Menu
sexta, 16 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

Odilon parte para o ataque no segundo turno com coligações e apelo popular

08 outubro 2018 - 08h05Sylma Lima

Desde a primeira entrevista do juiz Odilon candidato ao governo do estado de Mato Grosso do  Sul disse que vinha enfrentando a campanha do ‘milhão contra o tostão’. Apesar de poucos recursos Odilon conseguiu polarizar a candidatura em todo estado, e com Junior Mochi , MDB, crescendo , conseguiu a distribuição de votos dando a oportunidade do estado ter o segundo turno, com mais tempo na televisão e mais debates de ideias e propostas.

Segundo Odilon, “ a legislação eleitoral do Brasil precisa de uma modificação porque ela protege, ampara, beneficia políticos que tem dinheiro, quem não tem dinheiro, não consegue se auto financiar. Mas o processo eleitoral na pratica, a meu ver, ocorreu bem” .

Sobre a reforma política ele foi incisivo, “ sou a favor da redução e uma redução muito grande, sou a favor de uma cota para mulheres não só para candidaturas, mas de vagas”

Quantos a coligações partidárias ele deixou claro que vai pedir apoio de todos os partidos e principalmente, “ dos eleitores”.

Sobre as acusações sofridas no primeiro turno ele falou que o fato de entrar na politica não o magoou, “a gente tem que entrar exatamente para fazer com que a politica seja um instrumento de transformação e construção do bem estar das pessoas, acusações falsas magoa qualquer pessoa que tem honra, então, na verdade eu fui falsamente acusado e essas pessoas que me acusaram irão responder na justiça, de acordo com a lei”.

Reinaldo Azambuja do PSDB obteve 571.337 votos, seguido do juiz com 405.606 votos. A diferença não foi o que esperavam, e o juiz disse que ‘está tranquilo’ para o combate que vai iniciar unindo-se com aliados fortes e propostas da mudança. Durante coletiva no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) em Campo Grande ele atendeu gentilmente toda a imprensa e comemorou o resultado das urnas. Neste domingo mesmo Odilon já manteve conversações com a nova senadora de MS Soraya Tronick que sinalizou favoravelmente, mas disse que ‘consultaria o partido’.

O fato é que no segundo turno, todo apoio é importante e disso depende a vitória dos candidatos. Partindo da premissa que política é a arte de  ‘ciscar para dentro’, quem aglutinar mais formadores de opiniões, e souber usar as mídias sociais , leva a eleição, pois pesquisas recentes apontam que os candidatos que obtiveram mais votos foram os que gastaram menos, ‘mas souberam usar as redes sociais’.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no próprio site
GERAL
Deputada visita Hemonúcleo de Corumbá e constata caos
GERAL
Salão de Beleza em Ladário pega fogo
COVID-19
Corumbá destaca-se em número de altas a pacientes com Covid
GERAL
Cassems realiza Assembleia Geral Ordinária para prestação de contas no dia 22
GERAL
UFGD e Prefeitura de Ladário querem ampliar projetos na Base Baía Nega
ACESSIBILIDADE
Projeto de Lei obriga símbolo do TEA em placas de atendimento prioritário
GERAL
Prazo para preenchimento do PGDI começa nesta quinta-feira
DIREITOS HUMANOS
Agressões contra crianças aumentaram na pandemia, diz especialista
GERAL
Projeto de Lei prevê publicação de lista de espera de procedimentos médicos na internet

Mais Lidas

ATROPELAMENTO
Idoso é atropelado na Porto Carreiro e fica ferido
GERAL
Garagem Lanchonete inaugura filial em Ladário e traz variedades no cardápio
GERAL
Mulher fica ferida após cair da moto no Maria Leite
CRIME AMBIENTAL
Homem que transportaria plantas em extinção para a Bolívia é preso