Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

jovem de 15 anos baleou rapaz na cabeça e pretendia cometer vários assaltos

12 abril 2018 - 09h33G1

Polícia prendeu dois homens, de 19 e 20 anos, suspeitos de assaltarem um grupo de jovens, no bairro, em Campo Grande. Eles contaram com o apoio de um menino de 15 anos, que estava armado e atirou cinco vezes contra Vitor Hugo Córsoba Prucheta, de 18 anos. O rapaz permanece internado, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa.

"O adolescente justificou que a vítima teria reagido e o empurrado, mas, os elementos não indicam qualquer reação. Nós estamos aguardando os laudos para concluir o inquérito e não descartamos, inclusive, uma reprodução simulada do crime. O menino comentou que a ideia deles era praticarem assaltos e aqueles ali foram os primeiros a serem abordados e, de fato, não houve mais vítimas aquele dia", afirmou ao G1 o delegado Sérgio Luiz Duarte, responsável pelas investigações.

A participação do adolescente está sendo apurada pela Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e a Juventude (Deaij). Os outros dois envolvidos tiveram a prisão temporária, de 30 dias, decretada pela Justiça. "Nós fizemos inúmeras diligências, levantamento imagens e os autores foram identificados após denúncia anônima. Foi algo muito valioso para a nossa investigação e tivemos o resultado positivo. Agora, estamos torcendo para a recuperação da vítima", comentou Duarte.

Entenda o caso

Vitor foi atingido por um tiro na testa quando caminhava com amigos logo depois das 0h, no dia 26 de março, bairro Estrela do Sul. Ele está sedado, entubado e fazendo uso de antibióticos, ainda conforme a assessoria de imprensa do hospital.

Segundo a irmã da vítima, a empresária Adriana Córdoba, a família está sofrendo com a situação. "A gente fica se sentindo incapaz. Ele saiu para trabalhar e não voltou mais". Vitor é funcionário de um supermercado e naquele dia havia encerrado expediente às 14h (de MS).

"Era a primeira vez que ele andava na rua àquela hora. Tinha ido comemorar o aniversário de um amigo", fala Adriana, explicando que o aniversariante era um dos três amigos que estavam com Victor no momento dos tiros e que o grupo seguia para casa dele.

Polícia prendeu dois homens, de 19 e 20 anos, suspeitos de assaltarem um grupo de jovens, no bairro, em Campo Grande. Eles contaram com o apoio de um menino de 15 anos, que estava armado e atirou cinco vezes contra Vitor Hugo Córsoba Prucheta, de 18 anos. O rapaz permanece internado, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa.

"O adolescente justificou que a vítima teria reagido e o empurrado, mas, os elementos não indicam qualquer reação. Nós estamos aguardando os laudos para concluir o inquérito e não descartamos, inclusive, uma reprodução simulada do crime. O menino comentou que a ideia deles era praticarem assaltos e aqueles ali foram os primeiros a serem abordados e, de fato, não houve mais vítimas aquele dia", afirmou ao G1 o delegado Sérgio Luiz Duarte, responsável pelas investigações.

A participação do adolescente está sendo apurada pela Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e a Juventude (Deaij). Os outros dois envolvidos tiveram a prisão temporária, de 30 dias, decretada pela Justiça. "Nós fizemos inúmeras diligências, levantamento imagens e os autores foram identificados após denúncia anônima. Foi algo muito valioso para a nossa investigação e tivemos o resultado positivo. Agora, estamos torcendo para a recuperação da vítima", comentou Duarte.

Entenda o caso

Vitor foi atingido por um tiro na testa quando caminhava com amigos logo depois das 0h, no dia 26 de março, bairro Estrela do Sul. Ele está sedado, entubado e fazendo uso de antibióticos, ainda conforme a assessoria de imprensa do hospital.

Segundo a irmã da vítima, a empresária Adriana Córdoba, a família está sofrendo com a situação. "A gente fica se sentindo incapaz. Ele saiu para trabalhar e não voltou mais". Vitor é funcionário de um supermercado e naquele dia havia encerrado expediente às 14h (de MS).

"Era a primeira vez que ele andava na rua àquela hora. Tinha ido comemorar o aniversário de um amigo", fala Adriana, explicando que o aniversariante era um dos três amigos que estavam com Victor no momento dos tiros e que o grupo seguia para casa dele.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Mais de 30 mortes por coronavírus são registradas em apenas um dia no Estado
Denúncia
Mato, esgoto estourado e lixo tomam conta de Ladário
UTILIDADE PÚBLICA
Sanesul informa que poderá faltar água no bairro Jardim Aeroporto e imediações
Meio Ambiente
Em liberdade e monitorada: onça resgatada em incêndio do Pantanal é devolvida à natureza
POLICIAL
PM prende homem com mandado de prisão após ocorrência de furto de moto no Cristo Redentor
PRORROGADO TOQUE DE RECOLHER
Toque de recolher é prorrogado em Mato Grosso do Sul
EDUCAÇÃO
Enem 2020 tem novidades em acessibilidade
ESQUEMA DE COMBUSTÍVEL
PRF flagra esquema de furto de combustíveis e condutor entregou óleo diesel em Corumbá
GERAL
Prazo para aderir ao Simples Nacional termina em 29 de janeiro
Regime tributário garante o tratamento diferenciado para os pequenos negócios
GERAL
Corpo de Bombeiro atende ocorrência de queda de árvores em residências

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
Senai de Corumbá está com vagas abertas para cinco cursos técnicos presenciais e EAD
GERAL
Índios guatós comemoram chegada de internet em aldeia no Pantanal
GERAL
Desconto em cursos do Senac Corumbá vai até o dia 31 de janeiro
MEIO AMBIENTE
Serviço Geológico do Brasil divulga prognóstico para cheia na bacia do rio Paraguai