Menu
terça, 05 de março de 2024
Fipec 2024
Fipec 2024
Geral

Mais uma derrota a autores de Fake News contra Odilon

02 setembro 2018 - 10h21assessoria de imprensa

 Usuários do Facebook e site de notícias veiculam inverdades para tentar influenciar o processo eleitoral A Justiça Eleitoral impôs mais uma derrota aos autores de Fake News contra o candidato ao governo do Estado juiz Odilon de Oliveira. A decisão foi publicada nesta sexta-feira, dia 31, pelo juiz auxiliar Wagner Mansur Saad, que determinou a exclusão […]

A Justiça Eleitoral impôs mais uma derrota aos autores de Fake News contra o candidato ao governo do Estado juiz Odilon de Oliveira. A decisão foi publicada nesta sexta-feira, dia 31, pelo juiz auxiliar Wagner Mansur Saad, que determinou a exclusão de uma série de postagens feitas por meio de páginas da rede social Facebook, com notícias falsas. A determinação vale ainda para informações veiculadas pelo site de notícias Jornal i9, da família Portilho e Coene.

O magistrado, que julgou a representação feita pela coligação “Esperança e Mudança”, acatou o argumento da defesa de que as postagens com Fake News sobre Odilon têm o objetivo de influenciar o processo eleitoral e prejudicar o candidato do PDT. É a segunda vez que esses autores são punidos pela Justiça por postagens de notícias falsas com Odilon.

Conforme a decisão de Mansur Saad, Francisco Henrique Portilho Coene e Fabrizio Trindade Coene têm 48 horas para retirar do ar as postagem feitas em suas páginas no Facebook, afirmando que a campanha de Odilon é financiada com dinheiro “do jogo do bicho”. A pena de multa, em caso do descumprimento da decisão, é de R$ 1 mil por dia.

Os representados mentem ainda ao dizer que o candidato a deputado estadual, Jamilson Name, tem ligação com o crime organizado. Já a empresa, Daria Rodrigues De Souza – ME, proprietária do Jornal i9, deve tirar do ar a matéria com o “Doleiro que financia ODILON é laranja dos Namme e fez transações cambiais com JEDEÃO”, com informações falsas.

O magistrado determinou também a notificação da empresa Facebook Serviços Online do Brasil LTDA, para que informe, no prazo máximo de três dias, os números de IPs (internet protocol) de onde foram acessados a página Brasil Verdade, durante os meses de junho e agosto – para a publicação de Fake News. A multa é de R$ 30 mil por dia de descumprimento.

Desde que o juiz Odilon anunciou sua intenção de ser candidato ao governo do Estado, essas pessoas punidas nesta decisão iniciaram e intensificaram, com o passar dos dias, os ataques com notícias falsas. Ao mesmo tempo em que só elogiam o governador do Estado, inclusive aparecendo juntos de fotografias. “Somos contra esse jogo sujo com Fake News. Nossa campanha vai ser propositava e cobrar as responsabilidades das promessas eleitorais que não foram cumpridas. Atacar levianamente jamais. O povo sabe muito bem o que está em jogo”, afirmou o pedetista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tempo
Com temperaturas mais amenas, terça-feira tem tempo instável e probabilidade de chuvas
Corumbá tem mínima de 26°C e máxima de 31°C
Oportunidades
Qualifica Ladário divulga lista com os inscritos para as turmas 2024
Mês da mulher
UBS João Fernandes inicia mês de Março com atendimento semanal até às 22h em Ladário
Eventos
Roda de Conversa no CCI abre programação do mês da mulher em Corumbá
Variedades
Melhor Soundbar Samsung
Saúde
Primeira Conferência Livre para discutir Atenção Primária acontece quarta-feira, dia 06
Evento
FIPEC 2024 acontece de 15 a 17 de março no Porto Geral; inscrições seguem abertas
3ª edição
Campo Grande vence a Copa dos Campeões da Assomasul
Finasa
Câmara autoriza Prefeitura contratar linha de crédito para infraestrutura
Tráfico de Drogas
PM prende dois por venda e porte de droga no Centro América

Mais Lidas

Em Corumbá
Homem é preso acusado de abusar da sobrinha de 12 anos
Na BR 262
Boliviano é preso com 2kg de maconha em fundo falso de mala
Até dia 11
Processo Seletivo da UEMS tem 51 cursos de graduação com inscrições abertas
Ecoturismo
Baixa temporada em pleno verão em Bonito e Serra da Bodoquena tem tarifário reduzido