Menu
sábado, 02 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Metade dos adolescentes de MS precisam vacinar-se contra o HPV

15 março 2018 - 09h25Campo Grande News

Mato Grosso do Sul, conforme o Ministério da saúde teve imunizados 51,1% das meninas e 46,7% dos meninos contra o HPV (Papiloma Vírus Humano). Tal cobertura levou o governo a convocar os adolescentes a atualizar as carteiras de vacinação também contra a meningite.

Devem ser vacinadas contra o HPV, as meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Tal vacina, que deve ser reaplicada até seis meses após a primeira dose, previne diversos tipos de cânceres como do colo do útero, vagina, pênis e ânus, além de verrugas genitais.

No caso da meningite C, o ministério ampliou a faixa etária em dois anos, possibilitando que meninos e meninas de 11 a 14 anos recebam a imunização de reforço daquelas já recebidas inicialmente aos três, cinco e doze meses de vida. A meta hoje consiste em vacinar 80% do público-alvo, ante os 32% alcançados no ano passado em todo o país.

O HPV é transmitido pelo contato direto com a pele ou mucosa infectada e não somente por relações sexuais, podendo inclusive ocorrer durante o parto. A meningite, por sua vez, tem sua propagação por meio de secreções respiratórias de pessoas infectadas, assintomáticas ou doentes. Seus principais sintomas envolvem febre alta que começa abruptamente, dor de cabeça intensa e contínua, vômito, náuseas, rigidez na nuca e manchas vermelhas na pele.

Campanha - Usando a linguagem de séries, campanha publicitária usa o slogan "Não perca a nova temporada de Vacinação contra a meningite C e o HPV" para incentivar a imunização entre os adolescentes. As escolas também foram mobilizadas por meio do Programa Saúde na Escola, fruto da parceria entre os ministérios da Saúde e Educação. 

"Vamos insistir para ampliar a cobertura vacinal e insistir na escola, onde podemos fazer uma potencialização da imunização e assim diminuir a prevalência do HPV, que hoje está muito alta, acima de 50% nos jovens brasileiros", disse o ministro da saúde, Ricardo Barros.

Foram enviadas as escolas materiais informativas sobre as doenças, para que os professores sejam estimulados a conversar com os alunos e seus familiares sobre o tema. O Brasil é o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a oferecer a vacina HPV também para meninos em programas nacionais de imunizações.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Devido a obra
Travessia de caminhões cegonha na ponte do rio Paraguai ocorre com horários programados
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados