Menu
sábado, 24 de fevereiro de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Geral

MPF instaura procedimento para investigar supostas ameaças feitas a grupo de pesquisadores

Professores, incluindo uma da UFGD, atuavam em pesquisa sobre questão indígena e agronegócio quando sofreram a ameaça

30 agosto 2018 - 17h46Assessoria de imprensa

O Ministério Público Federal (MPF) em Dourados (MS) instaurou Procedimento Investigatório Criminal para apurar supostas ameaças feitas a quatro pesquisadores, sendo uma professora da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), que conduzem estudo sobre a questão indígena no município.

Após realizar visitas técnicas e entrega de alimentos a famílias indígenas ocupantes da área “Nhu Verá”, próxima ao município de Dourados, em 16 de agosto, eles teriam sido seguidos por dois homens em uma camionete prata, que teriam dito para que eles “tomassem cuidado” e não aparecessem mais na área ocupada pelos índios. Os acusados teriam afirmado, em tom ameaçador, que “naquela área havia disputas internas entre os indígenas, que eles possuíam armas e que lá era um lugar perigoso”, reforçando que não gostariam de ver os pesquisadores novamente por lá.

Segundo denúncia registrada no MPF, a ameaça ainda teria sido estendida após a divulgação de dados pessoais de uma das pesquisadoras em uma notícia veiculada no site DiárioMS, que detalhava nome completo, local de trabalho, placa e modelo de veículo da mesma.

O objetivo do procedimento investigatório é apurar os fatos e a possível prática dessas ameaças, além da identidade dos indivíduos ocupantes da camionete. O MPF também solicitou informações ao veículo de comunicação DiárioMS, para que ele esclareça os motivos da exposição da intimidade de uma das professoras.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Até 9h de amanhã
Corumbá e mais 23 cidades de MS estão sob alerta de chuvas intensas
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Dados IBGE
Em 12 anos, quase 60 mil pessoas trocaram casa por apartamentos em MS
Nota Oficial
APAE de Campo Grande divulga nota de esclarecimento sobre bolsas coletoras
Pesquisa
UFMS apresenta Plano de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira à Sudeco
Cursos
Academia de Música Manoel Florêncio abre inscrições para 127 vagas
Um menor
Operação resgata 20 trabalhadores sob condições de escravidão em fazenda de limão
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal
Convênio
Pacientes bolivianos em tratamento oncológico em Corumbá terão 75% de desconto na Andorinha
Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá

Mais Lidas

Protesto
Religiosos pedem retratação à site da capital por desrespeito à Iemanjá
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal