Menu
sexta, 01 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Operação Ágata apreende arma e drogas no Pantanal

28 setembro 2018 - 16h01Sylma Lima

No período de 25 a 28 de setembro, o Comando Militar do Oeste, o Comando do6° Distrito Naval, os Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF), tais como Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Receita Federal e Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, realizaram a operação ÁGATA PANTANAL V, na faixa de fronteira oeste.

A Operação ÁGATA, coordenada pelo Ministério da Defesa, consiste em uma Operação Conjunta das Forças Armadas, com apoio dos OSPF federais e estaduais, visando intensificar a presença do Estado nas regiões da faixa de fronteira e fortalecer a prevenção, o controle, a fiscalização e a repressão aos delitos transfronteiriços, tais como o tráfico de pessoas, drogas, armas e munições, bem como os crimes ambientais.

A Marinha do Brasil empregou o Navio Transporte Fluvial “Paraguassu”, aeronave do 4o Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, militares do Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário-MS e Capitania Fluvial do Pantanal. O Exército Brasileiro atuou com militares das Unidades da 18a Brigada de Infantaria de Fronteira (Corumbá, Coxim, Porto Murtinho), dos Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) e com meios especiais recebidos do Comando Militar do Oeste, como helicópteros. No total, foram mobilizados cerca de 700 militares.

Além desses meios, houve a presença de cães farejadores e a imprescindível integração e colaboração dos OSPF, por meio de agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal do Brasil e de policiais militares do Estado do Mato Grosso do Sul, que atuaram sinergicamente com os militares das Forças Armadas.

Durante a Operação ÁGATA foram realizadas operações preventivas e repressivas pontuais, tais como patrulhamentos terrestres e fluviais; estabelecimento de postos de bloqueio e controle de estradas e de vias fluviais; revista em veículos e em embarcações e intensificação da fiscalização de produtos controlados. Todas as ações foram pautadas no trabalho integrado de inteligência e no rigoroso respeito aos diplomas legais nacionais.

No decorrer da Operação não houve nenhum tipo de incidentes com os militares e agentes envolvidos. Como resultados tangíveis ocorreu a prisão de um paraguaio por tráfico internacional de arma e apreensão de pasta base de cocaína. Além das fiscalizações, foram realizadas ações cívicos sociais pela Marinha do Brasil e pelo Exército, como atendimento médico, distribuição de livros e revistas e exposição de materiais das duas Forças.

A Operação ÁGATA PANTANAL V ocorre devido à plena integração e comprometimento, provenientes da união de esforços entre as Forças Armadas e os OSPF no combate aos delitos transfronteiriços e no fortalecimento da presença do Estado brasileiro na fronteira oeste, contribuindo para promover a segurança da nossa população.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bombeiros
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nesta manhã em Corumbá
Plantão
Tucano é resgatado em casa do bairro Cervejaria
Valorização
Vem aí Super Chef Merendeira; Ladário participa da competição
Destaque
Mato Grosso do Sul dá primeiro passo para inserir inovação em compras públicas
Contra a Dengue
Sábado é Dia D de combate ao mosquito no Alta Floresta II em Ladário
Eventos
Programação do mês da mulher começa na segunda-feira, 04 de março
Medidas
TSE proíbe uso de inteligência artificial para criar e propagar conteúdos falsos nas eleições
27 vagas
Inscrições para concurso de professores da UFMS seguem abertas até 7 de março
Em discussão
Trabalhadores de aplicativo devem ter ganho mínimo e cobertura da previdência
Sorte Grande
Nota Premiada sorteia R$ 300 mil nesta quinta-feira em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

Serviço Público
Santa Casa anuncia fechamento do setor psiquiátrico em Corumbá
10 vagas em MS
Inscrições estão abertas para concurso da Caixa com três vagas em Corumbá
Confirmado
Dupla sertaneja Henrique e Diego é a principal atração cultural do FIPEC 2024
Ensino
Curso "Me salve!" está com matrícula grátis e 1ª mensalidade para 10 de março