Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Geral

Ministério da Saúde, SES e Sesau realizam vistoria técnica na Unidade do Trauma

13 fevereiro 2019 - 09h36Portal do MS

Nessa terça-feira (11.2), técnicos do Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) realizaram vistoria na Unidade do Trauma, com objetivo de avaliar os custos de funcionamento para a elaboração do Plano Operativo. Desde o início de setembro do ano passado, o local começou a funcionar de forma gradual.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, destacou que o objetivo é fazer a Unidade do Trauma funcionar em sua plenitude. “Precisamos resolver esse impasse que já vem se arrastando a mais de um ano. Esperamos que com a visita técnica o Ministério da Saúde possa aportar os recursos que havia se comprometido”, disse.

O Plano Operativo é necessário para que ocorra a pactuação entre o Ministério da Saúde, SES, Sesau e Associação Beneficente de Campo Grande – Santa Casa para que ocorra o repasse de recursos para o funcionamento da Unidade.

Os representantes do Ministério da Saúde são ligados à Coordenação Geral de Atenção Hospitalar, responsável por avaliar as unidades habilitadas referentes a custeio e produção. Na segunda-feira (11.2), foi realizado o levantamento sobre a produção da Unidade do Trauma e outras unidades habilitadas da Santa Casa.

Ontem, os técnicos realizaram vistoria na Unidade do Trauma e unidades habilitadas para averiguar necessidade de custeio do hospital. Logo após, ocorreu reunião entre o Ministério da Saúde, Prefeitura e Governo do Estado para o alinhamento da proposta para o Plano Operativo.

Com mais de 6.600 metros quadrados de área construída, o local tem 100 leitos de internação, 10 leitos de UTI, 5 salas cirúrgicas, 2 salas para cirurgia de pequeno porte, 1 sala de fisioterapia, 1 sala de reabilitação, 3 salas de observação com 15 leitos, 2 salas de raio X, 1 sala de tomografia, 2 salas de odontologia, 3 consultórios e 1 sala de emergência.

Em 2016, após o Governo do Estado retomar a obra, em parceria com o Governo Federal e Prefeitura, houve um aporte para a unidade no valor de R$ 8,4 milhões, recursos empregados pelo Governo do Estado no valor de R$ 1,6 milhão, Ministério da Saúde com R$ 2,5 milhões, Prefeitura de Campo Grande com R$ 3,2 milhões e Associação Beneficente de Campo Grande com R$ 890 mil. A Santa Casa também investiu mais R$ 4 milhões para readequar o projeto estrutural inicial da Unidade, de onde foram refeitos dois mil metros quadrados, conforme exigências da Vigilância Sanitária.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS recebe 50,5 mil doses da Astrazeneca do Ministério da Saúde
GERAL
PMA de Corumbá recebe doação de viatura da Vale para uso na fiscalização no Pantanal
SAÚDE
Prefeitura leva atendimento médico de rotina para o Porto Esperança
POLICIAL
Jovem é preso com 483 unidades de maconha no Cristo Redentor
POLICIAL
PMA apreende mais três tigres d'água em chácara
COVID-19
Vereador reforça necessidade de imunizar trabalhadores do CAC contra a Covid
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial
POLICIAL
PRF apreende mais de 1,5 tonelada de maconha em MS
CIDADE
Vereador solicita informações sobre estágio de projeto de reforma do antigo mercadão
SEMANA NACIONAL DAS COMUNICAÇÕES
Wi-Fi Brasil leva internet a mais de 13 mil pontos remotos do país

Mais Lidas

POLICIAL
Assaltante é preso em flagrante no bairro Popular Velha
CONTRABANDO
PRF apreende carga com prata na BR 262 avaliada em 2 milhões de reais
EDUCAÇÃO
Senac oferece desconto de 30% em cursos EAD em diversas áreas
APOIO A SAÚDE
Vale inicia nova parceria na região com o projeto Ciclo de Saúde Pantanal