Menu
quinta, 18 de abril de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Operação desarticula organização criminosa especializada na ocultação de bens e valores do tráfico internacional

27 agosto 2020 - 08h13Redação Ascom PF

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (27), a terceira fase da denominada Operação Teseu, com o objetivo de desarticular organização criminosa composta por uma rede de empresas dedicadas à lavagem e ocultação de bens e valores para narcotraficantes atuantes na região de fronteira seca entre o Brasil e o Paraguai.

Ao todo, cerca de 40 policiais cumprem 7 mandados de Busca e Apreensão, expedidos pela 3ª Vara Federal de Campo Grande (MS), em endereços localizados em Ponta Porã, e nas cidades paulistas de Nova Granada, Valinhos e Ribeirão Preto.

Nas fases anteriores da operação Teseu foram identificadas várias transações financeiras suspeitas que revelaram a existência de uma sofisticada rede de empresas utilizada pelos líderes da Organização Criminosa para o financiamento de suas despesas pessoais, dissimulando a origem e a movimentação dos recursos oriundos do tráfico de drogas.

Como resultado das investigações, foi decretado o sequestro de sete imóveis pertencentes aos envolvidos, bem como o bloqueio de contas bancárias de pelo menos treze pessoas físicas e jurídicas. Além disso, quatro empresas tiveram suas atividades econômicas suspensas cautelarmente em razão dos indícios de se tratar de “lavanderias de dinheiro”.

As ações reforçam a diretriz de atuação da Polícia Federal relativa à desestruturação das grandes organizações criminosas por meio de sua descapitalização e da responsabilização penal de seus integrantes, sobretudo seus líderes.

Por suas condutas, os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes de organização criminosa (art. 2º da Lei nº 12.850/2013), lavagem de capitais (art. 1º da lei 9.613/1998) e evasão de divisas (art. 22, parágrafo único da lei 7492/1986), cujas penas somadas podem ultrapassar 24 anos de reclusão.

A Operação foi batizada “Teseu” em alusão ao herói grego que, segundo a mitologia, derrotou a figura mítica de Minotauro, monstro que assolava a ilha de Creta.

Deflagração Simultânea

A terceira fase da Operação Teseu está sendo deflagrada simultaneamente com a Operação Pavo Real, também da Polícia Federal, a qual visa a desmantelar financeiramente outra organização criminosa que também atua na lavagem de capitais oriundos do narcotráfico, em relação à qual também foram cumpridos mandados no dia de hoje no Mato Grosso do Sul e outros estados.

A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

4ª convocação
Atleta corumbaense disputa Pan-Americano de Basquete Máster no México
Destaque
Plano de Combate a incêndios prevê instalação de 13 bases avançadas no Pantanal
Obrigatório
FUNPREV convoca aposentados e pensionistas por invalidez para perícia médica bianual
Assistência
Povo das Águas atende moradores da região do Baixo Pantanal a partir de segunda, dia 22
Destaque
Corumbá promove, na 6ª feira, 2ª Conferência de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde
Economia
Exportação de industrializados de MS atingem US$ 434,7 milhões em março
Mudança
Novo sistema de cadastro no Programa Precoce MS já está disponível
Abril Verde
Campanha promove conscientização contra assédio a mulheres no trabalho
Plantão
Moradores do Centro América acionam os Bombeiros para conter Pitbull agressivo
Eleições 2024
Em novo partido, vereador Luciano Costa confirma pré-candidatura à prefeitura de Corumbá

Mais Lidas

Prata da Casa
Campanha arrecada doações para estudante competir em provas de atletismo na Capital
Segurança Alimentar
Supermercado de Ladário recebe autorização para manipular alimentos de origem animal
Segurança
Em 1º mês de atuação, Gafip recupera 100% das tornozeleiras rompidas em Corumbá
Corumbá
Banda faz apresentação cultural em celebração aos 376 anos do Exército