Menu
sexta, 23 de fevereiro de 2024
Geral

Luz e telefone: Tarifas e serviços que enojam em Corumbá

19 março 2018 - 10h52Sylma Lima

Na lista do Procon de Corumbá a Energisa é a quinta empresa com maior índice de reclamações, em primeiro é a OI e por incrível que pareça a operadora de telefonia celular Vivo, que presta o pior serviço e pior atendimento, é a segunda colocada na listagem das dez primeiras, que lideram as denuncias por abuso e quebra de regras estabelecidas no código de Defesa do Consumidor.  As ligações feitas pela operadora não completam, caem e ficam inaudíveis. Apesar de diversas ameaças de multas pela péssima qualidade no serviço em Corumbá, a concessionaria nada faz para mudar essa realidade. E que clientes da Vivo continuam inacessíveis. O diretor do Procon Alexandre Taques disse que é necessário que os clientes formalizem as reclamações para que tenha  argumento, “mas já abrimos um inquérito administrativo e estamos tomando as providencias necessárias. A empresa garantiu que até Abril anuncia as melhorias” .

Luz

Quanto a Energisa, o Capital do Pantanal, recebeu centenas de reclamações de cortes sem comunicado prévio, e o pior é pessoas aposentadas, que ganham um salario mínimo, e por necessidade de saúde usar um aparelho de ar condicionado pagar mais de R$ 1100 de conta mensal. O mesmo valor pago por grandes estabelecimentos conforme denunciou a filha de uma aposentada que não sabe mais a quem recorrer, “ minha mãe não usa aparelhos respiratórios, mas é cega e paciente que não anda e usa fraldas, por isso mantemos um ar ligado no período mais quente e ao anoitecer, mas nada que justifique uma conta de mais de R$ 1100”, disse Ianir  Couto explicando que já tentou falar com a empresa através da assessoria de imprensa e inclusive com o Procon mas nenhuma providencia foi tomada, "ela gasta mais de R$ 700,00 com medicamentos. Depois tem as despesas alimentares, água e higiene. Como vai pagar tudo isso, se o salário não dá para pagar nem a conta de energia?", e pior disse a dona de casa, “essa semana vieram efetuar o corte e tivemos que suplicar para que o fizessem pois os medicamentos são armazenados numa geladeira e vieram sem mandar notificação por escrito” .

Gato

A conta de energia elétrica em Corumbá é uma das mais caras do Brasil, e a justificativa da empresa é que a cidade é pequena, “ se fosse maior a tarifa seria reduzida devido ao aumento no numero de imóveis” . Enquanto ninguém toma providencias a população de uma das cidades mais quentes do país continuará enriquecendo a milionária companhia energética. E nos bairros extremamente carentes que deveriam gozar do beneficio da tarifa social continuam liderando o ranking dos ‘gatos’. Desnecessários se houvesse mais vontade política para cobrar das empresas o chamado 'processo mitigatório'.

Pesquisa

A Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) divulgou a lista de empresas com maior número de reclamações em 2017. Denominada de Ranking de Fornecedores no Atendimento/Reclamações, a relação abrange o período de 1° de janeiro a 31 de dezembro de 2017.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imunização
Vacinação contra dengue começa neste sábado (24) em Corumbá
Recuperação
Mineração retoma crescimento em MS com R$ 275,9 milhões de taxas de compensação em quatro anos
Variedades
Veja quais são as 5 seleções mais vitoriosas do futebol europeu
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Negociação
TJMS lança campanha de combate ao superendividamento nesta sexta-feira (23)
Destaque
Formação do Conselho de Pesca de MS é publicada no Diário Oficial
20 mil litros
Dois homens são presos por contrabando de combustível em Corumbá
Partidas Dobradas
Operação conjunta apura entrada ilegal de produtos estrangeiros pela fronteira de MS
Pagamento Especial
Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do RS e ES
Leão
Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

Mais Lidas

Plantão
Pessoa é encontrada morta em casa do Popular Velha
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Você viu?
Bailarinos de Corumbá se apresentaram no palco do Caldeirão com Mion
Incentivo
Academia de Jiu Jitsu mobiliza doações para participação de 25 atletas em campeonato