Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Geral

Número de confirmações de influenza dobra após 1ª morte do ano

16 abril 2018 - 08h54G1

O número de confirmações de influenza em Mato Grosso do Sul dobrou desde o registro da primeira morte, divulgado pelo boletim epidemiológico da Secretaria do Estado de Saúde (SES) no dia 22 de março. Agora são seis confirmações, sendo cinco em Campo Grande, de acordo com a SES.

A morte ocorreu na capital sul-mato-grossense, onde foi registada a maioria dos casos. A mulher de 58 anos não se imuniza desde 2010, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Ela morreu em 17 de março com H3N2, seis dias depois de apresentar os primeiros sintomas.

Além dela, já havia a confirmação de H3N2 na cidade e uma situação de gripe A em Jardim, município na região sul do estado. Agora há confirmação de dois casos de influenza B e outro de H1N1 em Campo Gande, conforme o último boletim divulgado na sexta-feira (13).

A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar. O maior gravidade da infecção pelo vírus influenza são as complicações como pneumonias, dificuldades respiratórias que podem levar à internação e até mesmo ao óbito.

Campanha

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, em Mato Grosso do Sul, tem como público alvo imunizar 737.395 mil pessoas a partir do dia 23 de abril. A meta é vacinar pelo menos 90% do público alvo, o que representa 663.656 mil pessoas.

Segundo a SES, a campanha vai até o dia 1° de junho e no dia 12 de maio será realizado o dia de mobilização nacional, o Dia D. Para os demais grupos, a campanha estará disponível apenas no dia 21 de maio.

Fazem parte do público alvo: crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população carcerária e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS recebe 50,5 mil doses da Astrazeneca do Ministério da Saúde
GERAL
PMA de Corumbá recebe doação de viatura da Vale para uso na fiscalização no Pantanal
SAÚDE
Prefeitura leva atendimento médico de rotina para o Porto Esperança
POLICIAL
Jovem é preso com 483 unidades de maconha no Cristo Redentor
POLICIAL
PMA apreende mais três tigres d'água em chácara
COVID-19
Vereador reforça necessidade de imunizar trabalhadores do CAC contra a Covid
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial
POLICIAL
PRF apreende mais de 1,5 tonelada de maconha em MS
CIDADE
Vereador solicita informações sobre estágio de projeto de reforma do antigo mercadão
SEMANA NACIONAL DAS COMUNICAÇÕES
Wi-Fi Brasil leva internet a mais de 13 mil pontos remotos do país

Mais Lidas

POLICIAL
Assaltante é preso em flagrante no bairro Popular Velha
CONTRABANDO
PRF apreende carga com prata na BR 262 avaliada em 2 milhões de reais
EDUCAÇÃO
Senac oferece desconto de 30% em cursos EAD em diversas áreas
APOIO A SAÚDE
Vale inicia nova parceria na região com o projeto Ciclo de Saúde Pantanal