Menu
terça, 15 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Mais da metade dos pacientes que testaram positivo já estão recuperados

06 julho 2020 - 14h10Assessoria de Imprensa

Até o dia 06 de julho Corumbá registrou 424 casos positivos de Covid-19, destes 223 estão recuperados, o que representa 52.59%.

 

Ainda há 181 pessoas estão em isolamento domiciliar, ou seja, 42,69%, e 1,89% seguem internadas, 12 pessoas faleceram em virtude da doença.

A Secretaria de Saúde Municipal publica diariamente o boletim epidemiológico referente ao Covid-19, baseados em informações lançadas no Sivep Gripe e E-SUS VE.

O Secretário de Saúde, Rogério Leite explica “apesar de sermos a terceira cidade do Estado com o registro de mais casos, há uma diferença enorme entre o segundo município que é Dourados, que possui mais de 3 mil positivos. Estamos em décimo quinto no registro de incidência por cem mil habitantes”.

“Pedimos que redobem os cuidados principalmente com os idosos e as pessoas que possuem alguma comorbidade como hipertensão e diabetes. Lamentamos profundamente os óbitos registrados, nos solidarizamos aos familiares e amigos enlutados”, afirma o Secretário.

O Prefeito, Marcelo Iunes ressalta que o índice de isolamento social caiu novamente, “de acordo com o índice de isolamento social divulgado ontem pelo Governo do Estado, Corumbá está com 47,4%, precisamos muito que a aqueles que puderam, fiquem realmente em casa, e caso tenham que sair para trabalhar utilizem máscaras e cumpram as regras. Ainda não há uma vacina ou tratamento específico para a doença, então o isolamento continua sendo a melhor maneira de evitar a contaminação”.

“Esperamos entregar até o final da semana a parte do Hospital que está em reforma para atender pacientes exclusivos Covid, como o prédio é muito antigo a obra demorou um pouco mais do que esperado, mas independente disto, até o momento, todos pacientes contaminados ou suspeitos que precisaram de atendimento ou internações foram assistidos”.

Testagem 

Em Corumbá, já foram realizados 4.894 testes, entre exames rápidos e swabs. Em parceria com o governo do Estado, a capacidade dos testes foi ampliada para 600 exames semanais, às segundas, quartas e quintas.

O agendamento é feito somente por telefone: 67 98472-8850; ‎67 98467-4573 e 67 98473-2408. Das 08h às 18h.

Faltas

O Município registra uma média de 20% de faltas, o Médico infectologista Hilton Luiz Alves Filho, reforça a importância de comparecer no dia e horário agendados. “Não falte para realizar o exame. Caso não possa ir, ligue e desmarque, pois assim, deixa vaga para outra pessoa, além de ajudar a diminuir a fila de espera”, frisou.

O Município está testando os profissionais da saúde, contactantes diretos de casos positivos e profissionais que também atuam na linha de frente como os fiscais da Posturas, Agetrat, Guarda Municipal, Assistência Social e Polícia Civil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTAVA ALCOOLIZADO
Condutor que atropelou e matou mulher na Rio Branco estava alcoolizado
VÍTIMA FATAL
Mulher morre atropelada por caminhonete na Avenida Rio Branco
CPI DA COVID
Na mira da CPI: Corumba é um dos municípios com irregularidades nas ações da Covid
SAÚDE
Vacina contra Influenza está aberta para novos públicos
EM TEMPOS DE PANDEMIA
Morador transforma calçada em jardim como forma de terapia
QUEDA DE MOTO
Homem fica ferido após queda de moto no Cristo
OPERAÇÃO HÓRUS
PMA prende dois caçadores, apreende três armas e munições e frustra caçada ilegal
ECONOMIA
Com alta no mercado internacional, saca do milho em MS valoriza 130% em um ano
GERAL
Prefeitura lança IPTU 2021 com até 30% de desconto para pagamento à vista
POLICIAL
PM frusta golpe em locadora e recupera dois veículos que seriam levados para a Bolívia

Mais Lidas

EM TEMPOS DE PANDEMIA
Morador transforma calçada em jardim como forma de terapia
VÍTIMA FATAL
Mulher morre atropelada por caminhonete na Avenida Rio Branco
ESTAVA ALCOOLIZADO
Condutor que atropelou e matou mulher na Rio Branco estava alcoolizado
CPI DA COVID
Na mira da CPI: Corumba é um dos municípios com irregularidades nas ações da Covid