Menu
segunda, 08 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Oficina de Xadrez estimula disciplina e raciocínio de internas do presídio feminino de Corumbá

14 abril 2016 - 08h31Redação
O projeto está mudando a rotina de internas do Estabelecimento Penal Feminino Carlos Alberto Jonas Giordano (EPFCAJG), em Corumbá. A iniciativa tem por objetivo melhorar não só o raciocínio lógico, a memória e a concentração das custodiadas, como também estimular a disciplina, a autoestima e o respeito às regras para solução de problemas e elaboração de projetos de vida. As aulas tiveram início este mês, e ocorrem nas manhãs de quarta-feira, com acompanhamento do setor psicossocial do presídio. No total, 24 internas participam da oficina. A ideia surgiu através do juiz da Vara de Execução Penal de Corumbá, André Luiz Monteiro, que convidou professor Augusto César Samaniego, presidente do Clube de Xadrez Pantanal, para ensinar à detentas o “esporte da mente”. Com isso, o trabalho passou a integrar as ações de reinserção social desenvolvidas pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciária (Agepen). Fernanda Franco da Fonseca, 29 anos, é uma das enxadristas e afirma que já está percebendo os benefícios da prática. “É um jogo de estratégia, temos que pensar muito, e isso acaba desenvolvendo o nosso raciocínio”, comenta. Outro ponto positivo, aponta a interna, é o prazer proporcionado pelo jogo.  “Aprendemos e nos divertimos, pois aqui é um lugar em que vivemos muito estressadas por conta do confinamento e, com o xadrez, também nos distraímos, e saímos um pouco desse mundo”, complementa.O professor de xadrez conta que, a exemplo de Fernanda, as internas têm demonstrado muito interesse no jogo. “A gente começa ensinando o movimento de cada peça, depois o modo como essa peça captura outra, a importância dela no tabuleiro, a relação que há entre uma peça e outra e como combinar a força entre elas”, explica Samaniego, destacando que é um dos jogos mais populares do mundo. Para o juiz André Monteiro, idealizador do projeto, o xadrez é importante na vida do ser humano porque é um jogo que envolve lógica, raciocínio e estratégia. “A pessoa que joga xadrez adquire um senso muito prático de organização e concentração, além de desenvolver a sua memória, inteligência e imaginação”, ressalta. Já a diretora do EPFCAJG, Anelize Lázaro de Lima, garante que a iniciativa ajuda a preencher a ociosidade. “Ameniza e motiva uma melhor resolução de conflitos e interação entre os pares, preparando, assim, as pessoas para lidar com as mais variadas situações em suas vidas”, diz. Segundo Anelize, apesar de a oficina de xadrez ainda estar no início, já está sendo verificada a possibilidade de realização de um torneio no presídio, sem data ainda prevista. Para o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, a concretização de mais esse projeto demonstra o entrosamento entre a direção do presídio, a Vara de Execução Penal e o Conselho da Comunidade local. “Essa parceria tem sido muito importante para que o presídio feminino de Corumbá evolua cada vez mais, com resultados concretos não só nessa, como em outras ações envolvendo pessoas da comunidade com a questão das mulheres privadas de liberdade, o que sempre contribui para a reinserção social”, finaliza.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Ônibus clandestino com 34 bolivianos é apreendido no Brás em São Paulo
Geral
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
OPORTUNIDADE
Receita Federal abre vagas de estágio em Corumbá
CULTURA
Eleitos os representantes não governamentais para o Conselho de Cultura do município
SEGURANÇA PÚBLICA
Em MS, Senad defende proposta de agilizar leilões de bens do crime organizado
POLICIAL
Bandidos armados usam carro oficial do Governo de MS para roubar casal na Afonso Pena
GERAL
Mãe é detida após espancar bebê de 9 meses com pedaço de madeira em cidade de MS
ESPORTE
Estadual de Futebol 2021 prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
SAÚDE
Redução de testa: Dermatologista de MS explica sobre melhores formas de tratamento
GERAL
Mulher tem bebê em casa e bombeiros prestam atendimentos

Mais Lidas

GERAL
Ônibus clandestino com 34 bolivianos é apreendido no Brás em São Paulo