Menu
quarta, 24 de abril de 2024
Governo - Fazer Bem Feito - Abril 24
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

MS tem recorde na criação de empresas em outubro; comércio e serviços lideram

18 novembro 2020 - 09h43Redação

Mato Grosso do Sul abriu 766 novas empresas no mês de outubro, melhor resultado para o mês da série histórica iniciada em 2008, puxado pelos setores de comércio e serviços. Os dados são da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems) e confirmam uma leve tendência de recuperação da economia do Estado, mesmo atravessando uma pandemia.

O setor de serviços foi responsável por 62,7% dos novos negócios no mês de de outubro, com 481 empresas, em números absolutos. O comércio abriu 261 empresas, representando 34%, e a indústria totalizou 24 negócios, ou 3,13% do total de outubro.

"São números animadores para a nossa economia, que mostra que estamos seguindo uma tendência nacional nesta pandemia, do crescimento do empreendedorismo. Todo mundo teve que se adaptar a essa nova realidade e muitas pessoas optaram por abrir um negócio próprio, para melhorar a renda. Percebemos um número grande de lojas de vestuário, de transporte rodoviário de cargas e restaurantes, tudo isso impulsionado pela demanda do isolamento social, em que passamos a comprar mais de forma online, inclusive comida", afirma a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS), Daniela Dias.

Em Campo Grande estão localizadas 45,9% das empresas abertas em outubro, seguida por Dourados com 9,14% e Três Lagoas com 4,31%. O quarto município que mais abriu empresas foi Ponta Porã, com 24, e Naviraí aparece em quinto com 23 novos negócios abertos em outubro.

De janeiro a outubro deste ano, foram criadas 6.681 empresas no Estado, número 9,5% maior que o mesmo período de 2019, quando foram constituídos 6.098 novos negócios. Os números de outubro já superam também o resultado de 12 meses de 2018, quando foram constituídas 6.360 novas empresas.

Fechamento 

Em outubro de 2020 o Estado fechou 323 empresas, o resultado é 5% inferior ao mesmo período de 2019. O setor de serviços fechou 51,3% ou 166 negócios no mês, seguido pelo comércio com 44% ou 143 e a indústria com 4,3% ou 14 empresas.Com informações da Semagro.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Causa Animal
Projeto de Lei cria o Dia Municipal de Adoção Animal em Corumbá
Assembleia Geral
Professores da UFMS decidem por paralisação a partir de 1º de maio
Cidade Limpa
Vereador cobra instalação de lixeiras na cidade com intensa campanha educativa
Boletim
Com mais 1 morte confirmada, MS já tem 15 vítimas da dengue
Por 30 dias
Morte de cão extraviado faz Gol suspender transporte de animais
Saúde
Anvisa publica resolução que proíbe cigarro eletrônico no Brasil
Economia Nacional
Beneficiários do INSS começam a receber o 13º a partir desta quarta-feira (24)
Administração
Lajotas retiradas da rua Ladário serão reaproveitadas em alamedas e vias de menor movimento
Saúde Pública
Vereador pede agilidade nas cirurgias ginecológicas para reduzir fila de espera em Corumbá
Administração
Convênio com o Estado garante R$ 34,5 milhões para infraestrutura urbana e rural em Corumbá

Mais Lidas

Eleições 2024
PL apresenta pré-candidatos a vereadores em Ladário
Oficial
Prefeitura divulga gabaritos do concurso público; prazo para recursos abre dia 24
Travessia Reestabelecida
Embarcação brasileira apreendida ilegalmente na Bolívia é devolvida após quatro dias
Profissão
Voucher Transportador já atendeu 990 motoristas e pode ganhar novas vagas