Menu
sábado, 08 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Andorinha - Maio
Geral

MS já é o terceiro estado do país em casos de ferrugem asiática da soja

28 dezembro 2015 - 11h50G1
Entre os dias 13 e 27 de dezembro, Mato Grosso do Sul contabilizou cinco novos casos de ferrugem asiática em suas lavouras de soja, elevando para 12 o número de registros na safra 2015/2016, o que coloca o estado como o terceiro do país em número de focos nesta temporada. Os dados são do Consórcio Antiferrugem, parceria público-privada que atua no combate a doença. Segundo o consórcio, nos dias 13 e 25 foram descobertos focos em Aral Moreira e no dia 27 em Ponta Porã, Naviraí e Maracaju. O primeiro caso confirmado nesta safra ocorreu em Dourados, em uma planta de soja que cresceu voluntariamente (guaxa). A ocorrência foi informada ao consórcio no dia 2 de novembro e confirmada por exame do laboratório da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) no dia 5 de novembro. Depois foi descoberto um caso, também em soja voluntária, em Ponta Porã, no dia 11 de novembro,   e outro de soja guaxa, em Dourados, no dia 13 de novembro. Ainda em novembro, no dia 30, mas em lavouras comerciais, foram registradas duas ocorrências em Aral Moreira. Já em dezembro, o consórcio recebeu a informação de um caso em Amambai no dia 1º, em uma plantação comercial e no dia 9 em outra lavoura de Dourados. Dados do país Conforme o consórcio, já foram registrados na parcial desta temporada 159 casos de ferrugem asiática no país. Mato Grosso do Sul é o terceiro em número de registros. Fica atrás do Paraná, com 74 e do Rio Grande do Sul, com 49. O que é a ferrugem asiática De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a ferrugem é considerada uma das doenças mais severas que incidem na cultura e pode ocorrer em qualquer estádio fenológico da cultura. Plantas infectadas apresentam desfolha precoce, comprometendo a formação e o enchimento de vagens, reduzindo o peso final dos grãos. Nas diversas regiões geográficas onde a ferrugem asiática foi relatada em níveis epidêmicos, os danos variam de 10% a 90% da produção.        

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
PM presenteia criança que sonha ser policial militar em seu aniversário
POLICIAL
PM de Corumbá Intensifica Patrulhamento e Fiscalização em Área Rural
GERAL
Em visita ao Governo do Estado Bia Cavassa acompanha projetos para a região pantaneira
SAÚDE
MS recebe neste sábado novo lote de vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose
CORONAVÍRUS
Levantamento mostra que 17% das mortes por covid em MS eram de pacientes sem comorbidade
GERAL
Detentos bolivianos em Corumbá recebem assistência de Consulado
GERAL
Energisa alerta para consumo consciente da energia elétrica em tempos de home office e aulas on-line
Com mudança na bandeira tarifária, consumidores precisam adotar práticas sustentáveis para evitar desperdício e fazer o uso consciente da energia
EDUCAÇÃO
Reforma e adequação da escola Pedro Paulo de Medeiros começa nesta segunda
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam anta com mais de 200 kg de piscina em clube
ESPORTE
Vereadores sugerem construção de pista de Mountain Bike em área no Dom Bosco

Mais Lidas

GERAL
Detentos bolivianos em Corumbá recebem assistência de Consulado
GERAL
Em visita ao Governo do Estado Bia Cavassa acompanha projetos para a região pantaneira
INCÊNDIO
Carro pega fogo no bairro Vila Guarani
POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no bairro Vila Guarani