em Ponta Porã, e nas cidades paulistas de Nova Granada, Valinhos e Ribeirão Preto.

Nas fases anteriores da operação Teseu foram identificadas várias transações financeiras suspeitas que revelaram a existência de uma sofisticada rede de empresas utilizada pelos líderes da Organização Criminosa para o financiamento de suas despesas pessoais, dissimulando a origem e a movimentação dos recursos oriundos do tráfico de drogas.

Como resultado das investigações, foi decretado o sequestro de sete imóveis pertencentes aos envolvidos, bem como o bloqueio de contas bancárias de pelo menos treze pessoas físicas e jurídicas. Além disso, quatro empresas tiveram suas atividades econômicas suspensas cautelarmente em razão dos indícios de se tratar de “lavanderias de dinheiro”.

As ações reforçam a diretriz de atuação da Polícia Federal relativa à desestruturação das grandes organizações criminosas por meio de sua descapitalização e da responsabilização penal de seus integrantes, sobretudo seus líderes.

Por suas condutas, os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes de organização criminosa (art. 2º da Lei nº 12.850/2013), lavagem de capitais (art. 1º da lei 9.613/1998) e evasão de divisas (art. 22, parágrafo único da lei 7492/1986), cujas penas somadas podem ultrapassar 24 anos de reclusão.

A Operação foi batizada “Teseu” em alusão ao herói grego que, segundo a mitologia, derrotou a figura mítica de Minotauro, monstro que assolava a ilha de Creta.

Deflagração Simultânea

A terceira fase da Operação Teseu está sendo deflagrada simultaneamente com a Operação Pavo Real, também da Polícia Federal, a qual visa a desmantelar financeiramente outra organização criminosa que também atua na lavagem de capitais oriundos do narcotráfico, em relação à qual também foram cumpridos mandados no dia de hoje no Mato Grosso do Sul e outros estados.

A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Comissão rejeita proposta de inclusão de jornalistas, bancários e vigilantes em grupos prioritários
SAÚDE
SES autoriza municípios a vacinarem com a Pfizer adolescentes acima de 12 anos com comorbidades
POLICIAL
PRF apreende 450 mil maços de cigarro contrabandeados na Capital
GERAL
MPF aponta risco de desaparecimento de espécies no Rio Paraná
Rio Paraná Energia, empresa da holding China Three Gorges Corporation (CTG), é acusada de descumprir regras ambientais e levar à beira do desaparecimento peixes como Pintado e Dourado
SAÚDE
SES prepara distribuição das 70.160 doses de vacina contra a covid-19 em MS
GERAL
Fórum apresenta avanços do Plano Estratégico em MS
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam ave em extinção ferida
GERAL
Contribuintes têm até o dia 3 de agosto aderir ao REFIS 2021
EDUCAÇÃO
Terminam hoje as inscrições do Encceja 2020 para privados de liberdade
GERAL
Homem fica ferido após queda de cavalo no Pantanal

Mais Lidas

GERAL
Homem fica ferido após queda de cavalo no Pantanal
GERAL
Bombeiros combatem incêndio em concessionária no Centro
POLICIAL
PM de Corumbá prende homem com mandado de prisão em aberto na área central
GERAL
Atenção ao prazo: licenciamento de veículos com placas 3 e 4 vence neste mês