Menu
sábado, 20 de abril de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

No Dia Mundial da Luta Contra a Aids, SES destaca importância da conscientização e prevenção da doen

01 dezembro 2020 - 07h00Portal de Notícias do Governo de MS

Nesta terça-feira (01) é celebrado o “Dia Mundial da Luta Contra a Aids”. A Secretaria de Estado de Saúde aproveita a data para conscientizar e alertar a população sobre as formas de combate ao HIV. Em Mato Grosso do Sul, existem 11.767 Pessoas Vivendo com HIV (PVHIV).

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, destacou que a prevenção é a melhor forma de combate à doença. “A AIDS é uma doença que não tem rosto, por isso, a prevenção é importante. O Brasil é referência mundial no tratamento da doença, com avanços significativos no aumento da qualidade de vida dos portadores do vírus”, disse.

Em Mato Grosso do Sul, em 2019, identificou-se 962 casos novos de HIV e 422 casos de AIDS, totalizando 1.384 PVHIV (Pessoas Vivendo com HIV). Destas, 957 (69%) eram do sexo masculino e 427 (31%) do sexo feminino. A série histórica da taxa de detecção por 100.000 habitantes, de 2008 a 2018, mostra um pequeno declínio, de 23,5 para 22,6 por 100.000 habitantes (0,3 casos por 100.000 hab.)

Em 2020, registrou-se um declínio das notificações, foram 591 casos novos de HIV e 267 casos novos de AIDS, totalizando 858 PVHIV (dados parciais até 27/11/2020 – Sinan), sendo 602 homens (70%) e 253 mulheres (30%).

A gerente-técnica do programa de DST/Aids e hepatites Virais da Secretaria de Saúde do Mato Grosso do Sul, Alessandra Salvatore, destacou a importância da detecção precoce da doença. “Os diagnósticos precoces, combinados ao tratamento oportuno com as medidas de prevenção e profilaxia, contribuem não só para reduzir a transmissão sexual e a transmissão vertical da doença, como também dão qualidade de vida ao portador do HIV/AIDS”, destacou.

Mato Grosso do Sul é a 7ª maior taxa de detecção de casos do País, com 24,2 casos por 100.000 habitantes. A taxa nacional é de 17,8 casos por 100.000 habitantes. A posição é resultado da distribuição dos testes de diagnóstico para os municípios. Em 2020, a SES distribuiu 77 mil testes.

A SES enviou neste ano 2,6 milhões de camisinhas a todas as unidades de saúde dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Os preservativos masculinos podem ser retirados em qualquer unidade de saúde, sem restrição de quantidade e sem a necessidade de identificação.

A AIDS é a manifestação sintomática do Vírus da Imunodeficiência Adquirida (HIV) e, portanto, só aparece quando ele não é controlado. O que ocorre é uma queda no sistema imunológico, que fica vulnerável a doenças oportunistas, como pneumonia e tuberculose.

Deixe seu Comentário

Leia Também

2ª edição
Conferência Municipal discute propostas para consolidação do Sistema Único de Saúde
Operação Esculápio
Prefeitura diz que não foi informada sobre ação da PF
Corumbá
Seis animais foram resgatados e um homem foi conduzido por maus-tratos na Operação Abril Laranja
Incentivo
Ônibus será gratuito no dia de Concurso Público
Entrevista
Sonia Guajajara defende maior participação indígena nas políticas públicas
"Leão, amigo das crianças"
Moinho Cultural lança campanha para doação via Imposto de Renda
Artigo
Mulheres indígenas e suas lutas para mudar a história
Mudanças
Rodovias federais terão pontos de descanso para motoristas
Economia
Rendimento domiciliar do brasileiro chegou a R$ 1.848 em 2023
Turismo
Bonito Convention realiza sua primeira assembleia presencial após pandemia

Mais Lidas

4ª convocação
Atleta corumbaense disputa Pan-Americano de Basquete Máster no México
Em ônibus
Cão farejador identifica mala abandonada com 25,5 Kg de pasta base de cocaína
Plantão
Moradores do Centro América acionam os Bombeiros para conter Pitbull agressivo
Destaque
Plano de Combate a incêndios prevê instalação de 13 bases avançadas no Pantanal