Menu
quinta, 15 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
MOBILE - Ambiental MS Pantanal - Aegea
Geral

Município discute ações para atendimento a imigrantes em Corumbá

25 agosto 2018 - 08h45Prefeitura de Corumbá

O fluxo de imigrantes na fronteira de Corumbá foi tema de um encontro comandado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, na tarde da quinta-feira, 23 de agosto, que reuniu representantes da Marinha; Ministérios Públicos Federal e Estadual; Governos Estadual e Federal; Polícias Federal e Estadual e Pastoral da Mobilidade Humana. Os participantes discutiram os recentes fluxos migratórios na cidade e a forma de atuação de cada órgão.

“Abrimos essa conversa, que trouxe representantes do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS) para que conhecessem nossa real situação e para abrir possibilidades de Corumbá receber recursos, já disponíveis, para cidades de fronteira, para a construção de uma Casa de Imigrantes”, disse a secretária Municipal de Assistência Social, Gláucia Fonseca dos Santos Iunes.

Ela ressaltou que o Município trabalha ações que deem condições para atendimento em qualquer situação migratória. “Esse encontro discutiu também o que pode ser feito se Corumbá enfrentar outro fluxo migratório”, afirmou a secretária.

No caso específico dos haitianos – entre junho e julho a cidade enfrentou um grande fluxo de passagem de imigrantes do Haiti –, a administração municipal adotou as medidas necessárias para atendimento.

“O prefeito Marcelo Iunes foi sensível à criação do Comitê Municipal de Atenção aos Imigrantes, Refugiados e Apátridas de Corumbá. Fizemos o atendimento ao fluxo de imigrantes. Talvez não tenha havido condições de abrigar num momento de todo o fluxo que houve, mas atendemos no Centro Pop e na Casa de Passagem. Lá, na Casa de Passagem, temos de seguir tipificação do Governo Federal que nos determina acolhimento, por vez, de 22 pessoas. Dá forma que foi possível e o que estava regrado conseguimos fazer esse atendimento”, completou Gláucia.

Participando da reunião, a assessora da Secretaria Nacional de Assistência Social para Assuntos de Migrações, Nilzarete Margarida de Lima, destacou que o Brasil busca estratégias para ações em âmbito nacional. “Essa questão não é mais uma questão pontual desta ou daquela fronteira. É uma questão de responsabilidade nacional por conta de todos os pactos internacionais que o Brasil faz parte”, disse.

A superintendente da Política de Direitos Humanos da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Ana Lúcia Américo Antônio, esclareceu que em 2016 o Estado institui um comitê estadia para tratar a situação. “Estamos tratando cada demanda de acordo com o município. Cada município tem sua particularidade, pois uns recebem um tipo de imigrante, outros recebem refugiados. Com os diversos órgãos que compõem o Comitê discutimos estratégias. O Governo federal norteia as ações e nos orienta”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Mudanças nas bandeiras do Prosseguir podem alterar atividades nos municípios de MS
GERAL
Câmara aprova inclusão de medidas protetivas de mulheres em banco de dados policial
VACINAÇÃO
Vereador solicita que trabalhadores de limpeza pública também sejam imunizados contra a Covid
PATRIMÔNIO HISTÓRICO
Na Câmara, vereador pede informações sobre restauração de prédios históricos
DETRAN
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
EDUCAÇÃO
Terminam hoje inscrições para o Sisu do primeiro semestre
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
GERAL
Obras de acesso à ponte que interliga os pantanais da Nhecolândia e Paiaguás estão adiantadas

Mais Lidas

CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
SAÚDE
Corumbá inicia imunização contra a Covid-19 da população ribeirinha do baixo Pantanal