Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Madrasta que pisoteou e matou bebê é indiciada por homicídio qualificado

24 agosto 2018 - 09h43Midiamax

Jéssica Leite Ribeiro, de 21 anos, madrasta do bebê de 1 ano que morreu após ser  pisoteado por ela, foi indiciada por homicídio qualificado. Ela confessou ter provocado os ferimentos que mataram a criança, mas disse que não teve a intenção de tirar a vida do bebê.

Francis Flávio, delegado da 2ª Delegacia de Polícia de Dourados, concluiu o inquérito nesta quinta-feira (23) e indiciou Jéssica por homicídio qualificado e o pai do bebê, Joel Rodrigo Avalo, de 24 anos, por maus-tratos.

O bebê sofreu várias fraturas nos arcos costais, o que resultou no dilaceramento do fígado, causando sua morte por choque hemorrágico. A criança ainda tinha hematomas antigos e ferimentos recentes no couro cabeludo.

Jéssica confessou que pisou no bebê por duas vezes porque ele chorava muito. Em depoimento, ela disse ter usado as mãos e os joelhos para apertar a barriga da criança, que estava com cólicas, e teria se excedido na força.

No dia 16 de agosto, o Samu (Serviço Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado para socorrer o bebê, mas quando chegou à casa a criança já estava morta.

No dia, a madrasta do bebê disse que ele tinha passado mal e ela tentado fazer a ressuscitação. Mas, laudos médicos apontaram hematomas que não condiziam com o depoimento da mulher, que demorou cerca de 1 hora para acionar o socorro para o enteado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida