Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Obesidade faz crescer número de pessoas com problemas cardíacos

05 abril 2016 - 14h35Redação
obesidadeConforme a Sociedade de Cardiologia do Estado de São  Paulo, na pesquisa “Inquérito de Saúde de Base Populacional no Município de São Paulo” (ISA Capital-2015), que dá um panorama do perfil da saúde do paulistano, realizada pela Secretaria Municipal da Saúde e divulgada no último dia 31 de março, só no ano de 2003, 38% dos entrevistados foram classificados com excesso de peso; em 2015, o índice aumentou para 49,7%. Recentemente, estudo publicado na revista Lancet também mostrou que um quinto da população brasileira adulta, ou quase 30 milhões de pessoas, é obesa. A pesquisa ainda ressaltou que o número de obesos dentre as mulheres, em 2014, era de 23%, ou seja, 18 milhões, e a taxa dentre os homens era de 17%, totalizando 11,9 milhões. Os dados, alarmantes, colocam o Brasil dentre os países com mais obesos. De acordo com a nutricionista e diretora científica do Departamento de Nutrição da SOCESP (Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo), Regina Helena Marques Pereira, a obesidade é uma doença e por isso deve ser estudada e abordada. “Não se trata apenas de comer muito ou apenas dos fatores genéticos. A obesidade é o resultado da interação dos fatores genéticos e ambientais, nos quais o desequilíbrio provocado entre a ingestão maior e o gasto menor leva o indivíduo a desenvolver inicialmente sobrepeso, atingindo a obesidade se o padrão mantiver-se”, explica a profissional. A nutricionista salienta que a obesidade é um dos mais importantes fatores de risco, senão a principal causa, de hipertensão, diabetes e outras doenças cardiovasculares, incluindo a insuficiência cardíaca. Ela esclarece que fatores  como a inflamação, estresse oxidativo e lipotoxicidade podem contribuir para o aparecimento de doenças que acometem o coração, pois têm a capacidade de lentamente lesionar as estruturas orgânicas fundamentais para o equilíbrio do sistema cardiovascular, como os vasos sanguíneos, os rins e o pâncreas, que, quando perdem sua função, expo?m o indivíduo ao diabetes e a um risco em dobro de sofrer um evento cardiovascular que pode levá-lo a óbito, quando comparado à população sem diabetes. Regina destaca que não existe obesidade sem o consumo alimentar inadequado. Na opinião da especialista, apenas em casos raros, que não chegam a 5%, acontece o inverso. “No geral, o consumo que leva um indivíduo à obesidade tem como característica um padrão alimentar pouco saudável, marcado por excesso de açúcares e/ou gorduras, além de sódio e álcool, dentre outros alimentos. Dessa forma, podemos entender que um padrão alimentar saudável, livre desse tipo de excesso, pode ajudar a evitar a progressão do percentual de indivíduos obesos entre a população”. No entendimento da nutricionista, com o aumento do percentual de obesos, os riscos do desenvolvimento de doenças cardiovasculares também tendem a subir. Ela frisa que o papel da educação nutricional é fundamental para que a medicina possa modificar as projeções negativas e diminuir o índice de obesidade no País e no mundo.    

Deixe seu Comentário

Leia Também

PGE
Vídeo sobre planejamento financeiro está disponível no canal da PGE/MS
SAÚDE
Fiocruz espera ter 'protagonismo' na vacinação em abril com 30 milhões de doses
NOTA MS PREMIADA
Chance de ganhar no Nota MS Premiada é 28 vezes maior do que na Mega-Sena
TRÂNSITO
Capotamento na BR-163 mata adolescente e deixa motorista em estado grave
EDUCAÇÃO
IFMS oferece vagas para portadores de diploma e transferências no Campus Corumbá
SAÚDE
Brasil tem recorde de mortes por covid-19 pelo terceiro dia seguido
ECONOMIA
Acumulada, Mega-Sena sorteia hoje R$ 50 milhões
ECONOMIA
Banco do Brasil ajuda estados e municípios a cobrar impostos via Pix
TURISMO
Fornatur e ABEAR se reúnem para alinhar acordos com empresas aéreas durante pandemia
GERAL
Agesul conclui manutenção de muitas estradas após período de chuvas

Mais Lidas

EDUCAÇÃO
IFMS oferece vagas para portadores de diploma e transferências no Campus Corumbá
TRÂNSITO
Capotamento na BR-163 mata adolescente e deixa motorista em estado grave
GERAL
Complexo hospitalar de Corumbá está com 85% de sua estrutura pronta
PESCA
PMA lança e disponibiliza Cartilha do Pescador 2021 com todas regras de pesca