Menu
segunda, 18 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Mercado atacadista vai gerar 100 empregos diretos em Corumbá

19 maio 2018 - 09h40Prefeitura Muniipal de Corumbá

O prefeito Marcelo Iunes recebeu nesta sexta-feira, 18 de maio, o diretor comercial do Atacadista Mega, Edmilson Verati. Atuando em Mato Grosso do Sul há 35 anos no ramo de supermercados, o grupo empresarial deve inaugurar sua primeira loja em Corumbá no próximo ano. A área onde o projeto será executado, no bairro Popular Velha, inclusive já foi adquirida.

“Foi dado inicio agora (no projeto). A gente quer abrir no ano vem, o quanto antes. Ainda temos os trâmites burocráticos para resolver e estamos aqui buscando o apoio da Prefeitura, dentro do que a Lei nos permite”, afirmou o empresário, que destacou o potencial econômico da região pantaneira e a receptividade do Executivo municipal.

“Corumbá é a quarta cidade do Estado em termos populacionais. É uma cidade que tem uma renda per capita interessante, com consumo bastante expressivo. Vemos que é possível nessa área atacadista ter mais uma empresa aqui em Corumbá”, completou o empresário. O grupo atualmente está instalado Campo Grande, com o Veratti Supermercados, e em Costa Rica e Chapadão do Sul.

O prefeito ressaltou a importância do empreendimento para o município, onde serão geradas mais de 100 vagas de emprego direto. “Quem ganha com isso tudo é a população, que graças à concorrência entre os comerciantes terá preços mais acessíveis e também mais opções de trabalho e emprego”, pontuou Marcelo Iunes.

“Queremos que cada vez mais empresas venham para cá e ocupem a mão de obra de nossa cidade. A geração de empregos é hoje uma das principais reivindicações da nossa população. Por isso estamos trabalhando para atrair mais investidores para cá”, reforçou o chefe do Executivo municipal, apontando as alterações na regulamentação do Programa Corumbá em Desenvolvimento.

Conforme o Decreto 1.973, que será publicado no DIOCORUMBÁ desta sexta-feira, 18, para pleitear a isenção no IPTU pelo prazo de até 10 anos, o empreendimento deve contar com mais de 100 empregados, e não mais 40 pessoas como limitava a regulamentação anterior. Para oito anos de isenção, devem ser gerados 80 empregos e assim consequentemente até os dois anos de isenção no PITU para empresa com mais de 20 empregados.

“Empresários de várias regiões estão vendo o potencial da nossa cidade, também por causa da participação importante dos nossos irmãos bolivianos. Agradecemos a confiança que o Atacadista Mega está demonstrando na Administração e esperamos que outars pessoas também sigam esse exemplo. Há mercado e oportunidade para muitos outros investidores”, concluiu Marcelo Iunes. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
PF de MS recebe 23 viaturas e recebe 29 novos policiais federais
GERAL
Concursos da PM e CBM possuem novos cronogramas de atividades
COVID-19
MS registra quase 151 mil casos confirmados de coronavírus e 2,7 mil óbitos pela doença
VACINA COVID-19
Vacinas chegam em MS nesta segunda e campanha deve ter início às 16 horas
POLICIAL
Policiais detém dois homens após briga no bairro Aeroporto
EDUCAÇÃO
REME abre Pré-Matrícula Digital para alunos novos; veja calendário
ECONOMIA
Auxílio emergencial: Caixa libera saque para nascidos em agosto
GERAL
Bombeiros atendem solicitação de suposto desaparecimentos de pessoas em fazenda
GERAL
Bombeiros resgatam vaca que caiu em poço artesiano de 8 metros no Assentamento Taquaral
COLISÃO
Batida de carro e moto no Popular Nova deixa motociclista com ferimento graves

Mais Lidas

ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem