Menu
quarta, 20 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Odilon parte para o ataque no segundo turno com coligações e apelo popular

08 outubro 2018 - 08h05Sylma Lima

Desde a primeira entrevista do juiz Odilon candidato ao governo do estado de Mato Grosso do  Sul disse que vinha enfrentando a campanha do ‘milhão contra o tostão’. Apesar de poucos recursos Odilon conseguiu polarizar a candidatura em todo estado, e com Junior Mochi , MDB, crescendo , conseguiu a distribuição de votos dando a oportunidade do estado ter o segundo turno, com mais tempo na televisão e mais debates de ideias e propostas.

Segundo Odilon, “ a legislação eleitoral do Brasil precisa de uma modificação porque ela protege, ampara, beneficia políticos que tem dinheiro, quem não tem dinheiro, não consegue se auto financiar. Mas o processo eleitoral na pratica, a meu ver, ocorreu bem” .

Sobre a reforma política ele foi incisivo, “ sou a favor da redução e uma redução muito grande, sou a favor de uma cota para mulheres não só para candidaturas, mas de vagas”

Quantos a coligações partidárias ele deixou claro que vai pedir apoio de todos os partidos e principalmente, “ dos eleitores”.

Sobre as acusações sofridas no primeiro turno ele falou que o fato de entrar na politica não o magoou, “a gente tem que entrar exatamente para fazer com que a politica seja um instrumento de transformação e construção do bem estar das pessoas, acusações falsas magoa qualquer pessoa que tem honra, então, na verdade eu fui falsamente acusado e essas pessoas que me acusaram irão responder na justiça, de acordo com a lei”.

Reinaldo Azambuja do PSDB obteve 571.337 votos, seguido do juiz com 405.606 votos. A diferença não foi o que esperavam, e o juiz disse que ‘está tranquilo’ para o combate que vai iniciar unindo-se com aliados fortes e propostas da mudança. Durante coletiva no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) em Campo Grande ele atendeu gentilmente toda a imprensa e comemorou o resultado das urnas. Neste domingo mesmo Odilon já manteve conversações com a nova senadora de MS Soraya Tronick que sinalizou favoravelmente, mas disse que ‘consultaria o partido’.

O fato é que no segundo turno, todo apoio é importante e disso depende a vitória dos candidatos. Partindo da premissa que política é a arte de  ‘ciscar para dentro’, quem aglutinar mais formadores de opiniões, e souber usar as mídias sociais , leva a eleição, pois pesquisas recentes apontam que os candidatos que obtiveram mais votos foram os que gastaram menos, ‘mas souberam usar as redes sociais’.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Justiça do Trabalho leva sinal de internet para guatós que vivem isolados no Pantanal
SAÚDE
Vacinação contra a covid-19 já teve início em quase todo o país
CLIMA
Chuva forte e volumosa e temporais em SC, no PR, em MS e em SP
CULTURA
Sesc Corumbá abre inscrições para cursos de música, dança e pintura à distância
POLICIAL
Empresário de MS é preso durante Operação da Polícia Civil contra crime organizado
SAÚDE
Servidora há 30 anos, Vitória aplicou primeiras doses da vacina contra COVID-19 em Corumbá
COVID-19
MS ultrapassa a marca de 2,7 mil mortes e 152 mil casos confirmados de coronavírus
PRIMEIROS IMUNIZADOS
Corumbá e Ladário já tem os primeiros imunizados contra a Covid-19
GERAL
Casa tem princípio de incêndio após vela de altar derreter
GERAL
Corpo de Bombeiro captura jacaré que estava andando na rua em Ladário

Mais Lidas

POLICIAL
Empresário de MS é preso durante Operação da Polícia Civil contra crime organizado
SAÚDE
Servidora há 30 anos, Vitória aplicou primeiras doses da vacina contra COVID-19 em Corumbá
PRIMEIROS IMUNIZADOS
Corumbá e Ladário já tem os primeiros imunizados contra a Covid-19
GERAL
Justiça do Trabalho leva sinal de internet para guatós que vivem isolados no Pantanal