Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Pantanal Tec - UEMS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

MS monta Centro de Operações de Emergência contra varíola dos macacos

17 agosto 2022 - 10h06Evelin Cáceres do Mídiamax

A SES (Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul) instituiu nesta quarta-feira (17) por meio de resolução em caráter emergencial o COE (Centro de Operações de Emergência) para o enfrentamento do Monkeypox, a varíola dos macacos. Em apenas 24 horas, o Estado registrou mais 9 suspeitas da doença. 

De acordo com a resolução, o objetivo é promover resposta coordenada à doença, por meio da articulação e integração dos atores envolvidos com o tema. Isso porque em 19 de maio, o Ministério da Saúde do Brasil divulgou um Comunicado de Risco sobre o Monkeypox. 

O Centro terá capacidade de ter uma estrutura organizacional que subsidiará a tomada de decisão da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, por meio de análise de dados e informações, possibilitando assim, "a definição de estratégias e ações adequadas para o enfrentamento de emergências em saúde pública no âmbito estadual", segundo a resolução. 

Farão parte do Centro: 

1. Conselho Estadual de Saúde - CES; 
2. Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul - COSEMS/MS; 
3. Instituto Oswaldo Cruz - FIOCRUZ/MS; 
4. Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA/MS; 
5. Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD; 
6. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS; 
7. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS; 
8. Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH; 
9. Distrito Sanitário Especial Indígena – DSEI. 

Assina a resolução, publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (17), o secretário de Saúde Flávio da Costa Britto Neto. 

Surto de varíola em Mato Grosso do Sul 

Com o passar dos dias, é notado o avanço da varíola dos macacos em Mato Grosso do Sul. Conforme boletim epidemiológico divulgado na terça-feira (16) pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), nas 24 horas antecedentes, o Estado registrou 9 novos casos suspeitos da doença, que chegam a um total de 33. 

Até agora, 10 moradores já foram diagnosticados com a varíola dos macacos no Estado. Todos homens e metade deles com idade entre 20 e 29 anos. Outros 30% entre 30 e 39 anos e o restante entre 40 e 49 anos. 

Ao analisar gráfico de notificações de casos suspeitos da doença, é possível notar que, em agosto, quase quadruplicou o gráfico de notificações dos casos suspeitos. Em julho, foram 14 e agosto já contabiliza 41. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá