Menu
quinta, 20 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Músicos de MS integram Nova Orquestra em concerto inédito com tributo à banda Charlie Brown Jr

Na agenda tem apresentações marcadas nas cidades do Rio de Janeiro, Brasília, Corumbá e São Luiz do Maranhão

30 setembro 2022 - 09h58Assessoria

No ano em que a banda Charlie Brown Jr, um dos maiores nomes do rock nacional de todos os tempos, completa 30 anos, a Nova Orquestra realiza a turnê “Dias de Lutas, Dias de Glória - Um tributo à Charlie Brown Jr”. Dez músicos do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano e da OCAMP (Orquestra de Câmara do Pantanal) vão participar das apresentações. 

Sob a regência do maestro e diretor artístico da Nova Orquestra Éder Paolozzi, músicos do conjunto se unem a jovens músicos integrantes do Programa Vale Música para apresentar versões orquestradas de canções inesquecíveis como “Zóio de Lua”, “Só os Loucos Sabem”, “Proibida pra Mim”, entre outras.

A turnê passará por quatro cidades, começando pelo Rio de Janeiro (RJ), dia 20 de outubro, com apresentação no Teatro Clara Nunes. Em seguida, irá para Brasília (DF), dia 21, no Auditório Planalto, partindo depois para Corumbá (MS), dia 23, no Moinho Cultural, e por último, São Luís (MA), dia 25, no Teatro Arthur Azevedo. Os concertos são gratuitos ou a preços populares.

Éder Paolozzi, regente titular da Nova Orquestra, destaca a importância de fazer um tributo na efeméride de 30 anos da banda: “É com muita alegria e entusiasmo que nos debruçamos na obra de uma das maiores bandas do rock nacional, que está completando 30 anos, o que é muito emblemático. Uma banda que não perdeu sua relevância e que abraçou uma juventude sedenta por um novo som, um novo rock, com letras que falam de temas do dia a dia de nossos músicos e do público e que não perdem a atualidade. Já tínhamos passado por bandas ícones do rock internacional e agora visitamos a obra dessa banda tão querida por todos e com uma sonoridade muito marcante que buscaremos reproduzir dentro da linguagem orquestral. São clássicos que merecem e comportam essa homenagem e celebração”, comenta.

Músicos do Instituto Moinho Cultural participam da turnê. Foto: Divulgação

Mateus Simões, sócio-diretor da Agência Olga, criadora da Nova Orquestra, comemora a realização do projeto: “Cair na estrada mais uma vez com os alunos dos projetos Vale Música é de uma felicidade sem palavras, ainda mais homenageando uma das bandas mais importantes de rock do Brasil. É a Nova Orquestra sendo o que se propõe desde o primeiro dia, um projeto de todos para todos!”.

Além dos 10 músicos participantes do programa Vale Música, do Moinho Cultural, também participam mais 12 do Espírito Santo e outros 12 da Nova Orquestra, do Rio de Janeiro. Ao todo, são 35 jovens. 

Essa é a terceira vez que a Nova Orquestra e o programa Vale Música lançam um projeto em parceria, sendo a segunda turnê pelo país. Em abril, o concerto “Exagerado”, com sucessos de Cazuza, passou por quatro estados com apresentações esgotadas.

“Para o Instituto Cultural Vale, é uma honra estar junto com a Nova Orquestra e jovens talentos celebrando a banda Charlie Brown Jr. E é inspirador que essa celebração aconteça por meio dos jovens do nosso programa de formação musical, o Vale Música. Esse encontro certamente é um presente para o público!”, diz Hugo Barreto, diretor-presidente do Instituto Cultural Vale.

A diretora executiva do Moinho Cultural, Márcia Rolon, afirma que, assim como ocorreu na turnê Cazuza, a participação dos jovens músicos da instituição é motivo de orgulho e responsabilidade. 

“As turnês são sempre um momento de celebração de todo o esforço empenhado por nossos integrantes ao longo do ano. Desta vez, é ainda mais especial, pois nos apresentaremos em casa, ao lado de outros músicos que representam toda a nossa brasilidade", afirma. 

A Nova Orquestra promove a democratização e acesso a música de concerto. Foto: Divulgação

Sobre a Nova Orquestra 

Projeto criado pela Agência Olga em 2019, a Nova Orquestra tem o objetivo de promover a democratização e o acesso a música de concerto, surpreendendo o público com repertórios criativos e inesperados. Já no primeiro ano de existência, a Nova Orquestra se apresentou no Game XP, o maior GamePark do mundo, e no palco Sunset do Rock in Rio, ao lado dos rappers Rael, Agir, Baco Exu do Blues e Rincon Sapiência.
 
Sobre o Programa Vale Música

Projeto autoral do Instituto Cultural Vale, o programa Vale Música é uma rede colaborativa de ensino e aprendizagem entre estudantes de polos musicais em quatro estados - Pará, Espírito Santo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul - e profissionais das maiores orquestras do país. Ao todo, envolve cerca de 250 profissionais e mais de 1.000 alunos em intercâmbios, aulas e residências artísticas. São parceiras do Programa Vale Música a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), a Orquestra Ouro Preto, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) e a Nova Orquestra, patrocinadas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Sobre o Moinho Cultural

O Moinho Cultural é uma OSC que oferece para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Corumbá, Ladário, Puerto Suarez e Puerto Quijarro, aulas de dança, música, tecnologia e informática. A formação continuada oferecida pela instituição tem duração de até oito anos. O Moinho também atua na formação de intérpretes criadores para jovens e adultos, com a Companhia de Dança do Pantanal, Orquestra de Câmara do Pantanal e Núcleo de Tecnologia. A missão da instituição é diminuir a vulnerabilidade social na região de fronteira Brasil-Bolívia, por meio do acesso a bens culturais e tecnológicos. Desde o início das atividades, mais de 23 mil crianças e adolescentes já foram atendidos pelo Moinho.

Atualmente, o Instituto conta com o patrocínio máster via Lei de Incentivo Cultural do Instituto Cultural Vale, bem como, patrocínio da Bellalluna Participações LTDA, BRINKS, BTG Pactual, CaraÍ Empreendimentos LTDA, COMPER, Instituto Itaú Cultural, HINOVE, Rodobens e Criança Esperança, o fomento do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, além da parceria com a J.Macêdo, Itaú Social e Fecomércio MS-SESC. 

São parceiros institucionais a Prefeitura de Corumbá, Prefeitura de Ladário, Prefeitura de Puerto Suárez, Prefeitura de Puerto Quijarro, Instituto Homem Pantaneiro, IFMS, UFMS, Acaia Pantanal e outros doadores pessoa física e jurídica.

SOBRE A OCAMP

A Orquestra de Câmara do Pantanal, criada oficialmente em 2018, integra as atividades do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, que este ano completa 18 anos de atuação na Transformação Social por meio da Arte, em Corumbá.

A Orquestra desempenha relevante papel no contexto cultural da região pantaneira, com ampla programação que inclui repertórios sinfônicos e camerísticos, clássicos, populares e regionais, apropriados não só para salas de concerto, mas também para auditórios, campus e em unidades de ensino, teatros, anfiteatros e espetáculos ao ar livre, bem como para pequenas recepções, aniversários, casamentos e outros eventos.

Tem como objetivos principais divulgar a música sinfônica e de câmara, inovar em propostas educacionais e artísticas, estimular a formação de público e, sobretudo, promover a interação entre o saber produzido no Instituto Moinho Cultural Sul-Americano e a sociedade.

Recentemente, alguns músicos desta orquestra integraram a Orquestra Vale Música e nos representaram muito bem em Dubai. Turnês pelo Brasil e realização do FEMUP – Festival de Música de Concerto do Pantanal, também faz parte do histórico da Orquestra.

Músicas no repertório:

  • Dias de Luta, Dias de Glória
  • Lugar ao Sol
  • Zóio de Lula
  • Só os Loucos Sabem
  • Só por uma noite
  • Proibida pra Mim
  • Pontes Indestrutíveis
  • Não deixe o mar te engolir
  • O Coro vai Comê
  • Te levar daqui
  • Ela Vai Voltar
  • Tudo que ela gosta de escutar
  • Hoje eu acordei feliz
  • Quinta-Feira
  • Lutar pelo que é meu
  • Vícios e Virtudes

Apresentações:

Nova Orquestra edição Vale música:
"Dias de Luta Dias de Glória"
Um tributo à Charlie Brown Jr.
Regência: Éder Paolozzi 

20/10 - Rio de Janeiro (RJ)
Local: Teatro Clara Nunes
Horário: 20h
Classificação: Livre
Ingressos: pagos (aguardando link)

21/10 – Brasília (DF)
Local: Auditório Planalto 
Horário: 20h
Classificação: Livre
Ingressos: pagos (aguardando link)

23/10 – Corumbá (MS)
Local: Moinho Cultural
Horário: 20h
Classificação: Livre
Ingressos: gratuitos

25/10 - São Luís (MA)
Local: Teatro Arthur Azevedo
Horário: 20h
Classificação: Livre
Ingressos: pagos (aguardando link)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Falta de navegabilidade já impacta atuação de combate ao fogo no Pantanal
Programação
Arraial do Banho de São João em Ladário acontece de 20 a 23 de junho
Estado
Aprovados no concurso público da Saúde de MS são convocados para posse
Incêndios
Reunião entre Governo do estado e MMS alinham ações para ampliar atuação no Pantanal
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Emprego e Renda
Vereador sugere estrutura para transformar terminal em um centro comercial
Maus Tratos
Civil resgata cães abandonados em imóvel fechado no bairro Guatós
Arraial
Termina hoje inscrição para Concurso de Quadrilhas; Andores e Miniandores prazo é amanhã
Ladário
Incêndio atinge região da Apa Baía Negra
Confira
Banho de São João faz mudanças no trânsito de Corumbá

Mais Lidas

Bombeiros
Plantão registra cinco enxames de abelhas e três incêndios em terrenos baldios
Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Dsdobramentos
Prefeitura divulga resultado preliminar da avaliação psicológica do Concurso da Guarda Municipal