Menu
segunda, 17 de junho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

MS reduz para 17% alíquota de ICMS para gasolina, etanol, telecomunicações e energia elétrica

07 julho 2022 - 07h25Rosana Siqueira, Portal de Notícias do Governo do MS

O Governo do Estado reduziu a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de todos os modais como gasolina, etanol hidratado, telecomunicações e energia elétrica para 17% em Mato Grosso do Sul. O anúncio foi feito hoje (06) pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja. Na semana passada, o Governo do Estado já havia diminuído a pauta fiscal da gasolina e o preço médio do gás de cozinha foi congelado. 

Com o decreto que será publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado, a gasolina que tem alíquota de ICMS de 30% será reduzida para 17%; o etanol que era de 20% passará para 17%, assim como telecomunicações de 29% para 17%, e energia que chegava até 25% fica em 17%. As exceções serão o diesel que já tem alíquota de 12%, a menor do País desde o ano passado, e o gás de cozinha que também é de 12%. Estes produtos não terão as alíquotas elevadas. 

"Optamos por fazer um decreto igualando em 17% as alíquotas de todos os modais. Só não mexemos no diesel que já tem a menor alíquota do País que é de 12% e no gás de cozinha que em MS também é de 12%", enfatizou o governador. 

A medida vai representar perdas de R$ 692 milhões até o final do ano para os cofres do Estado e R$ 173 milhões para os municípios, que recebem os repasses do Governo. 

Segundo Azambuja, a ação busca atender a lei que limitou o ICMS sobre combustíveis ou a definição do Conselho Nacional de Política Fazendária de que o imposto deve ser calculado sobre a média de preços dos últimos 60 meses. 

De acordo com o governador, a discussão ainda não terminou, mas o Governo resolveu se adiantar. Ele lembra que no Congresso, os parlamentares ainda precisam avaliar os vetos do presidente Jair Bolsonaro à lei do teto do ICMS. No Supremo Tribunal Federal, governadores questionam a lei do teto e a lei que determinou alíquota uniforme em todo o país. 

Cortes 

O governador salientou que para atender a determinação o Governo terá que reduzir os investimentos, os repasses aos municípios e rever o custeio. "Vamos ter que fazer cortes de despesas, reduzir investimentos. Mas o pagamento em dia da folha salarial será priorizado e os programas sociais serão mantidos", acrescentou. 

Com a medida o governador espera que o preço do combustível caia nas bombas. "Espero realmente que os preços caiam para o consumidor, que vai ter que pesquisar os valores mais baratos. Esse é o objetivo de nossa decisão, garantir um combustível com custo menor para o contribuinte", frisou. 

Pauta fiscal 

O Governo já vem tomando medidas para reduzir os preços dos combustíveis. Na semana passada o Governo baixou a pauta fiscal dos combustíveis e congelou o valor do gás de cozinha. Atualmente, a pauta do botijão de gás no MS é de R$ 5,6770 por quilo ou R$ 73,80 para botijão de 13kgs, e a alíquota de ICMS cobrada é de 12%. De acordo com a agência, a última amostra nacional de preços do produto (abril de 2022) indica que, em média, no Brasil, o preço final é de R$ 113. Do valor, o ICMS representaria R$ 13,69 e a realização do produtor seria de R$ 56,25. No Estado, o ICMS é o menor do Brasil e custa R$ 8,856. A margem bruta de distribuição é de R$ 15,18 e a de revenda R$ 27,87. Os impostos federais estão zerados. 

Já a gasolina, que chegou a ultrapassar o preço de R$ 7 para comercialização nos postos de Mato Grosso do Sul, tinha como referência para cálculo do ICMS o preço de R$ 5,64 e alíquota de ICMS de 30%, o que correspondia a R$ 1,6930 em ICMS por litro de combustível. Com base nos preços praticados nos últimos 60 meses, a redução do PMPF passa a R$ 4,6974, reduzindo a arrecadação do tributo estadual para R$ 1,4092. É importante salientar ainda que o PMPF é publicado já com o valor dos tributos cobrados pelos Estados. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Geral
MEC aceita revogar portaria se professores de federais acabarem greve
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul
Geral
Projeto de protocolo cardiológico de Mato Grosso do Sul é destaque no Conass
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Destaque
Boletim Epidemiológico: MS registra 11.550 casos confirmados de dengue
Geral
Com apoio do Governo, Expotrês apresenta novas tecnologias do agro e leva entretenimento ao público
Geral
No ar boletim Detran Mais Perto, Mais Eficiente da semana de 10 a 14 de junho
Clima
Corumbá amanhece com 25 graus
A máxima neste sábado pode chegar a 36 graus

Mais Lidas

Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul