Menu
sexta, 23 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

No Dia Mundial da Luta Contra a Aids, SES destaca importância da conscientização e prevenção da doen

01 dezembro 2020 - 07h00Portal de Notícias do Governo de MS

Nesta terça-feira (01) é celebrado o “Dia Mundial da Luta Contra a Aids”. A Secretaria de Estado de Saúde aproveita a data para conscientizar e alertar a população sobre as formas de combate ao HIV. Em Mato Grosso do Sul, existem 11.767 Pessoas Vivendo com HIV (PVHIV).

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, destacou que a prevenção é a melhor forma de combate à doença. “A AIDS é uma doença que não tem rosto, por isso, a prevenção é importante. O Brasil é referência mundial no tratamento da doença, com avanços significativos no aumento da qualidade de vida dos portadores do vírus”, disse.

Em Mato Grosso do Sul, em 2019, identificou-se 962 casos novos de HIV e 422 casos de AIDS, totalizando 1.384 PVHIV (Pessoas Vivendo com HIV). Destas, 957 (69%) eram do sexo masculino e 427 (31%) do sexo feminino. A série histórica da taxa de detecção por 100.000 habitantes, de 2008 a 2018, mostra um pequeno declínio, de 23,5 para 22,6 por 100.000 habitantes (0,3 casos por 100.000 hab.)

Em 2020, registrou-se um declínio das notificações, foram 591 casos novos de HIV e 267 casos novos de AIDS, totalizando 858 PVHIV (dados parciais até 27/11/2020 – Sinan), sendo 602 homens (70%) e 253 mulheres (30%).

A gerente-técnica do programa de DST/Aids e hepatites Virais da Secretaria de Saúde do Mato Grosso do Sul, Alessandra Salvatore, destacou a importância da detecção precoce da doença. “Os diagnósticos precoces, combinados ao tratamento oportuno com as medidas de prevenção e profilaxia, contribuem não só para reduzir a transmissão sexual e a transmissão vertical da doença, como também dão qualidade de vida ao portador do HIV/AIDS”, destacou.

Mato Grosso do Sul é a 7ª maior taxa de detecção de casos do País, com 24,2 casos por 100.000 habitantes. A taxa nacional é de 17,8 casos por 100.000 habitantes. A posição é resultado da distribuição dos testes de diagnóstico para os municípios. Em 2020, a SES distribuiu 77 mil testes.

A SES enviou neste ano 2,6 milhões de camisinhas a todas as unidades de saúde dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Os preservativos masculinos podem ser retirados em qualquer unidade de saúde, sem restrição de quantidade e sem a necessidade de identificação.

A AIDS é a manifestação sintomática do Vírus da Imunodeficiência Adquirida (HIV) e, portanto, só aparece quando ele não é controlado. O que ocorre é uma queda no sistema imunológico, que fica vulnerável a doenças oportunistas, como pneumonia e tuberculose.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Bombeiros
Incêndio urbano atinge vegetação em morraria com difícil acesso
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19
Decisão Popular
Servidores optaram por receber o 13° salário de forma integral em dezembro
Previsão
Sancionada LDO que prevê receita de R$ 18,47 bilhões para MS em 2022
Esperança
Taxa de contágio da Covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana em MS
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Tempo
Final de semana continua com alerta para tempo seco em Mato Grosso do Sul
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde

Mais Lidas

Briga de Família
Idoso é socorrido com três perfurações de faca no abdômen
Crime Ambiental
Fazendeiro é multado em R$ 246 mil por incêndio em 821 hectares no Pantanal
Combate
Incêndio atinge 3 hectares de vegetação na área urbana de Corumbá
Facilidade
Saúde credencia laboratório e exames podem ser agendados na própria unidade de saúde