Menu
terça, 19 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Na Fiems, Junior Mochi se compromete com o setor produtivo

15 setembro 2018 - 15h30assessoria de imprensa

Em encontro promovido pela Fiems na noite desta sexta-feira (14/09), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), entre representantes do setor produtivo de Mato Grosso do Sul e o candidato ao governador pelo MDB, Junior Mochi, o emedebista comprometeu-se a manter um diálogo permanente e analisar as propostas apresentadas na ocasião para fomentar a indústria, comércio, agropecuária e micro e pequenas empresas locais.

A iniciativa integra o “Encontros com a Produção”, iniciativa da Fiems, Fecomércio, Famasul, Faems e Sebrae/MS para colaborar com sugestões que possam auxiliar o próximo governador a desenvolver o Estado. O primeiro encontro contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja, candidato à reeleição pelo PSDB, e foi realizado pela Fecomércio na Escola de Gastronomia do Senac e, em seguida, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), que foi recebido na sede da Famasul.

Neste terceiro evento, as federações reforçaram a pauta comum do setor produtivo, apresentada a Junior Mochi pelo diretor-corporativo do Sistema Fiems, Cláudio Jacinto Alves. A pauta tem como foco a redução dos gastos e custeio da máquina pública para que sejam aplicados mais recursos em infraestrutura e outras áreas prioritárias, como a geração de emprego, saúde, educação e habitação.

Propostas dos setores

Além das sugestões apresentadas em conjunto pelas entidades, cada federação expôs medidas em separado para o candidato, voltadas especificamente para cada atividade. Anfitrião do evento, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, colocou como uma das principais propostas a utilização de 30% do recém-criado Fadefe (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado) para fomentar Indústria do Turismo, assim como é feito com o Fundems (Fundo de Desenvolvimento das Culturas do Milho e da Soja). “A Famasul, por meio de um conselho e respeitando a legislação do recurso, faz a gestão do Fundems, então a Fiems poderia ser a gestora da Fiems, de maneira a explorar de fato o potencial do turismo do estado”, disse.

Representando a agropecuária, o presidente da Famasul, Mauricio Saito, apontou a segurança jurídica como uma importante demanda do setor. “Um dos grandes desafios do próximo governador é que ele dê segurança jurídica para o produtor rural atuar. Hoje temos 140 propriedades rurais invadidas no estado e, sem uma solução para esta questão, e uma política que impeça futuras invasões, de nada adianta prover tecnologia e qualificação”, pontuou.

O presidente da Fecomércio/MS, Edison Araújo, cobrou do candidato, que é presidente da Assembleia Legislativa, o andamento da discussão que prevê a redução das taxas cartorárias.  “O próximo governador precisa apoiar iniciativas para redução dos custos cartoriais no tocante aos valores repassados para entidades do judiciário”, disse.

O Sebrae/MS e Faems, por meio dos dirigentes Cláudio Mendonça e Alfredo Zamlutti, enquanto representantes das micro e pequenas empresas do Estado, propuseram, entre outras medidas, a expansão da RedeSimples para os 79 municípios, além de mais investimentos em inovação e tecnologia voltada para os pequenos negócios.

Depois de ouvir as propostas, Junior Mochi comprometeu-se a analisá-las e apresentar um plano de Governo “pé no chão”. “É preciso, de fato, uma iniciativa para manter o equilíbrio das contas do estado, e entre gastos que precisam ser priorizados e podem ser reduzidos. E esta decisão, de quais gastos podem ser cortados, como a redução de secretarias, de contratos, precisa, necessariamente, passar por um consenso, mantendo o diálogo permanente e, ao mesmo tempo, com a coragem de dizer ‘não’ quando for preciso”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Justiça do Trabalho leva sinal de internet para guatós que vivem isolados no Pantanal
SAÚDE
Vacinação contra a covid-19 já teve início em quase todo o país
CLIMA
Chuva forte e volumosa e temporais em SC, no PR, em MS e em SP
CULTURA
Sesc Corumbá abre inscrições para cursos de música, dança e pintura à distância
POLICIAL
Empresário de MS é preso durante Operação da Polícia Civil contra crime organizado
SAÚDE
Servidora há 30 anos, Vitória aplicou primeiras doses da vacina contra COVID-19 em Corumbá
COVID-19
MS ultrapassa a marca de 2,7 mil mortes e 152 mil casos confirmados de coronavírus
PRIMEIROS IMUNIZADOS
Corumbá e Ladário já tem os primeiros imunizados contra a Covid-19
GERAL
Casa tem princípio de incêndio após vela de altar derreter
GERAL
Corpo de Bombeiro captura jacaré que estava andando na rua em Ladário

Mais Lidas

GERAL
Bombeiros atendem solicitação de suposto desaparecimentos de pessoas em fazenda
EDUCAÇÃO
REME abre Pré-Matrícula Digital para alunos novos; veja calendário
COLISÃO
Batida de carro e moto no Popular Nova deixa motociclista com ferimento graves
EMPREGO
Mato Grosso do Sul começa semana com 2.394 vagas de emprego