Menu
domingo, 26 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Núcleo lançado em Mato Grosso do Sul é ação inédita no Brasil e visa apoiar vítimas de feminicídio

19 maio 2016 - 11h05Noticias MS
Com mais de 1,7 mil atendimentos somente de janeiro a abril deste ano, o Centro Especializado de Atendimento à Mulher em Situação de Violência – CEAM Cuña M’Baretê, contará com mais um serviço lançado hoje (18). O Núcleo de Atendimento às Sobreviventes e às Famílias das Vítimas de Feminicídio (NAFem) vai assegurar o atendimento psicossocial às famílias das vítimas de Feminicídio e quando necessário acompanhar e encaminhar para a  Rede de Atendimento. Conforme dados da Subsecretaria de Políticas Publicas para Mulheres (SPPM), somente nesses primeiros meses de 2016, foram registrados 12 vítimas de Feminicídios no estado. Desenvolvido pela SPPM, pasta ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), o NAFem é uma iniciativa inédita no Brasil. Para a vice-governadora Rose Modesto, que acompanhou o lançamento, as posições para o enfretamento da violência contra a mulher passam também pela educação. “Sou professora e percebo que ações, como a implantação do núcleo, são importantes e também vejo a educação como grande aliada levando para os meninos e meninas a importância de respeitar o outro e se respeitar”, disse. Representante da ONU Mulher, Wania Pasinato destacou o amplo apoio que as ideias e políticas voltadas para as mulheres são abraçadas integralmente em Mato Grosso do Sul. “Em MS nós provocamos ideias e recebemos retorno. É muito bom vermos esse comprometimento e dedicação de toda a equipe do governo em prol da mulher”, parabenizou. Conforme a subsecretaria da SPPM, Luciana Azambuja Roca, a necessidade de implantação do núcleo se deu a partir da criação da Lei do Feminicídio, devido detecção pela equipe da subsecretaria e do CEAM em apoiar ainda mais as vítimas e suas famílias. O apoio se dará por meio de um processo sócio-terapêutico permitindo a reestruturação e reabilitação dos mesmos, atendendo mulheres a partir de 16 anos e seus familiares. Uma busca ativa levantará as famílias com necessidade de atendimento, e parceiros como a Defensoria Pública, Ministério Público e Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM) também apoiarão as atividades do núcleo. Serviço Localizado na Rua Pedro Celestino, 437, o CEAM também disponibiliza o telefone 0800 67 1236 para atendimentos e dúvidas de qualquer cidadão, no horário das 07h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Relatório da ONU sobre o clima responsabiliza a humanidade por aumento de fenômenos extremos
Facilidade
Mais de R$ 1,8 milhão em taxas judiciárias já foram pagos via Pix
Variedades
Cassinos Online: Sorte e estratégia na era digital
Reitoria
Colégio Eleitoral da UFMS mantém Camila Ítavo em primeiro lugar na lista tríplice
Meio Ambiente
Juiz mantém proibido o desmate no Parque dos Poderes
Crime
Na delegacia, assassino "confesso" diz que conheceu corretora em aplicativo
Educação
UEMS e Fundect investem R$ 4 mi para fortalecer ensino superior em Mato Grosso do Sul
Em Maracaju
Estudantes do IFMS levam tecnologia a maior evento agro do Estado
Destaque
Dia da Indústria: Longen destaca força do setor industrial de Mato Grosso do Sul
Extrema magreza
Polícia resgata cães em situação de maus-tratos no Popular Nova

Mais Lidas

Tráfico de Drogas
Boliviana é presa com 12,7 kg de cocaína em botijão de gás transportado dentro de mala
Soldado Cidadão
Projeto da Marinha vai oferecer formação de condutores para recrutas em Ladário
Interdição
Ponte sobre o rio Paraguai fecha às 17 horas deste sábado; interdição deve durar 19 horas
Investigação
Polícia Civil prende homem acusado por furto de joias e celulares na cidade