Menu
sexta, 14 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

MS tem a segunda menor taxa de trabalhadores desocupados no país

16 agosto 2018 - 09h37Midiamax

No segundo trimestre deste ano, a taxa de subutilização da força de trabalho foi de 24,6% no Brasil, o que representa 27,6 milhões de pessoas. A subutilização agrega os trabalhadores desocupados, subocupados por insuficiência de horas e a força de trabalho potencial. Em MS, a taxa de desocupados é a segunda mais baixa do país, com 7,6%, ficando atrás apenas de Santa Catarina (6,5%).

Os dados são da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua Tri, divulgados nesta quinta-feira (16) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A taxa de desocupação da população com 14 anos ou mais, além de ser a segunda mais baixa do país, representou uma redução em relação ao primeiro trimestre do ano, em que 8,4% dos entrevistados estavam desocupados. A taxa também é menor do que a média nacional, com 12,4% de desocupados.

No segundo trimestre deste ano, 91,2 milhões de pessoas estavam ocupadas no Brasil, sendo 67,6% de empregados, 4,8% de empregadores, 25,3% de pessoas que trabalharam por conta própria e 2,3% de trabalhadores familiares auxiliares. MS é um dos estados com as menores taxas de pessoas que trabalham por conta própria, com 22,1%.

Ainda segundo os dados da PNAD, as atividades com mais pessoas ocupadas eram a dos grupos Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas e da Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais. Quanto à renda, os grupos de atividades com a maior renda média por pessoa ocupada foram: Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (R$ 3.417); Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (R$ 2.505) e Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (R$ 2.303).

O  grupo com o menor rendimento mensal  no estado foi o de Serviços Domésticos, com R$ 877. Este grupo apresentou redução em relação ao primeiro trimestre do ano, quando a renda média era de R$ 920.

Dados nacionais

O percentual de pessoas desalentadas no segundo trimestre de 2018 ficou em 4,4%, a maior da série histórica. A população desalentada é aquela que estava fora da força de trabalho por uma das seguintes razões: não conseguia trabalho adequado, ou não tinha experiência ou qualificação, ou era considerado muito jovem ou idosa, ou não havia trabalho na localidade em que residia.

Além disso, 74,9% dos empregados no setor privado tinham carteira de trabalho assinada, 0,9% a menos que no 2º trimestre de 2017. O maior percentual de empregados com carteira estava na Região Sul (82,9%) e o menor estava no Nordeste (59,9%). Entre os trabalhadores domésticos, 29,4% tinham carteira de trabalho assinada, mas no segundo trimestre do ano passado, a proporção era de 30,6%.

A pesquisa aponta que o rendimento médio real de todos os trabalhos, habitualmente recebido por mês, foi estimado em R$ 2.198. Houve estabilidade tanto em relação ao trimestre imediatamente anterior (R$ 2.192) como em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (R$ 2.174).

Deixe seu Comentário

Leia Também

VACINAÇÃO
Poliesportivo está aberto para repescagem e aplicação de segunda dose da vacina da Covid-19
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar o auxílio emergencial
SAÚDE
Mato Grosso do Sul recebe nesta sexta novo lote de vacinas da Coronavac
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Bombeiros socorrem vítimas de colisão de carros no Centro
PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS FLORESTAIS
Bia Cavassa trata com Tereza Cristina sobre recursos para capacitação de brigadistas
OPORTUNIDADE
IEL tem 91 vagas de estágio para Campo Grande, Camapuã e Corumbá
POLICIAL
Polícia Federal apreende cocaína na parte alta de Corumbá
TEMPO
Em Corumbá temperatura varia entre 21°C a 28°C nesta sexta
SAÚDE
Lote com 5,7 milhões de doses de vacinas começa a ser distribuído
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos

Mais Lidas

POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
POLICIAL
PM apreende droga, plantas de maconha e prende autor de tráfico
POLICIAL
PM evita suicídio de homem, e o prende após violência doméstica
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos