Menu
domingo, 25 de fevereiro de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Geral

Marquês de Sapucaí abre a primeira noite de desfiles com a força do povo Guaicuru

11 fevereiro 2024 - 21h00Gesiane Sousa

Com o enredo: “Sou guerreiro valente Guaicuru! A minha resistência foi para sua existência”, a Marquês de Sapucaí abre a primeira noite de desfile das escolas de samba de Corumbá, neste domingo (11), com 700 componentes, quatro alegorias e 15 alas. 

O enredo da escola conta a origem dos povos indígenas, nos primórdios da humanidade. Quando a natureza era exuberante e viva, os rios eram cheios e fartos, tudo era perfeito pelas mãos do criador... a fauna, a flora, tudo em equilíbrio, mas faltava algo para contemplar esse deslumbrante paraíso encantador. O criador decide criar os povos indígenas, diversos eram eles: Guanás, Guachi, Paiaguá, Guarani, kadiwéu, e para estes povos foram distribuídas todas as riquezas que o criador obtinha, mas o Carcará, inconformado, sentia a falta de mais um povo, pede então para que o criador fizesse os Guaicurus. E da lamúria do Carcará dar-se então a criação de um povo guerreiro e valente.

Com quatro setores na avenida, a escola, infelizmente, deve sofrer penalizações por fantasias visivelmente incompletas. No primeiro setor, da comissão de frente até a 6ª ala, dos Guatós, a agremiação conta sobre a criação dos guaicurus, etnias rivais, e como era seu território antes da chegada dos invasores.

O 2° setor tem inicio com a segunda alegoria, ‘Os colonizadores’, e se encerrara com a ala das baianas. Neste trecho, a agremiação mostra a chegada dos colonizadores em busca das riquezas no território Guaicuru, onde foram travadas batalhas sangrentas e diversas tentativas de evangelização.

Comissão de frente apresentou uma bela coreografia indígena. Foto: Capital do Pantanal

O 3° setor inicia com o 3º carro alegórico, ‘O Pantanal’ e se encerrara na ala ‘O rio Paraguai’. Nesta parte, a escola mostra o que foi deixado como herança pelos Guaicuru, e o que a sociedade faz com o território conquistado na garra e na coragem.

O 4° e último setor, a partir da 14ª ala: “Um só coração”, agradece aos indígenas guerreiros Guaicurus por tudo que fizeram para que hoje a humanidade pudesse habitar no lugar em que vivemos. 

A rainha de bateria representa a soberania Guaicuru e a resistência do povo indígena através dos tempos. O mestre de bateria, como cacique kadwéus é o responsável por orquestrar e proteger a herança Guaicuru.

Ficha técnica 

G.R.E.S.M.I. Marquês de Sapucaí
Fundação: 29 de fevereiro de 1988
Cores: Azul, Amarelo, Verde, Branco e Lilás
Presidente: Odeti brincker Bueno
Vice Presidente: Ademir da Silva Arruda
Presidente de honra: Vanderlei dos santos
Diretor de carnaval: Héverton gaete
Diretor de harmonia: Marcelo Rodrigues carrelo
Intérprete: Thiago Brito
Mestre de bateria: Mario Gutierrez
Rainha de bateria: kevelyn Aragão
Mestre sala: Victor Hugo de souza
Porta bandeira: Julia Soares de souza
Coreógrafo: Marcelo samaniego
Carnavalesco: júnior santos
N° de componentes: 700
N° de alegorias: 4
N° de elementos cenográficos. 1
N° de alas: 15

Receba as notícias no seu Whatsapp. Clique aqui para seguir o Canal do Capital do Pantanal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contra a Dengue
Bairros de Ladário recebem força-tarefa de limpeza neste sábado (24)
Reitoria
Ainda sem eleição direta, UFMS escolhe novo reitor em maio
Hoje
Grupo Vozes Especiais realiza workshop no Moinho Cultural
Localizado e preso
Diretora impede entrada de homem armado com faca em creche no Guatós
Imunização
Confira horário de vacinação contra dengue em Corumbá e Ladário neste sábado
Seguia para Capital
Mulher é presa com 2,3 kg de maconha na BR 262
Planejamento
MPT propõe parceria estratégica para prevenir trabalho escravo contemporâneo em MS
Fiocruz
Especialistas alertam para aumento da taxa de suicídio entre crianças e jovens
Aposta
Mega-Sena pode pagar hoje prêmio de R$ 110 milhões
Operação Ágata
Passageiro é flagrado transportando cocaína de Corumbá para Capital

Mais Lidas

Localizado e preso
Diretora impede entrada de homem armado com faca em creche no Guatós
Na entrada
Perícia estima que morte de homem encontrado em mata na cidade tenha ocorrido há 4 dias
Vindo do RJ
Boliviano de 21 anos é detido com 35 celulares sem nota fiscal
Últimas 24h
Plantão dos Bombeiros registra resgate no Pantanal, óbito e acidente de trânsito