Menu
domingo, 25 de fevereiro de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Geral

Morre em Campo Grande, Fuzileiro Naval que foi maestro em Corumbá

04 dezembro 2023 - 21h29Ademar Cardoso para o Capital do Pantanal

O Fuzileiro Naval Osório Xavier, que serviu no 6º Distrito Naval, em Ladário, faleceu nesta segunda-feira (4), em Campo Grande, a Capital de Mato Grosso do Sul. Ele foi maestro da Banda Musical da Marinha do Brasil e fundador da Banda de Música Municipal da Prefeitura de Corumbá, além de ter implantado o Clube de Lazer Lago Azul e ter criado uma cooperativa que beneficiou mais de mil famílias no município. 

Osório Xavier foi casado com D. Gonçalina Alves Xavier (in memorian), uma das integrantes da família que criou e realiza anualmente a tradicional Festa do Morro de Santa Cruz, em Corumbá, há 153 anos. Ele é pai de 7 filhos (6 mulheres e 1 homem) e faleceu após comemorar, recentemente, seus 94 anos de idade no dia 23 de novembro deste ano.

“Seo” Osório sempre foi empreendedor. Conta a história, que começou a trabalhar quando tinha apenas 03 (três) anos de idade. “O pai dele pedia a ele para montar nos cavalos e fazer a demonstração da destreza e beleza do animal para os compradores interessados; então era o menino demonstrador que ajudava o pai nos negócios, apesar da pouca idade”, relata o amigo pessoal, Ademar Cardoso.

Sempre levou a vida à custa de muito trabalho para manter a responsabilidade de ser o provedor na sua família. Saiu da Bahia para entrar na Marinha do Brasil e ficou pouco tempo no Rio de Janeiro, pois logo foi destacado para servir em Corumbá, onde atuou a maior parte de seus 30 anos na Marinha. 

Ele deu a volta ao mundo a bordo de um dos navios da Marinha brasileira, adquiriu muitas experiências internacionais e sempre desejou implantar na cidade de Corumbá. Não possui uma sequer, alteração negativa em sua ficha como integrante da Marinha do Brasil. Foi um homem de muitas histórias edificantes para seus semelhantes. 

Um dia lhe foi perguntado qual seria sua diversão, lazer ou hobby?. A resposta foi incontinenti: “o trabalho, sempre gostei de trabalhar”. Além de suas virtudes de caráter e personalidade, uma característica sempre sobressaiu: o empreendedorismo. 

Quando criança, fazia negócios. Cresceu com pequenos empreendimentos. Quando adulto, não parou. Tinha que entrar de serviço na Marinha, às 8h, mas, antes, acordava às quatro da manhã e ía para as fazendas tirar leite e comercializar na cidade. Isso, além de outras iniciativas econômico-sociais. 

Osório ao lado da família, dizinha que o trabalho era seu maior hobbie. Foto: arquivo pessoal 

Foi empreendedor, ao criar uma Cooperativa em Corumbá, que adquiria produtos diversos em Campo Grande, para repassar a menor preço para os cooperados na cidade branca. Conseguiu beneficiar mais de mil famílias

Osório Xavier não conseguia “parar quieto”. Pesquisou pessoas que pudessem ajudá-lo a criar um clube social de lazer, em Corumbá. Encontrou apoio no interior de São Paulo e, com sua confiabilidade junto a população, comercializou títulos. Assim nasceu, o Clube Lago Azul.

Outro empreendimento social importante da cidade pantaneira, que nasceu pelas mãos e boa vontade do “Comandante” Osório, foi a Banda Municipal de Música da Prefeitura. Ele sempre foi maestro e dedicou seus conhecimentos profissionais sobre Música, abnegadamente, em favor da existência da Banda.

Só em 2015, já com 86 anos, decidiu ser empreendedor em grande escala, na área industrial, para benefício próprio, ao contrário do que sempre fez antes. Nasceu o sonho de implantar uma indústria mineradora para explorar o sub-solo em uma de suas propriedades: o sítio Boa Esperança, localizado à margem da BR-262, na entrada de Corumbá, altura do km 777, na base do Morro do Jacadigo. 

Sua intenção, era produzir calcário e pedra brita, um produto escasso em Corumbá e sempre importado quando se trata de grande necessidade. Teve dificuldade de ter êxito, devido ao excesso de burocracia e o lento compasso do poder estatal. 

Outro de seus empreendimentos, era a construção de um conjunto habitacional no Jardim São Domingos, uma área onde a família Xavier possui cerca de 250 lotes, 180 deles já com matriculas individuais registradas em Cartório. 

Seu último empreendimento, foi a criação e implantação de usinas de energia solar, para atendimento de milhares de consumidores em Mato Grosso do Sul. A distribuição seria feita através de Cooperativa conveniada com a Energisa. “A energia solar chegaria através dos cabos da empresa, sem necessidade de instalação das placas fotovoltaicas nos prédios residenciais, comerciais e industriais”, explica Cardoso.

Quem conversava com “Seo” Osório, logo via sua vitalidade e inteligência, apesar da idade cronológica. Sempre muito forte, dificilmente reclamava disto ou daquilo. Sua filosofia era superar as adversidades e continuar a vida. 

E foi sem reclamar, que ele partiu. “Conversei com ele ontem (03/12) e ele sempre falando de negócios. Depois, foi dormir naturalmente. Mas, estava com quadro de pneumonia e amanheceu sem vida”, explica sua filha Sônia Vachianno.

Serviço

O Velório de Osório Xavier começou às 16h desta segunda-feira, 04/12, na Av. Ernesto Geisel, 3.887, em frente ao Horto Florestal, em Campo Grande/MS.

O sepultamento será às 9h do dia 05/12, no Cemitério Park Monte Das Oliveiras, na Av. Guaicurus, 7.000, próximo ao Museu José Antônio Pereira.

Receba as notícias no seu Whatsapp. Clique aqui para seguir o Canal do Capital do Pantanal.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contra a Dengue
Bairros de Ladário recebem força-tarefa de limpeza neste sábado (24)
Reitoria
Ainda sem eleição direta, UFMS escolhe novo reitor em maio
Hoje
Grupo Vozes Especiais realiza workshop no Moinho Cultural
Localizado e preso
Diretora impede entrada de homem armado com faca em creche no Guatós
Imunização
Confira horário de vacinação contra dengue em Corumbá e Ladário neste sábado
Seguia para Capital
Mulher é presa com 2,3 kg de maconha na BR 262
Planejamento
MPT propõe parceria estratégica para prevenir trabalho escravo contemporâneo em MS
Fiocruz
Especialistas alertam para aumento da taxa de suicídio entre crianças e jovens
Aposta
Mega-Sena pode pagar hoje prêmio de R$ 110 milhões
Operação Ágata
Passageiro é flagrado transportando cocaína de Corumbá para Capital

Mais Lidas

Localizado e preso
Diretora impede entrada de homem armado com faca em creche no Guatós
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal
Últimas 24h
Plantão dos Bombeiros registra resgate no Pantanal, óbito e acidente de trânsito