Menu
quinta, 13 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Operação Ágata apreende arma e drogas no Pantanal

28 setembro 2018 - 16h01Sylma Lima

No período de 25 a 28 de setembro, o Comando Militar do Oeste, o Comando do6° Distrito Naval, os Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF), tais como Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Receita Federal e Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, realizaram a operação ÁGATA PANTANAL V, na faixa de fronteira oeste.

A Operação ÁGATA, coordenada pelo Ministério da Defesa, consiste em uma Operação Conjunta das Forças Armadas, com apoio dos OSPF federais e estaduais, visando intensificar a presença do Estado nas regiões da faixa de fronteira e fortalecer a prevenção, o controle, a fiscalização e a repressão aos delitos transfronteiriços, tais como o tráfico de pessoas, drogas, armas e munições, bem como os crimes ambientais.

A Marinha do Brasil empregou o Navio Transporte Fluvial “Paraguassu”, aeronave do 4o Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, militares do Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário-MS e Capitania Fluvial do Pantanal. O Exército Brasileiro atuou com militares das Unidades da 18a Brigada de Infantaria de Fronteira (Corumbá, Coxim, Porto Murtinho), dos Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) e com meios especiais recebidos do Comando Militar do Oeste, como helicópteros. No total, foram mobilizados cerca de 700 militares.

Além desses meios, houve a presença de cães farejadores e a imprescindível integração e colaboração dos OSPF, por meio de agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal do Brasil e de policiais militares do Estado do Mato Grosso do Sul, que atuaram sinergicamente com os militares das Forças Armadas.

Durante a Operação ÁGATA foram realizadas operações preventivas e repressivas pontuais, tais como patrulhamentos terrestres e fluviais; estabelecimento de postos de bloqueio e controle de estradas e de vias fluviais; revista em veículos e em embarcações e intensificação da fiscalização de produtos controlados. Todas as ações foram pautadas no trabalho integrado de inteligência e no rigoroso respeito aos diplomas legais nacionais.

No decorrer da Operação não houve nenhum tipo de incidentes com os militares e agentes envolvidos. Como resultados tangíveis ocorreu a prisão de um paraguaio por tráfico internacional de arma e apreensão de pasta base de cocaína. Além das fiscalizações, foram realizadas ações cívicos sociais pela Marinha do Brasil e pelo Exército, como atendimento médico, distribuição de livros e revistas e exposição de materiais das duas Forças.

A Operação ÁGATA PANTANAL V ocorre devido à plena integração e comprometimento, provenientes da união de esforços entre as Forças Armadas e os OSPF no combate aos delitos transfronteiriços e no fortalecimento da presença do Estado brasileiro na fronteira oeste, contribuindo para promover a segurança da nossa população.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Lote com 5,7 milhões de doses de vacinas começa a ser distribuído
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos
VOLUNTARIADO
Confeiteiros Solidários realizam Campanha do Agasalho para o Voluntários no Caminho
POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
GERAL
Em Corumbá condutor tem veículo removido por transporte clandestino
GERAL
Detentas bolivianas em Corumbá recebem assistência de Consulado
ESPORTE
Curso de "Treinamento Esportivo no Contexto Escolar" vai ser realizado de 28 a 30 de maio
EDUCAÇÃO
Inep define cronograma do Censo Escolar da Educação Básica 2021
ESPORTE
Bia Cavassa visita Secretaria Nacional do Esporte e busca apoio para MS
GERAL
Bia Cavassa e vereadores visitam sede da Sudeco

Mais Lidas

OPERAÇÃO PRAÇA DA INDEPENDÊNCIA
PF cumpre mandado de prisão em empresários e funcionários da prefeitura de Corumbá
INCÊNDIO
Bombeiros combatem incêndio em residência no Cristo Redentor
GERAL
Homem fica ferido após colisão de motos
OPERAÇÃO INDEPENDÊNCIA
Operação Independência apreende arma de fogo e uma pessoa é presa