Menu
sexta, 17 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

jovem de 15 anos baleou rapaz na cabeça e pretendia cometer vários assaltos

12 abril 2018 - 09h33G1

Polícia prendeu dois homens, de 19 e 20 anos, suspeitos de assaltarem um grupo de jovens, no bairro, em Campo Grande. Eles contaram com o apoio de um menino de 15 anos, que estava armado e atirou cinco vezes contra Vitor Hugo Córsoba Prucheta, de 18 anos. O rapaz permanece internado, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa.

"O adolescente justificou que a vítima teria reagido e o empurrado, mas, os elementos não indicam qualquer reação. Nós estamos aguardando os laudos para concluir o inquérito e não descartamos, inclusive, uma reprodução simulada do crime. O menino comentou que a ideia deles era praticarem assaltos e aqueles ali foram os primeiros a serem abordados e, de fato, não houve mais vítimas aquele dia", afirmou ao G1 o delegado Sérgio Luiz Duarte, responsável pelas investigações.

A participação do adolescente está sendo apurada pela Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e a Juventude (Deaij). Os outros dois envolvidos tiveram a prisão temporária, de 30 dias, decretada pela Justiça. "Nós fizemos inúmeras diligências, levantamento imagens e os autores foram identificados após denúncia anônima. Foi algo muito valioso para a nossa investigação e tivemos o resultado positivo. Agora, estamos torcendo para a recuperação da vítima", comentou Duarte.

Entenda o caso

Vitor foi atingido por um tiro na testa quando caminhava com amigos logo depois das 0h, no dia 26 de março, bairro Estrela do Sul. Ele está sedado, entubado e fazendo uso de antibióticos, ainda conforme a assessoria de imprensa do hospital.

Segundo a irmã da vítima, a empresária Adriana Córdoba, a família está sofrendo com a situação. "A gente fica se sentindo incapaz. Ele saiu para trabalhar e não voltou mais". Vitor é funcionário de um supermercado e naquele dia havia encerrado expediente às 14h (de MS).

"Era a primeira vez que ele andava na rua àquela hora. Tinha ido comemorar o aniversário de um amigo", fala Adriana, explicando que o aniversariante era um dos três amigos que estavam com Victor no momento dos tiros e que o grupo seguia para casa dele.

Polícia prendeu dois homens, de 19 e 20 anos, suspeitos de assaltarem um grupo de jovens, no bairro, em Campo Grande. Eles contaram com o apoio de um menino de 15 anos, que estava armado e atirou cinco vezes contra Vitor Hugo Córsoba Prucheta, de 18 anos. O rapaz permanece internado, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa.

"O adolescente justificou que a vítima teria reagido e o empurrado, mas, os elementos não indicam qualquer reação. Nós estamos aguardando os laudos para concluir o inquérito e não descartamos, inclusive, uma reprodução simulada do crime. O menino comentou que a ideia deles era praticarem assaltos e aqueles ali foram os primeiros a serem abordados e, de fato, não houve mais vítimas aquele dia", afirmou ao G1 o delegado Sérgio Luiz Duarte, responsável pelas investigações.

A participação do adolescente está sendo apurada pela Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e a Juventude (Deaij). Os outros dois envolvidos tiveram a prisão temporária, de 30 dias, decretada pela Justiça. "Nós fizemos inúmeras diligências, levantamento imagens e os autores foram identificados após denúncia anônima. Foi algo muito valioso para a nossa investigação e tivemos o resultado positivo. Agora, estamos torcendo para a recuperação da vítima", comentou Duarte.

Entenda o caso

Vitor foi atingido por um tiro na testa quando caminhava com amigos logo depois das 0h, no dia 26 de março, bairro Estrela do Sul. Ele está sedado, entubado e fazendo uso de antibióticos, ainda conforme a assessoria de imprensa do hospital.

Segundo a irmã da vítima, a empresária Adriana Córdoba, a família está sofrendo com a situação. "A gente fica se sentindo incapaz. Ele saiu para trabalhar e não voltou mais". Vitor é funcionário de um supermercado e naquele dia havia encerrado expediente às 14h (de MS).

"Era a primeira vez que ele andava na rua àquela hora. Tinha ido comemorar o aniversário de um amigo", fala Adriana, explicando que o aniversariante era um dos três amigos que estavam com Victor no momento dos tiros e que o grupo seguia para casa dele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bodoquena
Assentamento é multado em R$ 60 mil por incêndio no Pantanal
Ambiente Competitivo
MS é o quarto estado que mais dispensa alvarás e licenças; afirma Fecomércio
Sustentabilidade
MS vai ganhar uma nova usina de energia solar em 2022
Imunização
Mato Grosso do Sul recebe mais 85.240 doses de vacina contra a Covid-19
"Branca Pura"
Operação apreende 47 quilos de cocaína; carga é avaliada em R$ 650 mil
Campo Grande
Tesouro Nacional reprova administração do prefeito Marquinhos Trad e secretário
Saúde
Campanha alerta que família tem palavra final na doação de órgãos
Economia Nacional
Governo encaminha ao Congresso plano de redução de benefícios fiscais
Criminoso
Polícia investiga incêndio na ponte do Saran na Estrada Parque
Conscientização
Abertura da Semana Nacional de Trânsito acontece dia 18 em Corumbá

Mais Lidas

Sem Transparência
Contas da Santa Casa continuam na mira de investigação do legislativo
Mudança no Tempo
Vento forte derrubou duas árvores em Corumbá
Evento
17º Amistoso da Diversidade é neste sábado (18) no Centro América
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta quarta (15) em Corumbá