Menu
quarta, 14 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

MP pede interdição da gruta do Lago Azul: principal cartão-postal de Bonito

07 junho 2018 - 10h47Campo Grande News

Principal cartão-postal de Bonito, a gruta do Lago Azul teve pedido de interdição por parte do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). A solicitação foi encaminhada ao diretor-presidente do Imasul (Instituto de Meio Ambiente), Ricardo Eboli.

Assinada pelos promotores João Meneghini Girelli e Alexandre Estuqui Junior, a recomendação pede que o termo de cooperação técnica com a prefeitura de Bonito seja rescindido em 48 horas; que o Imasul interdite a visitação a gruta do Lago Azul até que a Secretaria do Patrimônio da União providencie a efetiva autorização de exploração; e que o instituto elabore com urgência o plano de manejo, que deveria estar pronto desde 2006. O estudo é colocado como indispensável para reabertura da visitação.

Já o prefeito de Bonito, Odilson Arruda Soares (PSDB), deve prestar contas dos valores arrecadados com a visitação no prazo de 30 dias e que cesse imediatamente a concessão de cortesias, pois não existe previsão legal para a gratuidade. O MP deu prazo de dez dias para que o Imasul e a prefeitura respondam se acatam ou não os pedidos.

Conforme o documento, a prefeitura de Bonito não tem autorização para explorar o interior da gruta do Lago Azul, que pertence à União.

“Ao contrário do que se poderia imaginar, o Município de Bonito/MS NÃO conta com a outorga de uso da gruta do Lago Azul concedida pela União, seja na modalidade de cessão onerosa, ou a qualquer título, de modo que vem explorando há décadas a Gruta do Lago Azul sem qualquer autorização formal da União, ou seja, de forma totalmente irregular, motivo pelo qual não suporta nenhum ônus financeiro dessa exploração”, informa os promotores.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o termo de cooperação técnica 5/2014, firmado entre Imasul e prefeitura, que concedeu ao município de Bonito o direito de gerir o Monumento Natural da Gruta do Lago Azul não inclui a gruta, mas apenas a unidade de conservação que a protege.

Descaso e dinheiro – Fiscalização da Vigilância Sanitária, realizada em primeiro de março deste ano, apontou diversas irregularidades e descaso da prefeitura na manutenção do principal cartão-postal de Bonito. Fotografias mostram banheiros com vaso sanitário e torneiras estragados. Depois da inspeção, a prefeitura começou reforma no local.

De acordo com os promotores, extrato enviado pela prefeitura de Bonito aponta que foram concedidas 5.344 cortesias para visitar a gruta entre primeiro de janeiro de 2017 e 27 de abril de 2018. Considerando que o passeio custa R$ 50, as cortesias resultam no valor de R$ 267.200, que deixaram de ser arrecadados.

A gruta do Lago Azul foi tombada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico
Nacional) em 13 de outubro de 1978.  A reportagem entrou em contato com as assessorias de imprensa da prefeitura de Bonito e do Imasul e aguarda retorno.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Mudanças nas bandeiras do Prosseguir podem alterar atividades nos municípios de MS
GERAL
Câmara aprova inclusão de medidas protetivas de mulheres em banco de dados policial
VACINAÇÃO
Vereador solicita que trabalhadores de limpeza pública também sejam imunizados contra a Covid
PATRIMÔNIO HISTÓRICO
Na Câmara, vereador pede informações sobre restauração de prédios históricos
DETRAN
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
EDUCAÇÃO
Terminam hoje inscrições para o Sisu do primeiro semestre
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
GERAL
Obras de acesso à ponte que interliga os pantanais da Nhecolândia e Paiaguás estão adiantadas

Mais Lidas

POLICIAL
PM prende homens por tráfico de drogas e apreende 83 tabletes de cocaína
GERAL
Após briga, jovem é esfaqueado por padrasto no Centro América
MUDANÇA NO CTB
Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito
POLICIAL
Casal é preso após briga no Loteamento Pantanal