Menu
sábado, 06 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Nelson Cintra diz que Estado vai investir ‘pesado’ no turismo corumbaense

11 fevereiro 2016 - 15h34Sylma Lima
O Presidente Estadual da Fundação de Turismo Nelson Cintra (foto ) disse em entrevista exclusiva ao Capital do Pantanal que o Estado precisa ganhar visibilidade no cenário nacional e que o Brasil é um dos poucos países do mundo a não injetar recurso no turismo de forma eficiente no setor, que cresce a cada dia e tem sido o suporte econômico das grandes potencias. Segundo Cintra o Estado de Mato grosso do Sul tem grandes pontos a serem explorados e Corumbá e Bonito devem ter a atenção redobrada neste aspecto, por isso aguarda uma reunião com o prefeito Paulo Duarte para a próxima semana na Capital. Ele prometeu que terá os olhos voltados para nosso imenso pantanal e patrimônio histórico com investimentos pesados e divulgação da mídia mundial. “ Nosso primeiro ano foi de aprendizado, como acontece para todo o governo, foi um ano de contenção de despesas, mas, tivemos uma verba destinada a divulgação do Estado em feiras de diversas localidades do país e até mesmo internacionais, na América do Sul, estivemos no Paraguai, Peru, Bolívia e Argentina.Como ações pontuais, contribuímos com a festa de carnaval de Corumbá e Campo Grande, mais de R$ 700 mil reais foi aportado para apoio dos eventos, assim como circuitos gastronômicos em Dourados e eventos de Três lagoas, mas o grande projeto está por vir, um festival internacional da carne. Queremos mostrar MS para o mundo, o evento será em Campo Grande. Observe que temos festivais em Corumbá e Bonito, mas Campo Grande que é a capital não tem nenhuma festividade de grande representatividade. Essa será a oportunidade de fazer contato com grandes importadores mundiais para conhecerem nossa cidade, Estado e a qualidade da nossa carne bovina. Queremos apresentar como criamos o gado no pasto, com a máxima qualidade” .  Investimento em Corumbá  “ O evento de importância internacional que acontece em Corumbá e Bonito, de 2 à 11 de abril de 2016, vai receber 30 operadoras de turismo, metade nacionais e a outra metade internacional. O Estado irá fomentar investimento para promoção e acontecimento do evento, que acontece através de uma associação entre a Embratur e a ATTA (Adventure Travel Trade Association), a organização internacional só possui 1.200 associados no mundo, e no Brasil apenas Corumbá e Bonito fazem parte. Esta semana vou receber Paulo Duarte e a pauta é justamente para investimentos em turismo na cidade, principalmente relacionados ao Adventure Week. Pelo levantamento da prefeitura de Corumbá, o carnaval gerou mais de R$ 12 milhões na economia local, isso é maravilhoso. Quando o território foi dividido, há 38 anos, a cultura ficou na parte norte, Corumbá herdou toda a identidade cultural de MS, o patrimônio histórico está todo aqui, o restante do Estado ainda está construindo sua identidade turística” . Viagem internacional “ Na próxima semana iremos para Bogotá a pedido da Embratur, que está financiando a viagem. Visitaremos as cidades potenciais do Estado para treinar os profissionais, com objetivo de receber bem o turista. Temos bons técnicos e instituições como o Sebrae que vão nos apoiar nessa capacitação. Criação de uma CAT no buraco das piranhas “ O CAT  (Centro de Atendimento ao Turista) já foi autorizado pelo Reinaldo, ele fez questão de implantar o sistema, e acredito que ainda esse ano o buraco das pinhas será remodelado e criado uma boa receptividade ao turista que chega na região. O local recebe muito estrangeiro, e ele deve sair daqui com uma visão diferente, devemos melhorar a estrutura que recepcionamos o turista internacional, ninguém que faz uma viagem fora de seu país almeja andar em uma caminhonete, ao menos que se trate de um safari” . Histórico “ Outro ponto negativo é que nunca houve um grande investimento do Governo Federal, o turismo nunca foi prioridade de verba. Segundo dados do próprio Governo Federal, apenas U$ 20 milhões, é investido em divulgação do turismo nacional pelo mundo. Enquanto a cidade do México, por exemplo investe U$ 480 milhões. O brasil está em último ugar no ranking de investimento. Enquanto seis milhões de pessoas visitam Paris para fotografar a Torre Eliel, o Brasil recebe pouco mais de cinco milhões de turistas em todo o país, observe que apenas um único produto da França já supera nossa média” .         --

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Receita Federal abre vagas de estágio em Corumbá
CULTURA
Eleitos os representantes não governamentais para o Conselho de Cultura do município
SEGURANÇA PÚBLICA
Em MS, Senad defende proposta de agilizar leilões de bens do crime organizado
POLICIAL
Bandidos armados usam carro oficial do Governo de MS para roubar casal na Afonso Pena
GERAL
Mãe é detida após espancar bebê de 9 meses com pedaço de madeira em cidade de MS
ESPORTE
Estadual de Futebol 2021 prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
SAÚDE
Redução de testa: Dermatologista de MS explica sobre melhores formas de tratamento
GERAL
Mulher tem bebê em casa e bombeiros prestam atendimentos
SAÚDE
Endometriose pode afetar 10% das mulheres brasileiras
Meio Ambiente
Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso por roubo na forma tentada no bairro Maria Leite
POLICIAL
Em Corumbá três são presos com mandado de prisão em aberto
INCÊNDIO
Consultório Odontológico pega fogo no Maria Leite
POLICIAL
Polícia Militar de Corumbá prende homem por violência doméstica no Dom Bosco