Menu
sexta, 16 de abril de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Marun já vê temer no segundo turno

26 março 2018 - 11h25José Carlos Cataldi e Sylma Lima
O ministro conversou com exclusividade com o Capital do Pantanal. Foto: Tatiana Amorim

“Candidatura de Michel Temer à reeleição é benvinda no seio do MDB”. A afirmação é do ministro chefe da secretaria de governo, Carlos Marun, em entrevista exclusiva ao Capital do Pantanal. Marun veio ao Mato Grosso do Sul participar de lançamento de conjunto habitacional erguido em parceria com os governos estadual e municipal, e, quanto à candidatura de Temer revelou que a estratégia será mostrar ao eleitor brasileiro os avanços que o Brasil teve na atual gestão.

O ministro disse que será fácil Michel Temer deslanchar como candidato viável, indo ao segundo turno com amplas chances de vitória, mesmo sem abandonar a Reforma da Previdência em troca de uma projeção populista: Vai combater a mentira dos que são contra, porque o país só terá viabilidade se ajustando a uma realidade mundial.

Sobre a possibilidade de Lula ser ou não candidato, Carlos Marun afirmou que isso para Temer e o MDB não faz a menor diferença. Manifestando posição pessoal e do partido, frisou que a defesa que fazem de forma intransigente é o cumprimento da lei que diz que condenados em segunda instância ficam inelegíveis.

Azambuja não dscarta aliança com MDB , mas disse que ainda é cedo para falar em eleição. Foto: Tatiana Amorim

Para Marun, o apoio aos estados e municípios governados pelo MDB em campanha é sempre uma importante bandeira. Sobre eventuais coligações no Mato Grosso do Sul afirmou que o partido já definiu que vai ter candidato próprio, cabendo a André Puccineli toda a articulação, não sendo descartada, porém, uma coligação com o PSDB: “Não somos inimigos, frisou. Apenas somos de partidos diferentes”. A resposta foi dada ao lado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), até aqui visto como pretendente à reeleição. O governador disse que ainda é muito cedo para falar sobre reeleição e ou coligações. O PSDB, segundo Azambuja estaria vonversando com todos os partidos. Mas, segundo ele, as composições sobre a eleição de 2018 sairão após a Copa do Mundo.

Carlos Marun também respondeu ao ‘Capital do Pantanal’ sobre eventual candidatura do ex-governador e atual ministro Moreira Franco ao governo do Rio de Janeiro. Disse desconhecer qualquer articulação nesse sentido, mas, entende viável uma decisão do MDB nesse sentido. "Moreira já foi governador do Rio e é elegível", frisou. 

Marum segue para Brasília ainda hoje onde tem compromissos inadiáveis, mas participou e entregou chave para moradores de novo conjunto babitacional. Foto: Capital do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no próprio site
GERAL
Deputada visita Hemonúcleo de Corumbá e constata caos
GERAL
Salão de Beleza em Ladário pega fogo
COVID-19
Corumbá destaca-se em número de altas a pacientes com Covid
GERAL
Cassems realiza Assembleia Geral Ordinária para prestação de contas no dia 22
GERAL
UFGD e Prefeitura de Ladário querem ampliar projetos na Base Baía Nega
ACESSIBILIDADE
Projeto de Lei obriga símbolo do TEA em placas de atendimento prioritário
GERAL
Prazo para preenchimento do PGDI começa nesta quinta-feira
DIREITOS HUMANOS
Agressões contra crianças aumentaram na pandemia, diz especialista
GERAL
Projeto de Lei prevê publicação de lista de espera de procedimentos médicos na internet

Mais Lidas

ATROPELAMENTO
Idoso é atropelado na Porto Carreiro e fica ferido
GERAL
Garagem Lanchonete inaugura filial em Ladário e traz variedades no cardápio
GERAL
Mulher fica ferida após cair da moto no Maria Leite
CRIME AMBIENTAL
Homem que transportaria plantas em extinção para a Bolívia é preso