Menu
quarta, 28 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

MP pede interdição da gruta do Lago Azul: principal cartão-postal de Bonito

07 junho 2018 - 10h47Campo Grande News

Principal cartão-postal de Bonito, a gruta do Lago Azul teve pedido de interdição por parte do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). A solicitação foi encaminhada ao diretor-presidente do Imasul (Instituto de Meio Ambiente), Ricardo Eboli.

Assinada pelos promotores João Meneghini Girelli e Alexandre Estuqui Junior, a recomendação pede que o termo de cooperação técnica com a prefeitura de Bonito seja rescindido em 48 horas; que o Imasul interdite a visitação a gruta do Lago Azul até que a Secretaria do Patrimônio da União providencie a efetiva autorização de exploração; e que o instituto elabore com urgência o plano de manejo, que deveria estar pronto desde 2006. O estudo é colocado como indispensável para reabertura da visitação.

Já o prefeito de Bonito, Odilson Arruda Soares (PSDB), deve prestar contas dos valores arrecadados com a visitação no prazo de 30 dias e que cesse imediatamente a concessão de cortesias, pois não existe previsão legal para a gratuidade. O MP deu prazo de dez dias para que o Imasul e a prefeitura respondam se acatam ou não os pedidos.

Conforme o documento, a prefeitura de Bonito não tem autorização para explorar o interior da gruta do Lago Azul, que pertence à União.

“Ao contrário do que se poderia imaginar, o Município de Bonito/MS NÃO conta com a outorga de uso da gruta do Lago Azul concedida pela União, seja na modalidade de cessão onerosa, ou a qualquer título, de modo que vem explorando há décadas a Gruta do Lago Azul sem qualquer autorização formal da União, ou seja, de forma totalmente irregular, motivo pelo qual não suporta nenhum ônus financeiro dessa exploração”, informa os promotores.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o termo de cooperação técnica 5/2014, firmado entre Imasul e prefeitura, que concedeu ao município de Bonito o direito de gerir o Monumento Natural da Gruta do Lago Azul não inclui a gruta, mas apenas a unidade de conservação que a protege.

Descaso e dinheiro – Fiscalização da Vigilância Sanitária, realizada em primeiro de março deste ano, apontou diversas irregularidades e descaso da prefeitura na manutenção do principal cartão-postal de Bonito. Fotografias mostram banheiros com vaso sanitário e torneiras estragados. Depois da inspeção, a prefeitura começou reforma no local.

De acordo com os promotores, extrato enviado pela prefeitura de Bonito aponta que foram concedidas 5.344 cortesias para visitar a gruta entre primeiro de janeiro de 2017 e 27 de abril de 2018. Considerando que o passeio custa R$ 50, as cortesias resultam no valor de R$ 267.200, que deixaram de ser arrecadados.

A gruta do Lago Azul foi tombada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico
Nacional) em 13 de outubro de 1978.  A reportagem entrou em contato com as assessorias de imprensa da prefeitura de Bonito e do Imasul e aguarda retorno.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agricultura
Colheita do milho deve sofrer queda de mais de 2 milhões de toneladas
Destaque
MS mantém liderança no ranking da OPAS como melhor Estado que vacina contra Covid-19 no país
Olímpiadas
Tóquio: seleção brasileira vence a Arábia Saudita e avança às quartas
Calendário
Comprovação para a primeira chamada do Prouni termina hoje
Na Capital
Júri absolve assassino confesso por ele ter agido em "ato de desespero"
28 de julho
Dia do Agricultor: data valoriza papel dos trabalhadores rurais na economia
Com restrições
Visitas presenciais são retomadas a partir de 1º de agosto nos presídios de MS
Monitoramento
Ladário sai da bandeira vermelha e volta para laranja
Posicionamento
Com vacinação de profissionais da educação, volta às aulas presenciais é urgente
340 vagas
Matrículas para cursos de línguas do IFMS começam nesta quarta (28)

Mais Lidas

Em Corumbá
Receita Federal publica Edital para leilão de 82 lotes
Agressão
Homem é preso após arremessar cadeira contra esposa
Distribuição
Corumbá e Ladário recebem novas doses da vacina contra Covid
Novo Parceiro
Santhiago forma nova dupla e retorna para música