Menu
quarta, 28 de fevereiro de 2024
Vetorial - fevereiro 2024
Vetorial - fevereiro 2024
Geral

Obra de revestimento da MS-228, no Pantanal, é iniciada com o fim da cheia

28 agosto 2018 - 12h57Assessoria de imprensa

Com o início do período seco na região, começou a obra de implantação de revestimento primário em 40 km da rodovia MS-228, no Pantanal da Nhecolândia, em Corumbá. Com investimentos do Governo do Estado – R$ 7.957.098,88 -, o trecho compreende a localidade da Curva do Leque (trevo com a MS-184) e a Fazenda Alegria, em direção ao centro de uma das regiões de maior produção de bovinos e destino de ecoturismo.

Máquinas e operários executam os primeiros trechos da rodovia, preparando terreno para o serviço de compactação, conforme estudos topográficos. A pista terá um aterro de 70 centímetros, para impedir a passagem de água durante as cheias anuais, e receberá uma base de cascalho com o fino de minério, material este geralmente descartado pelas mineradoras. O minério será transportado das jazidas de Urucum, distante 55km do local da obra.

O trecho em implantação é arenoso, dificultando o acesso às fazendas e pousadas de turismo. Com o revestimento primário os pantaneiros terão acesso o ano todo a uma das maiores praças de leilões, com comercialização de cinco mil cabeças/mês. Hoje, segundo o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Luciano Leite, trafegar na rodovia, a partir da Curva do Leque, é um desafio mesmo em carro traçado, cuja dificuldade incide no custo elevado de frete.

“Uma rodovia que nos permita chegar a propriedade e tirar o gado, na seca ou na cheia, era um sonho dos nossos antepassados”, afirma o dirigente ruralista. “Pela primeira vez um governo enxergou a importância de uma estrada para o pantaneiro, que também beneficiará o turismo”, completou. Luciano estima que tanto a produção pecuária como o turismo ganharão um impulso muito forte com uma estrada trafegável, sem atoleiros e quebra de veículos.

Um novo ciclo

Com recursos do Fundo de Desenvolvimento de MS (Fundersul), a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) implanta na região pantaneira o maior programa rodoviário do Estado, abrindo um corredor de produção (pecuária e turismo) de Coxim, ao Norte, a Porto Murtinho, no extremo Sudoeste. A meta do Governo do Estado é criar uma rota de 1.000 km, interligando dez municípios da planície e destinos turísticos como Bonito e Jardim.

 “Vamos passar por um ciclo transformador, pois a estrada é tudo para o pantaneiro”, comemorou o pecuarista Ulisses Serra Neto, o Noninho, ao citar os benefícios que os investimentos do Estado em infraestrutura viária na região trarão ao Pantanal e ao homem que ali vive. Ele observou que as dificuldades de acesso isolam secularmente a região, pelas características de solo (arenoso) e inundações anuais, tornando a atividade pecuária onerosa.

Para o produtor e leiloeiro Carlos Guaritá, o cascalhamento da rodovia gera uma expectativa muito grande entre os criadores do Pantanal pelo ganho no transporte da boiada no tempo da viagem e no custo. “Os produtores estão otimistas com essa abertura que o governo nos dá levando infraestrutura à região. Eu passo toda a semana por ali e vejo essa obra como um milagre que a gente nunca imaginava acontecer. O governo está de parabéns”, disse Guaritá.

Os serviços de terraplenagem, compactação do aterro e cascalhamento da MS-228, dependendo das condições climáticas, deverão ser concluídos em fevereiro de 2019, conforme cronograma da empreiteira contratada pela Agesul. Segundo o responsável pela obra, engenheiro Paulo Costa, a maior dificuldade será o transporte de 39 mil m³ de minérios. Os caminhões passarão por desvios nas pontes de madeira, cuja capacidade é de 15 toneladas.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ensino
Curso "Me salve!" está com matrícula grátis e 1ª mensalidade para 10 de março
Saúde Pública
UTI Neonatal em Corumbá é tema de audiência pública hoje, na Câmara
Justiça Eleitoral
Toffoli anula provas que embasam ação contra Delcídio no TRE
Reconhecimento
Policiais são homenageados por resgate de família que vivia em cárcere privado no Pantanal
Serviço Público
Santa Casa anuncia fechamento do setor psiquiátrico em Corumbá
Atração confirmada
2º Festival de Cerveja de Bonito terá show de Raimundos
Consenso
Deputados aprovam proibição da pesca do Dourado por mais um ano em MS
Valorização
Adicional de fronteira a policiais e integrantes do Corpo de Bombeiros é solicitado na Câmara
Eleições 2024
TSE determina revalidação de biometria feita há mais de 10 anos
Campanha
Corumbá abre três postos para multivacinação neste sábado, 02 de março

Mais Lidas

Designada
Presídio feminino de Corumbá tem nova diretora
24 horas
Três vítimas são transportadas para o Pronto Socorro no último plantão
No acostamento
Traficantes abandonam caminhão com 360 kg de drogas na fronteira de Corumbá
Grátis até 2032
Mais de 14 mil novas identidades já foram emitidas em MS